Qual o ultimo jogo que você jogou/está jogando?

Discuta sobre outros consoles (PS, XB, PC, Mobile, etc).
Índice do fórum Videogames Outros Consoles
    • + 0

Re:

Mensagempor Chazzy » Qui, 20 Dez 2018, 22:18

Mastxadows escreveu:Comprei um celular novo e estou viciadão no Bleach Brave Souls e no Grand Chase.
E eu consegui a Elesis
Imagem


Esse Grand Chase é Gacha?
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Re: Re:

Mensagempor Mastxadows » Qui, 20 Dez 2018, 22:31

Chazzy escreveu:
Mastxadows escreveu:Comprei um celular novo e estou viciadão no Bleach Brave Souls e no Grand Chase.
E eu consegui a Elesis
Imagem


Esse Grand Chase é Gacha?

É.

Aliás, peguei o Ronan também, agora quero a Lire e a Arme pra montar uma equipe com o trio original.

Edit:Jogando MK X mas é impossível jogar, não dá pra jogar com um botão específico pra defesa.
Eu sempre apanho nesse caralho de jogo porque aperto pra trás pra defender, eu não consigo me adaptar, é automático apertar pra trás.
Minha equipe atual em Pokémon Ultra Sun
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor antoniosantos » Qui, 27 Dez 2018, 05:49

Eu acabei de jogar Counter Strike: Global Offensive ontem.
Imagem
Eu tenho jogado Counter-Strike por um longo tempo. Quando a versão apareceu Global Offensive eu sem pensar mudei para ela. Parece-me que este é o melhor jogo de tiro, apesar da abundância de outros jogos semelhantes. Uma nova descoberta foi a capacidade de jogar com skins, que podem ser vendidos no site de troca cs go por dinheiro real. Foi graças ao CS GO, comecei a procurar maneiras de obter skins (concursos, distribuições, referências) e foi capaz de subir para cópias decentes como Karambit "Tooth of the Tiger". Isso é uma coisa tentadora. Eu tenho repetidamente comprado e vendido peles. CS: GO - grande jogo do seu tempo. E em boas mãos e um meio de ganhar
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Mother_Mazza » Dom, 30 Dez 2018, 03:39

Imagem
Imagem
Imagem

Fiquei sem sono nessa madruga de Domingo e acabei dando minha milésima chance ao primeiro ToeJam & Earl do Mega Drive no PS Vita após ver um tópico sobre ele em outro fórum. Porém, dessa vez, resolvi ler o manual do jogo no Sega Retro e um guia no GameFAQs para tentar compreende-lo de uma vez por todas.

Depois de uma grande lâmpada de acender na minha cabeça, finalmente me diverti a beça com o gameplay, finalizei o jogo e ele se tornou um dos meus favoritos de todos os tempos! Agora não só quero terminá-lo mais uma vez com o Earl como também estou animadíssima para o ToeJam & Earl: Back in the Groove que será lançado em Março do ano que vem na Steam. :heart:
Imagem

Userbars

Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor Sonymaster » Dom, 30 Dez 2018, 12:15

Mother_Mazza escreveu:Imagem
Imagem
Imagem

Fiquei sem sono nessa madruga de Domingo e acabei dando minha milésima chance ao primeiro ToeJam & Earl do Mega Drive no PS Vita após ver um tópico sobre ele em outro fórum. Porém, dessa vez, resolvi ler o manual do jogo no Sega Retro e um guia no GameFAQs para tentar compreende-lo de uma vez por todas.

Depois de uma grande lâmpada de acender na minha cabeça, finalmente me diverti a beça com o gameplay, finalizei o jogo e ele se tornou um dos meus favoritos de todos os tempos! Agora não só quero terminá-lo mais uma vez com o Earl como também estou animadíssima para o ToeJam & Earl: Back in the Groove que será lançado em Março do ano que vem na Steam. :heart:


Aluguei ele uma vez na época da locadora e pronto, achei divertido mas depois nem tive tanta vontade de jogar.
Sega x Nintendo
Jogador de Videogame das décadas de 1980 e 1990.
Avatar do usuário

    • + 0

Re: Re:

Mensagempor Mother_Mazza » Dom, 30 Dez 2018, 12:33

Sonymaster escreveu:
Mother_Mazza escreveu:Imagem
Imagem
Imagem

Fiquei sem sono nessa madruga de Domingo e acabei dando minha milésima chance ao primeiro ToeJam & Earl do Mega Drive no PS Vita após ver um tópico sobre ele em outro fórum. Porém, dessa vez, resolvi ler o manual do jogo no Sega Retro e um guia no GameFAQs para tentar compreende-lo de uma vez por todas.

Depois de uma grande lâmpada de acender na minha cabeça, finalmente me diverti a beça com o gameplay, finalizei o jogo e ele se tornou um dos meus favoritos de todos os tempos! Agora não só quero terminá-lo mais uma vez com o Earl como também estou animadíssima para o ToeJam & Earl: Back in the Groove que será lançado em Março do ano que vem na Steam. :heart:


Aluguei ele uma vez na época da locadora e pronto, achei divertido mas depois nem tive tanta vontade de jogar.

Dizem que a verdadeira graça desse game está no modo co-op, mas, pessoalmente, me diverti muito terminando-o sozinha.
Imagem

Userbars

Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Mastxadows » Dom, 30 Dez 2018, 19:37

Comecei o For Honor, tem uma jogabilidade interessante.
Tem um modo história e um modo multiplayer que é o foco do game,parece o tipo de jogo que se joga por muito tempo.

Edit:Terminei os 3 dlc de Deus Ex Mankind Divided, massa demais, pqp eu amo esse jogo.

E CONSEGUI A REY NO GC MOBILE, EU SEI QUE TÁ LEY MAS PRA MIM SEMPRE VAI SER REY!
Imagem
Imagem
Imagem
Minha equipe, Rey, Sieghart, Elesis e Ronan
E o jogo é dublado pelos mesmo dubladores do jogo de PC, o Ronan é ninguém mais ninguém menos que Wendel Bezerra.
Minha equipe atual em Pokémon Ultra Sun
Imagem
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor GrayFox » Qui, 03 Jan 2019, 20:40

Estava jogando Super Smash Bros. 64 mais a fundo, há alguns dias atrás, e fiquei refletindo sobre a progressão da franquia, então acho que vou postar aqui.

Estou meio decepcionado com a progressão da franquia.
Tipo, Smash 64 é um jogo bem simples, bem básico. Há apenas dois modos: o single-player (que agora é conhecido como Classic) e o multiplayer, além de uns dois ou três minigames (se contar Race to the Finish). É bem barebones. Até os troféus são, apenas contendo os dos personagens jogáveis. A quantidade de personagens é pequena, assim como a quantidade de estágios. Mas esse é o primeiro, então naturalmente não vai ser tudo isso, estavam apenas testando as águas, e mesmo assim, tomaram algumas decisões bem ousadas, como incluir o Captain Falcon (e essencialmente desenvolvendo tudo sobre ele, e até tornando-o mais icônico que o próprio jogo do qual faz parte) e Ness. Mas okay.

Aí, tem o Melee. O salto entre esses dois jogos é gigantesco. O roster praticamente triplicou, juntamente com os estágios, haviam agora três modos principais no single-player, com o retorno do Classic, e as introduções do modo Adventure e All-Star. Além disso, haviam outros pequenos modos, como os Event Matches, o retorno de Break the Targets, a introdução do modo de esmurrar o Sandbag (mas a infeliz remoção de Board the Platforms), e uma variedade de tantos-Men Melee. E ainda houve uma imensa variedade de modos extras introduzidos para o Multiplayer.
O salto é gigantesco, e é um jogo extremamente ambicioso, deixando de lado o cenário competitivo.

Então, temos Brawl, que foi outro salto (apesar de que, compreensivelmente, não tão gigantesco). Tudo que estava lá antes, manteve-se. Mais personagens, cavando ainda mais na história da Nintendo e trazendo personagens como Pit de volta dos mortos, e removendo boa parte dos clones. Mais estágios, e o retorno de alguns clássicos. O modo Adventure foi profundamente expandido, com direito a história e boss battles originais.
Desconsiderando a polêmica do gameplay, Brawl pode até ser considerado o ápice da série, em termos de conteúdo.

Agora, o 4...
não só não havia um modo Adventure comparável ao Subspace Emissary, como também não havia um modo Adventure. Apenas o Classic e o All-Star. Além disso, o Break the Targets foi completamente removido, juntamente com qualquer outro minigame (pelo que me lembro), com a única introdução sendo o Smash Run (ou aquele de Wii U) e aquele modo de esmagar caixas, que é essencialmente um Snag the Trophies ainda mais simplificado, e o roster aumentou, novamente, junto com os estágios.
O foco do jogo é, evidentemente, o fator multiplayer (que mesmo assim, é provavelmente o mais simples desde o 64), com esforços para apelar ao público competitivo e a introdução da forma Ômega para todos os estágios. E enquanto isso não é necessariamente ruim, acho meio triste ter que sacrificar todo o conteúdo single-player em prol disso, se apoiando nisso ao extremo.

Apesar de não ter jogado muito Smash Ultimate, principalmente por não ter um Switch e tendo apenas jogado na casa de um amigo e acompanhado as informações sobre o jogo pela internet, diria que é um passo adiante, comparado ao 4, mas ainda assim não se compara ao Brawl ou Melee. O roster praticamente triplicou, com personagens que sempre foram muito desejados finalmente sendo introduzidos, criando um dos crossovers mais ambiciosos e expansivos da história, e há uma variedade de estágios novos, ou 'remasterizados' (e lindos). Agora, para o single-player, há o Classic, expandido para refletir a história de cada personagem, e o World of Light, que é essencialmente um Event Matches contextualizado, aliviando um pouco a falta do Subspace Emissary.
Novamente, o foco parece ser mais para o modo multiplayer, desenvolvendo mais o aspecto competitivo.

sei lá, antes cada jogo parecia um step up comparado ao anterior, dando grandes saltos e realmente comemorando a história da Nintendo e dos videojogos, até que começou a deixar isso de lado para se focar mais no competitivo, e agora o jogo parece meio... vazio

Mas é apenas a minha opinião. Talvez eu esteja errado sobre o 4, principalmente porque faz algum tempo que o joguei. Se tiver perdido alguma coisa, por favor, me corrijam.

É isto.

edit: acho que vou tirar isso daqui e fazer um tópico, ver se movimenta mais
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor Prinny » Sex, 04 Jan 2019, 02:15

Imagem

Acabei de zerar Celeste

Cara...que experiência que é esse jogo.
Inicialmente eu não dava a mínima bola pro jogo. Vendo os trailers e as reviews, apenas me parecia um platformer 2D qualquer que lança todo ano no meio indie. Sempre achei que o jogo era overhyped demais. Mas depois que eu vi o discurso do criador no TGA sobre o jogo ter ajudado pessoas com problemas psicológicos, fiquei curioso sobre o jogo e resolvi comprar na sale da steam. Que ótima decisão que fiz.

Não quero spoilar nada sobre o jogo, mas digo que o jogo é surpreendente na forma como encaixa a história e o gameplay. E o tema que a história trata também é colocado de uma maneira fantástica no jogo, tudo parece muito natural.

No fim acabei amando cada aspecto do jogo. O gameplay super difícil, a história tocante, os personagens maravilhosos (Theo <3) e a linda OST. Até o gráfico do jogo que por mais que eu ainda ache que é uma pixel art até que simples demais, acho bem bonito.

Definitivamente comecei 2019 muito bem com jogos.
Imagem

Imagem
Avatar do usuário

    • + 2

Mensagempor Crash10 » Sáb, 05 Jan 2019, 04:01

Imagem

Comecei o ano com Sonic Generations, que é um jogo que eu sinto que vale a pena uma wall, em spoilers (e com alguns spoilers):

SPOILER

Editado pela última vez por Crash10 em Ter, 15 Jan 2019, 10:25, em um total de 1 vez.
Imagem
Por Pedrock

Userbars

Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Mastxadows » Dom, 06 Jan 2019, 10:46

Spyro Reignited Trilogy
Jogando o primeiro jogo e é muito bom, me arrependo muito de não ter jogado direito na época.
Minha equipe atual em Pokémon Ultra Sun
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor GrayFox » Dom, 06 Jan 2019, 18:38

Finalmente comecei a jogar Metal Gear 2: Solid Snake, para fazer jus ao meu nome :serra:

Está sendo uma experiência bem interessante, gosto dos gráficos (principalmente nas conversas de rádio, mas talvez porqueestou jogando a versão atualizada), mas estou indo muito mal no gameplay. Nunca fui muito bom em jogos de stealth, mas sinto que o 2D e a ausência de alguma indicação da visão dos guardas está me prejudicando bastante. Verei se me acostumo e se melhoro com o tempo e a prática.
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor Arthimura » Dom, 13 Jan 2019, 22:29

Imagem


Ontem terminei o Gravity Rush.

Jogo incrível, realmente uma experiência única. O jogo impressiona em tudo, desde o gameplay criativo, até a arte, plot e músicas. Altamente recomendado para donos de Vita e PS4 que ainda não jogaram.

Pra mim deu a sensação de estar jogando um filme do Studio Ghibli. Sei que depois do Ni No Kuni ficou clichê falar isso, mas aparentemente é uma sensação coletiva: https://gamefaqs.gamespot.com/boards/69 ... 4/74407268

E o bom é que já estou com o Gravity Rush 2 no gatilho, comprado por R$29,90 na Americanas.
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor Prinny » Seg, 14 Jan 2019, 00:14

Imagem
(a arte da capa desse jogo é tão estúpida apesar de eu gostar dela)

Hm...tá, zerei BOF 2 pela terceira vez eu acho. É um jogo bem especial pra mim então vou fazer uma wall falando dele mesmo que ninguém leia ela.

Versão curta: É um Dragon Quest da Capcom feito na era do SNES. A história é fantástica assim como o visual e os personagens.Tem muito valor nostálgico pra mim mas tem um defeito enorme que é o nível absurdo de random encounters.
Eu recomendaria? Ehhhh...sei não. Ele é bem irritante mas se você gosta de RPG velho e tem paciência, oh boy vai amar esse.

Versão longa (beeeeeeeeeem longa):
SPOILER

Imagem

Imagem
Avatar do usuário

    • + 1

Re:

Mensagempor Mother_Mazza » Seg, 14 Jan 2019, 17:12

Terminei:
- Banjo-Kazooie: Grunty's Revenge (GBA)
- Exile (XZR II) (Turbografx-16/PC-Engine)
- Alien Storm (Mega Drive)

Ainda ando jogando TES: Daggerfall de pouquinho em pouquinho, e, lendo um post do Prinny aqui, resolvi rejogar Paper Mario: The Thousand-Year Door após bastante tempo sem tocar nele. Para a minha surpresa, o jogo envelheceu incrivelmente bem e, quanto mais avanço nele, mais fico chateada com que aconteceu com a série. Sticker Star jogou fora tudo que eu gostava nesses games. :malz:

Prinny escreveu:Imagem
(a arte da capa desse jogo é tão estúpida apesar de eu gostar dela)

Hm...tá, zerei BOF 2 pela terceira vez eu acho. É um jogo bem especial pra mim então vou fazer uma wall falando dele mesmo que ninguém leia ela.

Versão curta: É um Dragon Quest da Capcom feito na era do SNES. A história é fantástica assim como o visual e os personagens.Tem muito valor nostálgico pra mim mas tem um defeito enorme que é o nível absurdo de random encounters.
Eu recomendaria? Ehhhh...sei não. Ele é bem irritante mas se você gosta de RPG velho e tem paciência, oh boy vai amar esse.

Versão longa (beeeeeeeeeem longa):
SPOILER


Esse era o meu BoF favorito antes de me converter ao BoF III, mas ainda considero que esse game tem alguns dos personagens mais carismáticos da série.Tenho que rejogar a versão de GBA um dia desses.
Imagem

Userbars

Avatar do usuário

AnteriorPróximo

Voltar para Outros Consoles

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 5 visitantes