Ensaio sobre Dragon Quest (NES) e sua influência nos RPGs japoneses

Área para criações dos usuários. Avatares, assinaturas, textos, etc - solte sua imaginação!
Índice do fórum Fora de Contexto Custom Blast
    • + 1

Ensaio sobre Dragon Quest (NES) e sua influência nos RPGs japoneses

Mensagempor lpslucasps » Qui, 02 Jan 2020, 17:55

Venho compartilhar com vocês uma criação extremamente heterodoxa.

Semestre passado, uma das minhas matérias da faculdade foi História da Arte. Como avaliação final, o professor exigiu que fizéssemos uma análise curta (de 1000 a 2000 palavras) de uma obra de arte, fazendo uso da bibliografia do curso. Em vez de pegar algo como uma pintura ou música, decidi analisar um jogo! :D

No caso, fiz uma análise de Dragon Quest, sob a tese de que particularidades técnicas e regionais permitiram Yuji Horii criar um estilo único de RPG que influenciou a indústria japonesa como um todo.

Eu sinceramente não faço jus ao jogo, a leitura não é exatamente leve ou divertida. Mesmo assim, gostaria de compartilhar o resultado com alguém — e acho que uma comunidade gamer da Nintendo será receptiva o suficiente, certo?

O ensaio pode ser lido aqui: https://docs.google.com/document/d/1yKo ... sp=sharing

Cheers!
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor GrayFox » Qui, 02 Jan 2020, 22:56

Gostei da análise das partes mais técnicas do jogo e das referências que usou, mas sinto que poderia ter aprofundando mais na parte da influência e transformação de tropes e elementos ocidentais por uma perspectiva mais oriental.
Como era de apenas 1000 a 2000 palavras, imagino que isso se deve mais à limitação de palavras. Mas espero que você se aprofunde mais nesse tópico, se puder ou te interessar.
Bom texto :dog:
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor lpslucasps » Qui, 02 Jan 2020, 23:21

Obrigado! :D

Essa análise mais técnica é devido ao apoio bibliográfico que usei - no caso, utilizei a teoria ardoniana do caráter imanente da obra de arte. Traduzindo para bom português: o material com que a obra é feito é o aspecto mais importante da obra e o que vai determinar como ela deve ser compreendida. Acho uma abordagem interessante para mídias modernas, que precisam de máquinas (TVs, projetores, computadores, etc) para serem consumidas.

Sobre a falta de profundidade: além da limitação de tamanho, também teve o problema do prazo. Eu estava meio atarefado e acabei deixando o texto muito em cima da hora, então não deu pra fazer uma conclusão digna.
Avatar do usuário


Voltar para Custom Blast

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 6 visitantes