Oculus Quest: headset VR sem fio com sensores integrados pra jogar em qualquer lugar

Discuta sobre outros consoles (PS, XB, PC, Mobile, etc).
Índice do fórum Videogames Outros Consoles
    • + 0

Oculus Quest: headset VR sem fio com sensores integrados pra jogar em qualquer lugar

Mensagempor ari789 » Sáb, 29 Set 2018, 00:27

O Oculus Quest (não confundir com o Jonny) é um headset VR que funciona de forma independente, sem a necessidade de estar conectado a nenhum dispositivo, ou muito menos encaixar um smartphone como no Gear VR, assim como o Oculus Go (que não tem nenhum sensor externo), o Mirage Solo da Lenovo ou o Project Alloy da Intel, que testei na CES do ano passado.

Imagem


O Quest, que até ontem era conhecido pelo codinome Project Santa Cruz, foi apresentado oficialmente por Mark Zuckerberg na Oculus Connect 5, a conferência de realidade virtual da empresa.

O headset conta com quatro sensores externos na parte frontal, e vai ser lançado com os mesmos controles do Oculus Rift para interação com jogos e outros aplicativos em VR. Como o Oculus Go, o Quest também tem seu próprio sistema de som integrado (embora de melhor qualidade), mas de resto, o headset lembra mais o visual do Rift.

Com toda a certeza, seu grande destaque é mesmo o fato de estar livre de fios. Eu entendo a proposta do Oculus Rift e a necessidade dos seus sensores externos e cabos que o ligam a um computador, mas poder circular sem estar preso é algo que certamente pode aumentar e muito a sensação de imersão do gamer.

Tudo bem que tanta liberdade também pode eventualmente causar alguns acidentes domésticos com usuários muito desastrados, pois mesmo que o headset rastreie o ambiente, um choque contra um móvel é sempre uma possibilidade ao jogar um jogo em VR, eu que o diga (aconteceu comigo no exemplo de alguns parágrafos acima).

Sem precisar se preocupar com fios ou em ficar em um pequeno ambiente sendo monitorado por sensores como ao usar o Oculus Rift, o usuário do Quest pode aproveitar uma arena virtual de até 371 metros quadrados, segundo informações da Oculus, o que ajuda a justificar e dar sentido ao seu nome. Quem morar em um loft ou em trabalhar em um armazém com bastante espaço livre, vai poder aproveitar ao máximo esse recurso do headset.

Imagem


Segundo o Verge, a resolução do novo headset é de 1600 x 1440 pixels para cada olho, ou seja, ele tem as mesmas telas do Oculus Go, mas com uma diferença, o Quest conta com ajuste de foco. Como a Oculus está devendo uma nova versão do Rift faz tempo (e o Zuck até brincou sobre isso ontem na sua apresentação), a resolução por olho do Go/Quest é maior que a do Rift, o que faz diferença é a taxa de taxa de atualização, além do detalhe que a tela do Rift é OLED, e a dos Oculus Go/Quest é LCD.

De acordo com o Ars Technica, o Oculus Quest é equipado com um processador Snapdragon 835, ou seja, em termos de desempenho também não dá nem pra pensar em competir com o Rift, que vai rodar jogos e apps em um PC.

A realidade virtual está definitivamente chegando cada vez mais ao mainstream, e neste ano inclusive foi possível assistir a Copa do Mundo da Rússia em VR usando o Oculus Go ou o GearVR, mas apesar das inúmeras possibilidades, seu maior potencial imediato são os games, pelo menos na minha humilde opinião.

A Oculus promete lançar o Oculus Quest com 50 títulos disponíveis, mas um jogo em especial chamou a atenção ao ser confirmado, o primeiro episódio de Vader Immortal: A Star Wars VR Series, que está sendo criado pela ILMxLAB em parceria com o Oculus Studios, e deve chegar ano que vem junto com o headset.

Como este jogo de realidade virtual terá produção executiva e roteiro por conta do craque David Goyer (roteirista da trilogia do Batman do Nolan e também do Homem de Aço de Zack Snyder, mas ninguém é perfeito), vocês podem me considerar oficialmente animado com ele, tanto que escrevi outro post aqui no MB falando só sobre Vader Immortal.

Com o Quest, o trio de produtos da Oculus está finalmente completo, com ele próprio posicionado como um aparelho intermediário; o Oculus Rift no topo da linha, oferecendo uma experiência VR mais realista, porém com a necessidade de sensores externos e cabos; e finalmente o Oculus Go como modelo de entrada a partir de US$ 199 (lá fora). O Gear VR eu deixei propositalmente de fora, pois é uma outra história, trata-se de um headset de nicho, já que faz parte de uma parceria com a Samsung e só funciona com alguns aparelhos.

Os sites da Oculus estão totalmente traduzidos para português, o que mostra que eles estão levando nosso mercado a sério (ou pelo menos, o de Portugal). O preço sugerido do Oculus Quest será o mesmo do Oculus Rift, US$ 399 (nos Estados Unidos), clique aqui para saber maiores detalhes.



Pra quem se interessar pela Oculus e por VR, recomendo assistir o keynote de hoje, com o CEO John Carmack.


E este é o vídeo da apresentação do primeiro dia, quando foi anunciado o Oculus Quest, incluindo a apresentação de Zuck e do VP de VR do Facebook, nosso conterrâneo Hugo Barra.


By : https://meiobit.com/391114/oculus-quest ... -sensores/

O Lance de não precisar de um celular ou de um PC ultra potente me chamou muito a atenção, acho que o que mais ferra os VRs atuais é você ter que pagar o preço de um rim no oculos e ainda ter que investir um pulmão em um PC que aguente :?

Se a qualidade não for tão bosta como a daqueles VRs de celular, pode ser um excelente competidor ao Rift ou VR da Sony :chin:
Imagem

SPOILER

Avatar do usuário

Voltar para Outros Consoles

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 7 visitantes