Qual o ultimo jogo que você jogou/está jogando?

Discuta sobre outros consoles (PS, XB, PC, Mobile, etc).
    • + 0

Mensagempor Prinny » Sáb, 25 Abr 2020, 22:06

Também não consigo chamar o gameplay do jogo de ruim ou apontar problemas nele mesmo, acho que me diverti mais que o Vits até jogando.

Meu problema mesmo foi a falta de variação no gameplay. Eu não sou muito fã de stealth e em vários momentos eu me sentia obrigado a abordar certas partes mais no stealth então acabei ficando enjoado disso. Então na maior parte o gameplay foi "ah legal" pra mim.

Dois momentos bem legais no jogo pra mim foram quando o Joel ficou de ponta cabeça na armadilha e tive que atirar nos clickers ou na """"boss battle"""" contra o David que achei ótima. Se tivessem mais momentos nesse estilo que fugissem dos momentos de stealth/atire e se esconda acho que gostaria bem mais do gameplay. Até mesmo uns puzzles entre essas seções seriam bem vindos.
Imagem

Imagem
Avatar do usuário

    • + 2

Mensagempor lpslucasps » Sáb, 25 Abr 2020, 22:39

Eu gostei mais do gameplay de TLoU do que da história. Não que a história seja ruim, é um clichê muito bem narrado (lembrando que clichê não é algo ruim). Mas eu não consegui simpatizar com as personagens como a maioria. Achei a Ellie uma garota bem insuportável e o arco do Joel bem plano (ele começa como um homem violento que está pouco se fodendo em deixar outras pessoas morrerem pra proteger a sua família e pessoas que ama e termina o jogo como um homem violento que tá pouco se fodendo em deixar outras pessoas morrerem pra proteger as sua família e pessoas que ama).

Por outro lado, a gameplay ficou finíssima. Achei o stealth bem gostosinho e o gunplay muito bom. Sem contar que a Naughty Dogs está de parabéns por ter feito um jogo que é basicamente uma longa scort mission em que a sua escolta não tem tendências suicidas e destrói a jogatina a casa segundo — uma raridade na história dos games.

Sem contar que na questão áudio-visual não tem onde botar defeito, né? Tiraram até a última gota da gpu do PS3.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 2

Mensagempor Mother_Mazza » Sáb, 25 Abr 2020, 22:53

Terminei três games:
-Sly 3: Honour Among Thieves: O jogo não é ruim, mas é definitivamente o mais fraco dos 4 games da série, contendo várias missões longas e tediosas que tomam muito do tempo livre do jogador.

-Sonic Riders: Zero Gravity: Mais simples que o primeiro Riders, mas ainda bem divertido. Enquanto sinto bastante falta do antigo sistema de manobras do antecessor, a mecânica de Gear Change/Gear Parts e manipulação da gravidade ainda faz o gameplay compensar muito.

-Super Mario Galaxy: Um fantástico jogo cheio de charme que é infelizmente prejudicado pela combinação desengonçada do Nunchuk com o Wiimote. Se não fosse por isso, o colocaria no meu top 3 de games do Mario.
Imagem

VISUALSHOCK! SPEEDSHOCK! SOUNDSHOCK!
NOW IS TIME TO THE 68000 HEART ON FIRE!
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor lpslucasps » Dom, 26 Abr 2020, 11:42

Último domingo do mês, então ótima oportunidade postar as atualizações mensais:

Adventures of Lolo 3 (NES) | Tempo de Jogo: ~10h | ⭐⭐½
Imagem
Zerado em 30/03/2020


Um exemplo de que pode-se, sim, ter muito de uma coisa boa. A fórmula da série se mantêm aqui, mas o game é longo demais para seu próprio bem. No final eu já não aguentava mais os puzzles.

The Lost Vikings (SNES) | Tempo de Jogo: ~6h | ⭐⭐⭐
Imagem
Zerado em 31/03/2020


Gostei bem mais do que achei que gostaria, viu? Apesar de ter achado o humor inepto e o visual não muito agradável, tenho que dar o braço a torcer para o puzzle design. Os puzzles são todos bem interessantes e usam muito bem os três personagens. Nota especial para a progressão da dificuldade, que achei na medida certa, sempre deixando o desafio num nível agradável.

Resident Evil 2 (PS) | Tempo de Jogo: ~9h | ⭐⭐⭐½
Imagem
Zerado em 05/04/2020


Esse foi na verdade meu primeiro Resident Evil, e por muito tempo o considerei o melhor RE "clássico". Mas recentemente rejoguei o 1 e, somada a essa revisitação ao 2, reconsiderei minha opinião em alguns pontos. Ainda é um jogaço, com muito conteúdo e variedade sendo trazidos graças as tramas dos dois personagens que se entrecruzam. Mas a delegacia de Raccon City fica devendo bastante para a Mansão Spencer do primeiro jogo da série e o foco mais na ação (e menos nos puzzles) não me apetece muito. Não obstante, como eu disse, continua sendo um excelente game, um verdadeiro clássico que fãs do gênero devem jogar.

Heart of the Alien (SCD) | Tempo de Jogo: 1h05m | ⭐½
Imagem
Zerado em 06/04/2020


Another World é um jogo ruim mas ambicioso, que tenta elevar o "gênero" de platformers realistas de Prince of Persia ao próximo nível estético-narrativo. Já Heart of the Alien é só ruim, mesmo: simplório, desinteressante e sem novas ideias. Pelo menos é curto.

Wario Land II (GBC) | Tempo de Jogo: 3h56m | ⭐⭐⭐
Imagem
Zerado em 11/04/2020


Bem bacaninha. Se comparado ao antecessor, é bem mais focado na exploração do que na plataforma em si, dando ao jogo uma identidade próprio. Diria que foi aqui que Wario passou a ser seu próprio personagem, em vez de uma mera caricatura de Mario.

Trauma Center: Under the Knife (NDS) | Tempo de Jogo: 5h41m | ⭐⭐⭐
Imagem
Zerado em 19/04/2020


Um jogo medíocre em todos os aspectos (visual, áudio, história...) menos um: gameplay. Um dos raros exemplos de game que usa bem a touchscreen do DS e não é da Nintendo. Também muito, muito difícil e estressante - o que faz sentido, você está jogando como um médico cirurgião, afinal.

The Cyber Shinobi (MS) | Tempo de Jogo: ~1h | ⭐
Imagem
Zerado em: 19/04/2020


Tosco.

Mega Man X (SNES) | Tempo de Jogo: ~1h | ⭐⭐⭐⭐⭐
Imagem
Zerado em: 23/04/2020


Provavelmente o jogo que mais zerei na vida - todo santo ano dou pelo menos uma rejogada. Ainda considero o melhor jogo de plataforma 2D da existência, com level design impecável, música obscenamente boa e desafio na medida. Continuo à espera de algo capaz de superá-lo.
Bônus: viciei meu sobrinho em Mega Man, que ficou deslumbrado me assistindo jogar.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 2

Mensagempor Nightwalker » Dom, 26 Abr 2020, 12:08

Joguei muito o Mega Man X de super também, um dos que mais marcou minha infância digamos assim (joguei até quando não tinha um super e tinha que ir naqueles lugares que podia pagar pra jogar por hora). Quando eu peguei o meu, o X na capinha era bem dourado ao invés de amarelo, então eu gostava de chamar ele de "Mega Man X Ouro", adequado, o jogo é gold mesmo.
Imagem


Nintendo switch friend code

SW-2951-0500-7235
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor GrayFox » Dom, 26 Abr 2020, 12:18

Puxando um pouco o gancho da discussão sobre TLoU, estive jogando Uncharted e achei o gameplay meio sem sal. Ainda não cheguei a zerar, mas até agora todos os trechos de aventura e platforming foram bem medíocres e automatizados, enquanto os trechos de tiroteio são mais divertidos e interessantes.
A distância de pulo do Nathan muda de acordo com a necessidade, o que me dá um certo medinho de que ele acabe caindo a princípio, mas que torna tudo isso meio... barato. É só apontar na direção da próxima plataforma e apertar X e ele vai, sem ter muito que considerar. Enquanto um jogo como Assassin's Creed, por exemplo, tem um sistema assim, pelo menos o jogador tem que considerar como percorrer o cenário, visto que ele é aberto e possui várias rotas, enquanto em Uncharted, até onde vi, possui apenas uma.
Mas o gunplay é bem divertido, e há setpieces suficientes pra tornar a experiência mais desafiadora e divertida, e a história é bem agradável.

Mas, enfim.
Nesses últimos tempos, estive mais em um clima de shmups.
Zerei Radirgy, da Milestone, e apesar de ser um jogo relativamente fácil (para os padrões do gênero), o sistema de scoring é bem único e ele é bem tranquilo e agradável de se jogar e rejogar várias vezes. É um bom jogo para passar o tempo e aproveitar casualmente.
Além desse, estive jogando Ikaruga. Ainda não consigo passar da quarta fase, mas o que joguei é suficiente para considerar esse um dos jogos mais polidos que já joguei. Há várias mecânicas que tornam o seu tempo de duração curto mais profundo e com camadas para se aproveitar. A forma como as polaridades funcionam, com um risco x recompensa, em ficar protegido contra a maior quantidade de balas enquanto dá menos dano contra causar mais dano e ficar mais vulnerável, além dos inimigos da mesma polaridade atirarem de volta quando destruídos, a forma como os mísseis funcionam, e ainda tem o sistema de combo. É uma penca de mecânicas que tornam cada tentativa uma experiência intensa e sempre divertida, mesmo sendo um jogo curto e absurdamente difícil.
é bom, na real
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor hayt » Dom, 26 Abr 2020, 13:16

Como eu tinha jogado os três primeiros Uncharted antes do TLOU, eu particularmente vi uma evolução gigante no gameplay. Todavia entendo quem não gosta. Realmente o jogo pode parecer um pouco repetitivo, mas eu acho que ele tem a duração certa para não ser enjoativo. Agora concordo que ele poderia ter mais puzzles.

Sobre RE2, eu concordo em vários aspectos citados. Eu ainda acho o RE1 um pouco melhor. Aliás, são os aspectos do RE1 que me fazem gostar muito do RE7 (embora que esse tenha poucos puzzles).
Imagem
Avatar do usuário

    • + 1

Re:

Mensagempor Arthimura » Dom, 26 Abr 2020, 15:05

GrayFox escreveu:Puxando um pouco o gancho da discussão sobre TLoU, estive jogando Uncharted e achei o gameplay meio sem sal. Ainda não cheguei a zerar, mas até agora todos os trechos de aventura e platforming foram bem medíocres e automatizados, enquanto os trechos de tiroteio são mais divertidos e interessantes.
A distância de pulo do Nathan muda de acordo com a necessidade, o que me dá um certo medinho de que ele acabe caindo a princípio, mas que torna tudo isso meio... barato. É só apontar na direção da próxima plataforma e apertar X e ele vai, sem ter muito que considerar. Enquanto um jogo como Assassin's Creed, por exemplo, tem um sistema assim, pelo menos o jogador tem que considerar como percorrer o cenário, visto que ele é aberto e possui várias rotas, enquanto em Uncharted, até onde vi, possui apenas uma.
Mas o gunplay é bem divertido, e há setpieces suficientes pra tornar a experiência mais desafiadora e divertida, e a história é bem agradável.

Mas, enfim.
Nesses últimos tempos, estive mais em um clima de shmups.
Zerei Radirgy, da Milestone, e apesar de ser um jogo relativamente fácil (para os padrões do gênero), o sistema de scoring é bem único e ele é bem tranquilo e agradável de se jogar e rejogar várias vezes. É um bom jogo para passar o tempo e aproveitar casualmente.
Além desse, estive jogando Ikaruga. Ainda não consigo passar da quarta fase, mas o que joguei é suficiente para considerar esse um dos jogos mais polidos que já joguei. Há várias mecânicas que tornam o seu tempo de duração curto mais profundo e com camadas para se aproveitar. A forma como as polaridades funcionam, com um risco x recompensa, em ficar protegido contra a maior quantidade de balas enquanto dá menos dano contra causar mais dano e ficar mais vulnerável, além dos inimigos da mesma polaridade atirarem de volta quando destruídos, a forma como os mísseis funcionam, e ainda tem o sistema de combo. É uma penca de mecânicas que tornam cada tentativa uma experiência intensa e sempre divertida, mesmo sendo um jogo curto e absurdamente difícil.
é bom, na real


Eu zerei os Uncharted 1, 2, 3 e 4, falta zerar os spinoffs Golden Abyss de PS Vita e o Lost Legacy.

Gosto demais da franquia, é muito comum terem um carinho especial pelo Uncharted 2, mas eu acho que todos os jogos tem uma qualidade muito equilibrada, considerando a época de cada um.

Sobre o ponto que você comentou de ter várias rotas, no Uncharted 2 já começa a ficar bem mais trabalhado a quantidade de formas diferentes que o jogador pode abordar os combates. Eu acho impressionante como no capítulo 5 do Uncharted 2, "Urban Warfare", tem vários caminhos e formas de progredir nos combates, cada vez que joguei esse capítulo descobri caminhos e itens novos.

No Uncharted 4 e, pelo que dizem, no Lost Legacy, tem níveis que tem um design de semi-open world, talvez te agrade. Mas particularmente não faz muita diferença pra mim, como já comentei em outros tópicos, às vezes fico enjoado de jogos de mundo aberto, então hoje em dia aprecio bastante experiências mais direcionadas e bem trabalhadas.

Um ponto que fez um pouco de falta pra mim no Uncharted 4 foi a falta de elementos sobrenaturais, eu considero que era um aspecto importante dos jogos anteriores.
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor GrayFox » Dom, 26 Abr 2020, 17:32

Arthimura escreveu:Eu zerei os Uncharted 1, 2, 3 e 4, falta zerar os spinoffs Golden Abyss de PS Vita e o Lost Legacy.

Gosto demais da franquia, é muito comum terem um carinho especial pelo Uncharted 2, mas eu acho que todos os jogos tem uma qualidade muito equilibrada, considerando a época de cada um.
Sobre o ponto que você comentou de ter várias rotas, no Uncharted 2 já começa a ficar bem mais trabalhado a quantidade de formas diferentes que o jogador pode abordar os combates. Eu acho impressionante como no capítulo 5 do Uncharted 2, "Urban Warfare", tem vários caminhos e formas de progredir nos combates, cada vez que joguei esse capítulo descobri caminhos e itens novos.

Ainda estou no primeiro jogo, pra falar a verdade, e imagino que a qualidade vá melhorando a cada jogo, considerando o histórico da Naughty Dog (Crash 2 sendo uma melhora considerável em relação ao primeiro jogo, por exemplo).

Arthimura escreveu:No Uncharted 4 e, pelo que dizem, no Lost Legacy, tem níveis que tem um design de semi-open world, talvez te agrade. Mas particularmente não faz muita diferença pra mim, como já comentei em outros tópicos, às vezes fico enjoado de jogos de mundo aberto, então hoje em dia aprecio bastante experiências mais direcionadas e bem trabalhadas.

Eu também não gosto muito de open world, meu comentário sobre várias rotas é mais em relação a como ter mais opções em relação a isso podem compensar pelo quão automático é o platforming. O mais ideal seria fazer algo no sentido de Prince of Persia, ou talvez como os primeiros Tomb Raiders. Talvez a intenção dessas sessões seja apenas fazer o jogador relaxar entre cenas de ação, mas a temática à la Tomb Raider me fez achar que esse jogo seria mais focado na aventura. Mas também, sei lá. Acho que é melhor eu jogar até o final e ver a experiência em sua totalidade.
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor vits » Ter, 28 Abr 2020, 12:53

Zerei Turok: Dinosaur Hunter (PC)

Imagem


Junto de Banjoo-Tooie, acredito que Turok tenha sido um dos jogos que eu mais aluguei na minha vida. Mas, não cheguei a zerar ele na época, por causa de uma mistura de falta de habilidade e medo de entrar na água - Aquela névoa me dava nos nervos.

Agora que eu, finalmente, terminei ele. Posso dizer que é um FPS clássico muito bom, na realidade ele é muito melhor do que eu me recordava. A movimentação é rápida, os mapas são grandes e labirínticos, as armas divertidas de usar e a variedade de inimigos é considerável. O único "negativo" fica por conta da dificuldade. Mesmo no hard, trata-se de um jogo bem fácil, tirando as seções de plataforma que podem resultar em morte instantânea, nada no jogo dá trabalho.

Em fim, recomendo pra quem está a procura de um FPS mais clássico. E ele está disponível no XOne e Switch também - A versão do PS4 foi prometida a alguns anos atrás, mas nunca lançada.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor Ryuuma » Qua, 29 Abr 2020, 00:20

lpslucasps escreveu:[center]Mega Man X (SNES) | Tempo de Jogo: ~1h | ⭐⭐⭐⭐⭐
Imagem


Imagem
This game makes my d*ck rock hard.

Megaman X é um jogo que, vez ou outra, estou rejogando. Do inicio do ano pra cá devo ter zerado umas duas vezes, e logo menos acabou escutando algum cover aleatório da musica do Storm Eagle ou do Spark Mandrill e acaba dando vontade de jogar de novo.

Mas no momento, estou jogando sword of mana (outro que devo ter jogado um zilhão de vezes). Dessa vez, o objetivo é "pretejar" todos o monstros possíveis (obviamente, vou dropar antes de fazer isso).
Eu e meus achievements pessoais estúpidos.
Avatar do usuário

    • + 2

Mensagempor Drake1 » Qua, 29 Abr 2020, 01:36

Sobre The Last of Us: Eu gostei bastante do gameplay e achei bem variado (dá para eliminar os inimigos utilizando o stealth, armas brancas, armas de fogo, bombas, sair na porrada e explorar os lugares á procura de suprimentos e colecionáveis), mas concordo que o forte do jogo é o enredo.

E sobre Uncharted: Eu acho o gameplay do TLoU mais variado, mas para mim o gameplay do Uncharted não chega a ficar enjoativo, talvez porque eu não morro muito no jogo e também porque eu fico explorando os lugares a procura de colecionáveis.

Enfim, eu gosto bastante das 2 séries, mas no geral eu prefiro o Uncharted, por achar o jogo mais divertido e também por gostar mais dos personagens e dos vilões (apesar de eu gostar bastante da Ellie). E também de todos os jogos que eu platinei, a série Uncharted foi sem sombra de dúvida as platinas mais prazerosas. (Platinei todos os Uncharted, exceto o Golden Abyss, que não tive a oportunidade de jogar).
Imagem
Avatar do usuário

    • + 1

Re:

Mensagempor hayt » Qua, 29 Abr 2020, 02:01

Drake1 escreveu:Sobre The Last of Us: Eu gostei bastante do gameplay e achei bem variado (dá para eliminar os inimigos utilizando o stealth, armas brancas, armas de fogo, bombas, sair na porrada e explorar os lugares á procura de suprimentos e colecionáveis), mas concordo que o forte do jogo é o enredo.

E sobre Uncharted: Eu acho o gameplay do TLoU mais variado, mas para mim o gameplay do Uncharted não chega a ficar enjoativo, talvez porque eu não morro muito no jogo e também porque eu fico explorando os lugares a procura de colecionáveis.

Enfim, eu gosto bastante das 2 séries, mas no geral eu prefiro o Uncharted, por achar o jogo mais divertido e também por gostar mais dos personagens e dos vilões (apesar de eu gostar bastante da Ellie). E também de todos os jogos que eu platinei, a série Uncharted foi sem sombra de dúvida as platinas mais prazerosa. (Platinei todos os Uncharted, exceto o Golden Abyss, que não tive a oportunidade de jogar).


Eu acho Uncharted realmente mais divertido. O jogo é muito frenético, mas analisando o jogo como um todo, acho que The Last of Us ainda é um pouco melhor.

Incrivelmente, eu acho que a exploração por locais é mais prazerosa no The Last of Us. Não curto procurar colecionável, mas em TLOU eu buscava no cenário justamente os mantimentos. É tanto que em momento nenhum da jogatina eu fiquei sem recursos.

Sobre os personagens, pior que concordo. Eu acho os personagens de Uncharted muito mais carismáticos do que os de TLOU. Não que os de TLOU sejam ruins, eu só prefiro ou de Uncharted. Talvez seja por quê eu goste dos filmes do Indiana Jones, sei lá.

Agora tem um ponto - jogaria de boas novamente qualquer Uncharted, mas não faria isso com TLOU. O grande charme dele é o enredo, quando tu sabe o que vai acontecer, a única coisa que te prende é o gameplay, o qual eu prefiro o do Uncharted.

Ainda não joguei o Uncharted 4. Pode até ser que eu ache ele melhor do que o The Last of Us. Vamos ver :D :D

PS: Ah, antes que os "chatos" do fórum venham reclamar - quando eu disse anteriormente que o gameplay do TLOU é melhor que o Uncharted, me referia aos aspectos técnicos. TLOU funciona bem melhor do que o Uncharted 3, mas em termos de diversão, eu acho o Uncharted mais divertido, por ser mais diversificado (bastar ver Uncharted 2).

ON-TOPIC:

Estou jogando GTA V, quase terminando a main quest. O jogo é legal, mas é MUITO Overhipado. Tipo MUITO MESMO.

Em aspectos técnicos ele fica muito atrás do GTA IV (talvez a única coisa melhor seja os gráficos, mas a IA e a física do GTA V é ridícula, parece até o GTA Vice City). Em termos de história não é o melhor GTA também. Em termos de ambientação também fica atrás do Vice:City. A única coisa que eu achei legal nele foram as missões. Creio que os GTA 3D principais (III, VC, SA, IV e V), seja um dos GTA mais "fracos" (só ganha do III). Não que ele seja um jogo ruim, muito pelo contrário, ele é excelente. Mas pelo o que o pessoal falava sobre ele, esperava muito mais.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 3

Mensagempor Mastxadows » Qui, 30 Abr 2020, 22:09

Jogando Streets of Rage 4, pqp que jogão meusa migos.
A nostalgia bate forte.
Minha equipe atual em Pokémon Ultra Sun
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor Arthimura » Qui, 30 Abr 2020, 22:29

Mastxadows escreveu:Jogando Streets of Rage 4, pqp que jogão meusa migos.
A nostalgia bate forte.


Zerei os três primeiros, gosto bastante da franquia. Acha que vale o preço da PSN (R$93,51)? Achei salgado pra pra um título como esse.

Inveja do Game Pass, deram o jogo no lançamento pelo que fiquei sabendo.
Avatar do usuário

AnteriorPróximo

Voltar para Outros Consoles

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 10 visitantes