[Análise] Plants vs. Zombies Garden Warfare

Discuta sobre outros consoles (PS, XB, PC, Mobile, etc).
Índice do fórum Videogames Outros Consoles
    • + 0

[Análise] Plants vs. Zombies Garden Warfare

Mensagempor Felipe_Vieir4 » Sáb, 25 Fev 2017, 16:23

Imagem


[font=Verdana]
 Introdução 
[/size]

Na verdade, eu nunca pensei que iria jogar Plants vs. Zombies Garden Warfare. Um dia, eu simplesmente vi que estava de graça (em uma promoção da EA, no fim de 2014), e baixei.

O jogo foi lançado em Fevereiro de 2014, e estou fazendo essa análise agora por um simples motivo: a continuação, Plants vs. Zombies Garden Warfare 2 lança amanhã.HYYYYYYPE!!!!

O jogo é um shooter, onde o seu único modo é multiplayer online, e mesmo que não tenha sido um sucesso de vendas, conseguiu criar vários fãs.

 Gameplay


Se tem algo que eu posso adiantar sobre o jogo é que ele tem um humor característico da série PvZ, seja com piadas, com frases aleatórias ditas pelo Dave Doidão, ou então com trocadilhos infames, você consegue perceber que esse não é um shooter convencial apenas pelo menu inicial do jogo. 

Imagem

O jogo não possui modo história nem singleplayer offline, o mais próximo disso é o Operação Jardim, onde você e até mais 3 pessoas lutam para defender seu jardim por 10 hordas de zumbies, e depois fugir com o Dave Doidão. Isso com certeza é um ponto negativo, afinal, o jogo funciona apenas e exclusivamente online, e quando os servidores forem desligados, será adeus PvZ GW.

Mas se o jogo não apresenta muitas funções sem internet, é no online que ele mostra porque é tão amado por alguns: são 10 modos de jogo, recheados de pura loucura e diversão. Todos os modos são baseados no time das plantas contra o dos zumbis, mas esses modos não são novos, muito pelo contrário: temos o clássico "Team Deathmatch", um outro onde as plantas defendem um jardim, e os zumbies tem que invadir para transformá-los em cemitérios, um onde você precisa plantar bombas na forma de gnomos (carinhosamente chamadas de Gnombas), além de um onde oz zumbies devem roubar os tacos do Dave Doidão e levá-los para sua base.
Agora, quem disse que isso é ruim? De todos os modos de jogo, eu não consigo te apontar um que eu não tenha gostado. Não são modos novos, mas foram executados de uma maneira excelente.

Imagem

Talvez o único problema é que os modos 'menores', como o "Ladrões de Taco", tenha poucas pessoas jogando, mas no modo mistureba é possível jogar com mais gente.

Dependendo do seu padrão para mapas de shooters online, os mapas de PvZ GW podem ser chamados de grandes. Eu falaria que são médios, mas no tamanho certo. Você consegue explorar e batalhar em todos os cantos (destaque para o Jardins e Cemitérios, onde o mapa vai crescendo ao longo da partida), sem precisar de longas caminhadas entediantes. Falando nos mapas, eles são muito bons e bem desenhados. Caminhos subterrâneos, passagens secretas, teletransportadores, barreiras, prédios com janelas altas onde você pode dar uma de sniper, tem de tudo.

Imagem
Um drone de alho, ou dronalho, para os íntimos


E nesse jogo, ao invés de cada personagem usar roupas que dão diferentes habilidades, as habilidades vem com os personagens. São ao todo 8 classes de personagens diferentes, mas como cada personagem tem ainda várias variantes, com habilidades únicas. Ou seja, são dezenas de personagens diferentes para você escolher e entra na guerra pelos jardins. (Mas calma, ainda é possível customizar os personagens com itens desbloqueados nos pacotes de figurinhas).

Falando em pacotes de figurinhas, essa é uma das partes menos "agradáveis" do jogo. Ao invés de você comprar personagens, melhorias e plantas/zumbis para te ajudar, você compra pacotes de figurinhas (de diferentes preços), que podem desbloquear tudo. A mais barata vem mais com plantas/zumbis que você pode "chamar" durante o jogo, e customizações, as mais caras vem mais com partes de personagens (ou personagens inteiros). Não é de todo ruim, mas que as vezes dá uma frustração de não conseguir o que você queria, dá.

Imagem

Uma das coisas mais legais, é que cada personagem é único. Você não encontra outro personagem semelhante a planta carnívora no time dos zumbis, por exemplo, mas também não encontra um All-star no time das plantas. O gameplay desse jogo fazia eu sorrir até mesmo quando estava perdendo.

 Gráficos e sons


Os gráficos desse jogo são sensacionais. Se tem uma coisa que a PopCap fez perfeitamente, foi trazer o universo do tower-defense que fez sucesso nos celulares para um jogo de tiro em 3D. Com uma mistura linda entre o cartoon com um pouco de realismo, PvZ Garden Warfare tem um universo único, com um charme de conquistar qualquer um. E destaque ainda para as texturas utilizadas no jogo, ficam muito bonitas no conjunto.
No Xbox ONE o jogo roda a 900p e 60fps, enquanto que no PS4, o jogo roda a 1080p com 60fps, mas em compensação deixa as texturas um pouco borradas (o que na verdade você só vai perceber se for realizar um teste para isso, durante o jogo é imperceptível). Durante todo o tempo que eu joguei, eu não percebi nenhuma queda de FPS.

A música do jogo é algo típico de um Plants vs. Zombies, o que é bom. Foi bem agradável jogar ouvindo a soundtrack desse jogo (clique aqui para ouvi-lá)

 Conclusão


O que eu posso dizer para concluir essa análise é que eu ainda não cansei desse jogo. Um jogo de tiros que pode ser jogado por qualquer um da família, com um humor típico da série, gráficos lindos e gameplay muito divertido, conseguiu fazer eu me divertir mesmo quando perdia. Pena que é online-only.

Pontos positivos:

-Gráficos muito bonitos

-Um jogo de tiro diferente dos demais

-Classes de personagens divertidas

-Gameplay muito divertido

-DLCs gratuitos


Pontos negativos:

-Sem internet, sem jogo

-Pouco conteúdo em relação aos demais jogos

- Pacotes de figurinhas podem ser frustantes



Nota Final: 8,0
Imagem
3DS: 3609-1513-2829 | NNID: Felipe_Vieir4 | PSN: Feliperpv
Userbars & Cards

Avatar do usuário

Voltar para Outros Consoles

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Google Adsense [Bot] e 6 visitantes