[ARTIGO] Top 5 - Melhores e Piores Usos de amiibo

Seria correto "Amiibo" ou "amiibo"? Dúvidas para grandes intelectuais.

A empresa, seus consoles, franquias e personagens.
Índice do fórum Videogames Nintendo
    • + 7

[ARTIGO] Top 5 - Melhores e Piores Usos de amiibo

Mensagempor Crash10 » Seg, 07 Jan 2019, 17:37

Imagem


Lançados em 2014, a linha de bonecos amiibo da Nintendo prometeu desde o início trazer figuras versáteis e bonitas, podendo dar ao jogador figuras de seus personagens favoritos, por um preço acessível e oferecendo pequenas vantagens em diversos jogos no Wii U, 3DS e agora Switch. Vários jogos agora possuem compatibilidade com diversos bonecos, oferecendo diferentes funções, mas quais deles demonstram o equilíbrio perfeito entre funções divertidas que ao mesmo tempo não atrapalham a experiência de quem não os tem?

Nestes dois Top 5 diferentes, irei avaliar e posicionar cinco jogos que, ao meu ver, possuem as melhores e piores funcionalidades de amiibo. Os critérios serão baseados na minha opinião, com fatores como vantagens das funções oferecidas pelas figuras e efeitos negativos em quem não as possuí sendo os principais levados em consideração. A raridade das figuras utilizadas (e, consequentemente, seus preços) serão desconsideradas afim de fazer com que os rankings levem apenas a competência em game design em consideração, ao invés da logística de fabricação por parte da Nintendo.


Pior Utilidade
Menção Desonrosa

Imagem
Amiibo Tap: Nintendo's Greatest Bits foi um pequeno aplicativo lançado para o Wii U em 2015, permitindo ao jogador utilizar as suas figuras para desbloquear demonstrações sortidas de jogos de dois dos primeiros consoles de mesa da Nintendo, NES e SNES, com um limite de tempo para jogar. Isto não parece muito interessante a muitos jogadores, pois jogos destes dois consoles são extremamente acessíveis, tanto por meios oficiais quanto por não-oficiais. Assim, as demonstrações não chamam a atenção de muitos além daqueles que desejam comprar um jogo retrô na eShop e querem ter um pequeno gosto de sua jogabilidade antes de ter certeza.

Super Smash Bros. for Wii U já possuía demonstrações com limite de tempo de alguns jogos, tornando o aplicativo menos interessante ainda para quem possuía o jogo de luta. Porém, como é completamente inofensivo, decidi fazer deste app nada mais que uma menção desonrosa. Entretanto, o conceito é interessante, e pessoalmente gostaria de ver sendo usado no Nintendo Switch, talvez demonstrando jogos mais recentes.


Pior Utilidade
Número 5
Imagem
Estes três jogos utilizam as figuras para desbloquear fases extras no jogo. Apesar de não afetarem a jogatina principal, é o tipo de conteúdo que eu não gostaria de ver bloqueado por amiibo. Mega Man Legacy Collection, coletânea lançada no Nintendo 3DS e Nintendo Switch que incluí os seis primeiros jogos da parte clássica da franquia, bloqueia 11 dos desafios do modo Challenge pelas figuras do personagem. Destes 11 desafios, 10 foram criados por fãs da série.

Imagem

A sequência, Mega Man Legacy Collection 2, lançada no Nintendo Switch; que possuí os quatro capítulos restantes da série, novamente bloqueia dez desafios do jogador por figuras. Apesar destes desafios serem versões remixadas de fases nos jogos principais, é uma função que parece propositalmente bloquear conteúdo que estaria lá se não houvessem amiibos.

Splatoon, jogo de tiro em terceira pessoa feito pela Nintendo para o Wii U, segue uma rota parecida, com cada amiibo trazendo novas missões para o jogador, com a recompensa de roupas ao completar as mesmas. A recompensa de roupas parece justa de se bloquear por amiibo, mas as missões em si nem tanto. Felizmente, a sequência para Nintendo Switch deixou a ideia de missões exclusivas de lado, mesmo que não tenha nada para as substituir. Agora as figuras desbloqueiam apenas novas roupas.

Imagem


Pior Utilidade
Número 4
Imagem
The Legend of Zelda: Twilight Princess HD é uma remasterização de um dos primeiros (e mais amados) jogos do Wii, além de um dos últimos jogos do Nintendo GameCube. O relançamento desagradou fãs por alguns motivos, como o avanço extremamente humilde nos visuais em relação ao original (mais perceptível pelo fato do que a versão original pode ser jogada no Wii U), mas ainda assim conseguiu uma recepção positiva, num âmbito geral. Um dos elementos que mais incomodou aos jogadores, porém, é a funcionalidade de amiibo.

Imagem

Ao utilizar a figura de Wolf Link, o jogador ganha acesso à Cave of Shadows, uma nova dungeon onde o jogador luta contra vários inimigos na forma furry de Link. O acesso de uma dungeon sendo restrito a quem possuía a figura não foi visto com bons olhos, e por bons motivos, pois não parecia justificável bloquear este elemento do jogo, mesmo que as primeiras fabricações do jogo incluíam a figura (por um preço maior que o lançamento solo).

As outras figuras possuem funções inofensivas (Link, Toon Link, Zelda e Sheik davam corações e flechas ao jogador) e até interessantes (Ganondorf duplicava o dano recebido por Link, e por ventura o quadruplicava caso usado durante o Hero Mode), impedindo que eu deixasse este jogo mais acima no ranking. Mas esta função deixou um gosto amargo num remaster que já não prometia muitas novidades. A figura de Wolf Link possuí funções interessantes em Breath of the Wild[ que parcialmente utilizam dados salvos em Twilight Princess HD, mas se a Cave of Shadows pudesse ser desbloqueada normalmente e a figura fosse usada apenas para pequenas vantagens e para salvar estes dados, este jogo teria funções mais respeitosas ao jogador.


Pior Utilidade
Número 3
Imagem
Animal Crossing nunca recebeu um título principal no Wii U, mas a franquia não deixou de estar presente no console. O spin-off Amiibo Festival foi uma das apostas para o Natal de 2015 no console, que, junto com Mario Tennis: Ultra Smash, recebeu críticas negativas tanto da imprensa quanto de seus fãs. Só o fato do jogo não ser jogável sem as figuras pode tornar algumas pessoas desinteressadas, mas acho melhor compreender de forma mais profunda os meus motivos para escolher este jogo nesta posição.

Imagem

O jogo não apenas requer o uso das figuras, mas a experiência final parece simplória, apesar de não exatamente sem entretenimento algum. Figuras são necessárias para utilizar seu personagem, e é necessário ler seu amiibo toda vez que for realizar ações como jogar dados. As cartas da linha Animal Crossing podem ser usadas para trazer seus respectivos personagens em mini jogos encontrados em modos secundários, além de criarem casas especiais nos tabuleiros comuns. Tamanho custo em figuras e cartas pode não valer a pena, a não ser que o jogador se contente com uma seleção de personagens pequena, sem contar que são necessários mais bonecos do que o incluídos no jogo para que 3 ou mais jogadores possam aproveitar partidas juntos, fazendo com que o fator mais forte do jogo, o multiplayer, esteja limitado a mais compras.

Decidi não aumentar a posição de Amiibo Festival pois as figuras são o foco do jogo, então o jogador já está ciente destas limitações e exigências no momento da compra. Além disto, a maior parte dos problemas está focado no jogo em si, não no uso dos bonecos.


Pior Utilidade
Número 2
Imagem
Mario Party 10, por si só, não agradou aos fãs da franquia, trazendo de volta a mecânica das partidas em carros, considerada desfavorável a franquia, e subaproveitando a ideia do modo Bowser Party, um conceito interessante que não atingiu o potencial que tinha. O uso dos amiibo, porém, foi especialmente negativo.

Imagem

Um dos modos principais, que toma um terço do menu principal, é o Amiibo Party, completamente inacessível caso você não tenha ao menos uma figura. O modo utiliza um estilo de gameplay similar aos jogos clássicos da série, dando a impressão de que a Nintendo fez isso com a intenção de chamar a atenção de jogadores de longa data para comprar bonecos.

O jogador só possuí acesso aos tabuleiros de bonecos que comprou. Caso não possua um boneco, mas queira jogar com o respectivo personagem, o jogador utiliza uma figura de papel do personagem no jogo ao invés de uma figura completa, mas este é apenas um detalhe visual. é possível receber vantagens como alterar o tabuleiro ou receber itens especiais no início da partida, mas apenas se você possuir um boneco para salvar dados do jogo.

Imagem

Tudo isto, fora o fato de o modo em si não ser muito desenvolvido, com um único design extremamente simplório usado em todos o tabuleiros, torna este um dos piores usos dos amiibo que já vi pessoalmente. Se o modo pudesse ser jogado normalmente, com as figuras dando vantagens especiais no início de partidas, eu teria uma opinião mais favorável.


Pior Utilidade
Número 1
Imagem
Metroid: Samus Returns foi um respeitável retorno à forma da clássica franquia, mas a utilização dos amiibo não apenas foi invasiva, como também conseguiu tirar um pouco do primor da obra. A ideia de mostrar a localização de um Metroid no mapa do jogo ou recarregar parte de seu tanque de energia/Aeon Energy/mísseis é interessante, mas o uso vai além disso. Para desbloquear as duas galerias de concept arts, o Sound Test e uma terceira dificuldade (chamada Fusion Mode), são necessárias quatro figuras diferentes.

Imagem

Bloquear conteúdo que já é esperado que o jogo possua normalmente é um dos piores usos possíveis dos amiibo, e se mostra especialmente agravante aqui. Se as figuras fossem utilizadas para desbloquear este conteúdo rapidamente, não haveria problema algum em seu uso. Mas torná-lo completamente inacessível não foi uma boa atitude. Este é o tipo de uso que não gostaria de ver se repetir no futuro.


Melhor Utilidade
Menção Honrosa
Imagem
Estes dois jogos da franquia Mario trazem pequenas vantagens que não interferem aqueles que não possuem as figuras. Ambos os jogos Super Mario Maker e Super Mario Odyssey permitem utilizar amiibo para imediatamente desbloquear novas roupas para o jogador. E o melhor: estas skins podem ser desbloqueadas jogando um jogo, apenas exigindo mais tempo do jogador.

Imagem

Maker exige que o jogador complete o 100-Mario Challenge múltiplas vezes em várias dificuldades, consistindo em um desafio de completar uma certa quantidade de fases com 100 vidas disponíveis. Já Odyssey permite o jogador comprar roupas desbloqueadas por amiibo nas lojas espalhadas pelos reinos do jogo, utilizando moedas coletadas ao longo da campanha. As figuras também revelam a localização de Power Moons.

Imagem

Algumas figuras especiais lançadas para estes jogos dão algumas vantagens ao jogador. As figuras do Mario em 8-bit, utilizadas em Maker, permitem o jogador colocar em suas fases um Big Mushroom, que deixam o protagonista gigante destruindo tudo em seu caminho por um período de tempo. Já Odyssey utiliza as figuras de Mario, Peach e Bowser (incluindo, mas não se limitando, às suas versões com roupas de casamento) para, respectivamente, deixar Mario invencível por um curto período de tempo, dar um coração que dobra sua quantidade de vida, e mostra a localização de moedas roxas. Não é algo extremamente interessante mas trás vantagens legais que não atrapalham pessoas sem os bonecos.


Melhor Utilidade
Número 5
Imagem
Bayonetta e sua sequência, Bayonetta 2, trazem funções interessantes aos amiibo. Algumas figuras, como a de Peach, Fox, Link e Samus, dão à protagonista roupas temáticas do respectivo personagem. Estas roupas não são apenas estéticas, como dão algumas opções de ataques e combos novos, como utilizar o canhão de Samus ou a Airwing de Fox. Estas roupas podem ser compradas ao longo da campanha, mas os amiibo permitem desbloqueá-las rapidamente e sem gastar o dinheiro obtido no jogo.

Imagem

Não apenas isso, mas algumas figuras da série Mario (como Bowser, Bowser Jr. e Koopa Troopa) desbloqueiam Chain Chomp como uma arma para ser utilizada em combate. Outros amiibo dão apenas itens consumíveis, como dinheiro. Porém, todos estes prêmios vem acompanhados de mensagens, com Rodin, dono de lojas encontradas em ambos os jogos, escrevendo cartas para Bayonetta comentando sobre quem enviou os presentes, dependendo de que figura é utilizada. Isso dá um charme extra no uso dos bonecos, com o jogador podendo ler pequenos textos sobre a figura utilizada.

Imagem

Para completar, as figuras de Bayonetta da linha Super Smash Bros. desbloqueiam praticamente todas as roupas encontradas nos jogos, inclusive as desbloqueáveis por outros amiibo, evitando gastos que o jogador teria para desbloqueá-las.


Melhor Utilidade
Número 4
Imagem
WarioWare: Gold cria uma utilização bem-humorada dos amiibo. Ao escanear certas figuras, o jogador recebe uma ilustração feita pelo próprio Wario do personagem na figura. Estas ilustrações podem ser trocadas por mais dinheiro para utilizar do jogo.

ImagemImagemImagemImagemImagemImagem

Este uso, apesar de não muito complexo, é engraçado e trás algumas ilustrações inusitadas para o jogador ver. E claro, não podemos esquecer das ilustrações do próprio Wario:

ImagemImagem


Melhor Utilidade
Número 3
Imagem
Voltando para uma franquia que estava na lista de piores funcionalidades, os jogos Animal Crossing: New Leaf e Animal Crossing: Happy Home Designer conseguiram redimir o gosto amargo deixado por Amiibo Festival. New Leaf ganhou funcionalidades de amiibo através de um update lançado em Novembro de 2016. O update permite trazer novos personagens na sua cidade com certos cards ou figuras, que se estadiam em trailers ao invés de casas. É possível tirar fotos com eles e participar de outras interações comuns entre os NPCs do jogo. É simples mas elegante.

Imagem

Já Happy Home Designer trás ainda mais funcionalidades para as cartas e figuras da série. O jogador pode receber novos pedidos de casas para decorar utilizando cartas e figuras da série Animal Crossing. Além disso, é possível trazer outros personagens através destes amiibo para visitarem as casas que você fez. Caso queira compartilhar uma casa que decorou para outro jogador, é possível salvar um design em sua figura e escaneá-la em outro 3DS. É possível até desbloquear uma estátua dourada de um Villager caso possua sua figura da linha Super Smash Bros.

Imagem

Tudo isso gera uma utilização que consegue adicionar várias funcionalidades novas sem atrapalhar quem não quer comprar as figuras ou cartas criadas para os jogo. É inteligente e refinado, merece sua posição.



Melhor Utilidade
Número 2
Imagem
Yoshi's Woolly World e seu port para 3DS; Poochy & Yoshi's Woolly World, são um sólido jogo de plataforma com um adorável estilo artístico. Mais adorável ainda é sua linha de amiibo, feitas completamente de lã, e com utilizações interessantes.

Imagem

Quando utiliza uma das figuras do Yoshi (seja de lã ou as das linhas Super smash Bros. e Super Mario), o jogador tem acesso ao modo Double Yoshi, em que se controlam dois Yoshi simultaneamente. O jogador então tem acesso a um projétil a quase todo momento, facilitando o jogo pois elimina a necessidade do uso cuidadoso e estratégico das bolas de lã coletadas ao engolir inimigos. Isto, porém, não tira nada da experiência, sendo apenas um facilitador.

Imagem

É possível também desbloquear várias skins temáticas de outros personagens, utilizando suas respectivas figuras. O jogador pode até salvar sua skin favorita no chip de uma fas figuras do Yoshi, podendo colocá-la no personagem a qualquer momento. A versão de 3DS adiciona funções à nova figura do personagem Poochy, que, utilizada nas fases do Yoshi, permite que Poochy ajude o jogador em funções como encontrar itens. Utilizar esta figura nos desafios de Poochy desbloqueia novas missões especiais de Time Attack nas fases disponíveis, podendo dar acesso a novas skins para o cachorro.

Imagem

É uma variedade de usos que, assim como outros jogos cuidadosos como esse, não distraem de quem não tem os bonecos mas complementam para quem tem.


Melhor Utilidade
Número 1
Imagem
Super Smash Bros. for Nintendo 3DS/Wii U foi o primeiro jogo a utilizar os amiibo, sendo lançado em conjunto com a primeira linha dos bonecos já feita pela Nintendo, sendo composta de 12 dos personagens do título. Além de iniciar um lucrativo negócio, os amiibo precisavam de Smash para mostrarem seu potencial. Daí veio provavelmente o melhor uso da linha de figuras até então.

Imagem

Ao escanear uma figura qualquer de um dos personagens jogáveis, o jogador pode então treinar este personagem. Isto consiste de levar a figura a lutas, onde ela é controlada por uma CPU, que aprende jogando. jogar várias partidas faz sua figura aumentar de nível, indicando progresso no treinamento. Cada figura pode chegar ao nível 50. A parte interessante da coisa é que nenhuma figura é igual em termos de treinamento. A forma como você treinou seu amiibo afeta a inteligência artificial de diferentes formas, então nenhum boneco terá um comportamento exatamente igual a outro. O jogador pode então lutar contra sua figura, deixá-la lutar contra CPUs, ou torná-la sua parceira em diversos modos de jogo. É possível equipar itens para alterar os stats do personagem treinado. Os dados são salvos na própria figura, então é possível utilizar seus bonecos em outros consoles.

Imagem

O sucessor para Nintendo Switch, Super Smash Bros. Ultimate, expande na ideia. O nível máximo da figura é maior e a inteligência artificial foi refinada. Além disso, é possível desbloquear Spirits caso se use uma figura de um personagem não jogável. Este uso é expansivo, divertido, e não afeta em absolutamente nada àqueles que não desejam as figuras. Nada é bloqueado por elas, mas seu uso é divertido e trás uma nova forma de jogar Smash.


Conclusão
Muitas pessoas não gostam dos amiibo, e algumas das piore utilizações que eu citei justificam perfeitamente o motivo. São desnecessárias e bloqueiam conteúdo que o jogar esperava ver normalmente em seu jogo. Porém, as funções bem pensadas que listei aqui servem pra mostrar que estas figuras tem um lado bom, que se utilizado de formas como nestes jogos, trás mais vantagens que desvantagens. Espero que tenham gostado do tópico, e sintam-se livres para discutir sobre sua opinião o conceito dos amiibo e quais jogos acha que os utiliza melhor, ou pior.
Imagem
Por Pedrock

Userbars

Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor ari789 » Seg, 07 Jan 2019, 21:11

Eu não acho a utilização de Twilight Princess HD tão ruim ( ao menos não o Wolf Link ), é interessante fazer aqueles desafios do Wolf Link ( e chega a um bom momento que é bem tenso de prosseguir e conseguir chegar ao fim ), não é excelente mas é um bom ''bônus'' para quem tem o Amiibo, fora que ele também serve como Quick-Save que é bem pratico e rápido se você tiver com o boneco por perto

Além disso, vem a melhor parte que é poder utilizar no Breath of the Wild mantendo toda sua experiencia ( numero de corações ) do jogo anterior, é ótimo ter o Wolf Link te ajudando nas batalhas, caçando e tals, isso deixa a aventura muito mais divertida e foi um ótimo bônus para quem tem o Wii U e jogou Zelda TPHD

Tem até uma historia triste porem interessante disso, onde dois irmãos esperavam ansiosamente por BOTW e jogavam TPHD, infelizmente um dos dois irmãos morreu mas o outro ficou feliz em saber que poderia utilizar os dados do Wolf Link no BOTW e que assim seu irmão sempre estaria com ele em sua aventura de alguma forma

Eu considero o Wolf Link no Zelda TPHD + BOTW de longe o melhor uso de Amiibo até agora, eu lembro que fiquei pasmo em ver que eu podia continuar minha aventura de alguma forma no jogo seguinte da Nintendo.

Me arrepio sempre que vejo esse trailer

phpBB [video]
Imagem

SPOILER

Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor Prinny » Seg, 07 Jan 2019, 22:26

ari789 escreveu:Além disso, vem a melhor parte que é poder utilizar no Breath of the Wild mantendo toda sua experiencia ( numero de corações ) do jogo anterior, é ótimo ter o Wolf Link te ajudando nas batalhas, caçando e tals, isso deixa a aventura muito mais divertida e foi um ótimo bônus para quem tem o Wii U e jogou Zelda TPHD


Bom, de fato é algo ótimo...mas e se eu quiser ter o o Wolflink em BOTW e não quiser o boneco? -q

Desde que eu vi o trailer de BOTW com o Wolflink eu fiquei da mesma forma que você achei algo incrível. A ideia de ter o wolflink me ajudando no jogo é bem legal...só que infelizmente está preso no boneco. Não quero ter que gastar dinheiro com bonecos só pra ter um conteúdo extra que considero até grande sabe?É algo que sei lá, podia estar em DLC e eu iria aceitar melhor. Seria uma forma fácil de ter tal conteúdo.

Sobre o tópico, achei excelente. Sempre tive uma certa raiva de Amiibos por ver eles sendo usados de uma forma bem abusiva diversas vezes mas consigo ver um "lado bom" neles, desde que os prêmios por ter os bonecos sejam coisas cosméticas ou que ajudem a desbloquear coisas do jogo mais cedo.

E de longe pra mim o pior uso é de Samus Returns mesmo. É ofensivo coisas tão básicas pro jogo como sound test e galeria de arte ficarem presos atrás dos bonecos. E ainda fico chateado que nunca vou rejogar o jogo pelo Fusion Mode.
Imagem

Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Pedrock » Seg, 07 Jan 2019, 22:36

Nunca tive um ódio grande pelos amiibo como já vi alguns possuírem. Claro, há exemplos bem ruins, mas é só a forma como foram implementados nos jogos, como você mesmo disse.

O caso de Samus Returns mesmo não me afetou de forma tão grande (ao menos comparado com a fanbase do jogo, que até uma parcela fez campanha pra não comprarem SR quando essa notícia do uso dos amiibo no jogo saiu), visto que o jogo já tem um outro modo de dificuldade Hard (que já é existente em praticamente todos os jogos pós-Super), mas ainda é um pouco decepcionante ver que não vou ter mais um incentivo de rejogar o jogo mais uma vez numa dificuldade mais alta ainda. Mas o que mais me incomodou mesmo é ver funcionalidades tão, mas tão simples e básicas como um Sound Test ou Art Gallery ser o conteúdo destravável. De resto, funcionalidades como ter um tanque de energia extra ou poder ver a localidade do Metroid mais próximo me parecem super decentes, mas ainda assim parece que toda essa repercussão negativa com os amiibo no jogo parecem ter impulsionado parte da fanbase a ter mais um nitpick com o jogo.

Sobre o caso de BoTW eu sempre imaginei isso também, o Wolf Link me parece uma adição muito interessante e até nova pra franquia pra estar bloqueada atrás de um amiibo e ser um mero bônus. Me incomoda até mais que a "dungeon" bloqueada pelo mesmo amiibo em TP HD, visto que ela não é algo tão interessante quanto um parceiro te ajudando in-game.
Imagem

Userbars

Avatar do usuário

    • + 1

Re: Re:

Mensagempor ari789 » Ter, 08 Jan 2019, 17:39

Prinny escreveu:
ari789 escreveu:Além disso, vem a melhor parte que é poder utilizar no Breath of the Wild mantendo toda sua experiencia ( numero de corações ) do jogo anterior, é ótimo ter o Wolf Link te ajudando nas batalhas, caçando e tals, isso deixa a aventura muito mais divertida e foi um ótimo bônus para quem tem o Wii U e jogou Zelda TPHD


Bom, de fato é algo ótimo...mas e se eu quiser ter o o Wolflink em BOTW e não quiser o boneco? -q

Desde que eu vi o trailer de BOTW com o Wolflink eu fiquei da mesma forma que você achei algo incrível. A ideia de ter o wolflink me ajudando no jogo é bem legal...só que infelizmente está preso no boneco. Não quero ter que gastar dinheiro com bonecos só pra ter um conteúdo extra que considero até grande sabe?É algo que sei lá, podia estar em DLC e eu iria aceitar melhor. Seria uma forma fácil de ter tal conteúdo.

Sobre o tópico, achei excelente. Sempre tive uma certa raiva de Amiibos por ver eles sendo usados de uma forma bem abusiva diversas vezes mas consigo ver um "lado bom" neles, desde que os prêmios por ter os bonecos sejam coisas cosméticas ou que ajudem a desbloquear coisas do jogo mais cedo.

E de longe pra mim o pior uso é de Samus Returns mesmo. É ofensivo coisas tão básicas pro jogo como sound test e galeria de arte ficarem presos atrás dos bonecos. E ainda fico chateado que nunca vou rejogar o jogo pelo Fusion Mode.


Acho que vou levar pedrada por dizer isso... mas eu acho justo esta preso ao boneco :hehe:

Bem, na verdade, o Wolf Link nem se quer tinha que estar no BOTW, são ''Links'' diferentes de eras temporais diferentes, não faz sentido outro Link estar lá e ainda por cima preso na forma de lobo e sem a Midna

Sobre ser uma DLC, bem, acho que ai vai de pessoa para pessoa, eu vejo o Wolf Link como um excelente bônus para quem apoiou o Wii U e comprou o Zelda TPHD ( até por que, só quem jogou o Zelda vai conseguir o Wolf Link com todos os corações ), é uma excelente despedida então o uso dele no BOTW foi perfeito pra min, eu vim como um excelente bônus para quem deu suporte

Eu vou falar que eu prefiro muito mais os esquemas dos Amiibos do que as DLCs, vamos pegar o Amiibo do Mario por exemplo, você pode utiliza-lo para ter um novo conteúdo em tal jogo, mas diferente das DLCs você pode ter desbloquear conteúdo em diversos jogos diferentes ( e não só de uma plataforma, isso se expande para o 3DS, Wii U e Switch ), você não fica preso ao conteúdo adicional apenas naquele jogo como uma DLC comun, você ganha um conteúdo adicional para diversos jogos diferentes e de 3 plataformas diferentes, as vezes nem precisa ser um jogo da Nintendo em si que ele ganha um ''extra'' com uso do Amiibo, fora que você ainda tem uma linda Figure para enfeitar sua sala ou o seu quarto, é por conta desses motivos que prefiro o esquema dos Amiibos que as DLCs

PS: Sabe o que é mais legal ainda ?, apesar da Nintendo ter lançado vários ''Modelos de Mario'' diferente, eles quase sempre são ''lidos'' como um só Amiibo, então mesmo que você tenha comprado o primeiro modelo lançado você ainda vai poder utiliza-lo como os modelos mais recentes sem precisar ter que pagar por um novo boneco

Imagem

Eu fico super feliz quando sai algo ''desbloqueável'' com o Amiibo do Yoshi em um jogo novo por exemplo, é um conteúdo extra que não vou precisar pagar mais uma vez, diferente do que seria se fosse uma DLC.

e sendo sincero, não acho que me empolgaria tanto assim se o lance do Wolf Link fosse uma DLC ao invés do Amiibo ( até por que o lance de ter o Wolf Link enfeitando minha sala foi um ótimo para eu adquirir um ), eu acharia um baita desrespeito a Nintendo não aproveitar o Amiibo que ela tinha lançado junto com Zelda TPHD e lançar apenas como DLC extra para lucrar mais :?
Imagem

SPOILER

Avatar do usuário

    • + 0

Re: Re:

Mensagempor Prinny » Ter, 08 Jan 2019, 18:15

ari789 escreveu:
Prinny escreveu:
ari789 escreveu:Além disso, vem a melhor parte que é poder utilizar no Breath of the Wild mantendo toda sua experiencia ( numero de corações ) do jogo anterior, é ótimo ter o Wolf Link te ajudando nas batalhas, caçando e tals, isso deixa a aventura muito mais divertida e foi um ótimo bônus para quem tem o Wii U e jogou Zelda TPHD


Bom, de fato é algo ótimo...mas e se eu quiser ter o o Wolflink em BOTW e não quiser o boneco? -q

Desde que eu vi o trailer de BOTW com o Wolflink eu fiquei da mesma forma que você achei algo incrível. A ideia de ter o wolflink me ajudando no jogo é bem legal...só que infelizmente está preso no boneco. Não quero ter que gastar dinheiro com bonecos só pra ter um conteúdo extra que considero até grande sabe?É algo que sei lá, podia estar em DLC e eu iria aceitar melhor. Seria uma forma fácil de ter tal conteúdo.

Sobre o tópico, achei excelente. Sempre tive uma certa raiva de Amiibos por ver eles sendo usados de uma forma bem abusiva diversas vezes mas consigo ver um "lado bom" neles, desde que os prêmios por ter os bonecos sejam coisas cosméticas ou que ajudem a desbloquear coisas do jogo mais cedo.

E de longe pra mim o pior uso é de Samus Returns mesmo. É ofensivo coisas tão básicas pro jogo como sound test e galeria de arte ficarem presos atrás dos bonecos. E ainda fico chateado que nunca vou rejogar o jogo pelo Fusion Mode.


Sobre ser uma DLC, bem, acho que ai vai de pessoa para pessoa, eu vejo o Wolf Link como um excelente bônus para quem apoiou o Wii U e comprou o Zelda TPHD ( até por que, só quem jogou o Zelda vai conseguir o Wolf Link com todos os corações ), é uma excelente despedida então o uso dele no BOTW foi perfeito pra min, eu vim como um excelente bônus para quem deu suporte

Eu vou falar que eu prefiro muito mais os esquemas dos Amiibos do que as DLCs, vamos pegar o Amiibo do Mario por exemplo, você pode utiliza-lo para ter um novo conteúdo em tal jogo, mas diferente das DLCs você pode ter desbloquear conteúdo em diversos jogos diferentes ( e não só de uma plataforma, isso se expande para o 3DS, Wii U e Switch ), você não fica preso ao conteúdo adicional apenas naquele jogo como uma DLC comun, você ganha um conteúdo adicional para diversos jogos diferentes e de 3 plataformas diferentes, as vezes nem precisa ser um jogo da Nintendo em si que ele ganha um ''extra'' com uso do Amiibo, fora que você ainda tem uma linda Figure para enfeitar sua sala ou o seu quarto, é por conta desses motivos que prefiro o esquema dos Amiibos que as DLCs

e sendo sincero, não acho que me empolgaria tanto assim se o lance do Wolf Link fosse uma DLC ao invés do Amiibo ( até por que o lance de ter o Wolf Link enfeitando minha sala foi um ótimo para eu adquirir um ), eu acharia um baita desrespeito a Nintendo não aproveitar o Amiibo que ela tinha lançado junto com Zelda TPHD e lançar apenas como DLC extra para lucrar mais :?


Bom, de fato acho que o esquema de amiibos seria algo bem superior a dlcs em algumas condições. Afinal, você compra um boneco e de quebra ganha conteúdo extra em vários jogos.
Em teoria é realmente interessante, o problema é que não é justo pra todos. A NIntendo é conhecida por mandar uma quantidade bem baixa de certos amiibos pras lojas e só lá fora. Aqui vai ser raro você encontrar o amiibo que quiser por um preço justo. E futuramente? Imagina como vai ser pra achar um amiibo do wolflink caso eu queira jogar BOTW e ter ele?

Por isso que a melhor solução pra amiibo é na minha opinião é:

A-Colocar o mesmo conteúdo do amiibo como DLC, assim quem comprar os bonecos tem e quem não quer comprar também pode ter

B-O conteúdo do amiibo já está no jogo e o amiibo serve apenas para desbloquear tal conteúdo de maneira mais fácil

Assim no final todos saem felizes -q
Imagem

Imagem
Avatar do usuário


Voltar para Nintendo

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Bing [Bot] e 7 visitantes