Qual o ultimo jogo que você jogou/está jogando?

Discuta sobre outros consoles (PS, XB, PC, Mobile, etc).
    • + 0

Mensagempor GrayFox » Sex, 12 Jul 2019, 20:55

Estive jogando Fire Emblem: Path of Radiance em uma vã tentativa de terminá-lo.
Mais especificamente, estou no capítulo 18.
P u t a que pariu, velho. A Mia é inútil. Ela é incapaz de desviar de qualquer coisa, ela não aguenta dois hits e ainda por cima ela é incapaz de acertar qualquer coisa. Como é que alguém erra com ~90% de chance de acertar?
NOVENTA
DUAS VEZES
NO NORMAL
E ainda tem gente que fica lambendo a buceta dessa criatura das fossas, como se ela fosse a melhor personagem, só porque o design dela é bonitinho e sei lá o que. Gente com tara por cabelo azul que injeta artwork de cipher direto nas veias e que teve uma viagem tão intensa que ficou com dano no cérebro irreversível.

Quando não é ela morrendo, é a Jill.
Eu não aguento mais.
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor Mother_Mazza » Sex, 19 Jul 2019, 01:16

Imagem


Consegui um tempo de sobra para jogar e acabei finalizando Digimon Story: Cyber Sleuth - Hacker's Memory no PS Vita. A discussão sobre Digimon no tópico do Pokémon Sword/Shield me fez sentir saudades do game e finalmente sentar para terminá-lo.

O enredo dele começa com uma atmosfera até normal, mas depois se transforma em algo estranhamente surreal e até complicado perto dos capítulos finais. No entanto, você nunca sente que a trama está tentando ficar excessivamente séria pois há sempre um momento leve e divertido para balancear o clima. Pessoalmente, gostei bastante dela, mesmo demorando um certo tempo para "engatar" de uma vez por todas.

Só há um único problema: Hacker's Memory é uma história paralela e é necessário finalizar o primeiro Cyber Sleuth para compreender algumas cenas, acontecimentos e o papel de certos personagens. Se jogador começar por ele primeiro, verá vários "plot holes" durante as cutscenes.

Falando em gameplay, minha única insatisfação com ele é o reuso massivo de assets do Cyber Sleuth, possuíndo pouquíssimas localizações novas para justificar um lançamento próprio. O jogo possuí alguns Digimons inéditos, animações novas e um rebalanceamento nos golpes mais "quebrados", porém, graças a reciclagem sem-vergonha, se parece mais com uma expansão ou DLC do que algo totalmente novo.
Editado pela última vez por Mother_Mazza em Sáb, 20 Jul 2019, 01:17, em um total de 1 vez.
ImagemImagem

Userbars

Avatar do usuário

    • + 1

Re:

Mensagempor Chazzy » Sex, 19 Jul 2019, 12:41

Mother_Mazza escreveu:
Imagem


porém, graças a reciclagem sem-vergonha, se parece mais com uma expansão ou DLC do que algo totalmente novo.


Parece até uma certa franquia que conheço, que começa com Poké e termina com mon.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 1

Re: Re:

Mensagempor Mother_Mazza » Sex, 19 Jul 2019, 15:37

Chazzy escreveu:
Mother_Mazza escreveu:
Imagem


porém, graças a reciclagem sem-vergonha, se parece mais com uma expansão ou DLC do que algo totalmente novo.


Parece até uma certa franquia que conheço, que começa com Poké e termina com mon.

Hacker's Memory é basicamente o Pokémon Ultra Sun/Ultra Moon de Digimon Story: Material de DLC vendido como sequência para fazer um dindin extra na última hora. :hehe:
ImagemImagem

Userbars

Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Felipe_Vieir4 » Sáb, 20 Jul 2019, 16:53

zerei Ori and the blind forest e o jogo é muito bom, nao esperava mas recomendo
Imagem
3DS: 3609-1513-2829 | NNID: Felipe_Vieir4 | PSN: Feliperpv
Userbars & Cards

Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor Mastxadows » Sáb, 20 Jul 2019, 19:59

Felipe_Vieir4 escreveu:zerei Ori and the blind forest e o jogo é muito bom, nao esperava mas recomendo

Realmente é um jogão.
Minha equipe atual em Pokémon Ultra Sun
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Robert Prado » Seg, 22 Jul 2019, 09:55

Platinados Samurai Shodown e Bloodstained Ritual of the Night

Fazia tempo que eu não fazia uma dobradinha de platina num único mês :hehe:

Dúvida no que jogar, acho que vou tentar platinar Sonic Team Racing e o primeiro Shenmue
Imagem
STEAM

Nintendo 3DS Friend Code: 3454-4180-5860
Nintendo Switch Friend Code: 0371-9094-8528
Street Fighter V ID: john_prado
(quem for adicionar, me manda MP)
Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor ksps2 » Seg, 22 Jul 2019, 15:21

Robert Prado escreveu:Platinados Samurai Shodown e Bloodstained Ritual of the Night

Fazia tempo que eu não fazia uma dobradinha de platina num único mês :hehe:

Dúvida no que jogar, acho que vou tentar platinar Sonic Team Racing e o primeiro Shenmue




sdds mano! :)

Eu to jogando Rhythm Tengoku de GBA.
Avatar do usuário

    • + 0

Re: Re:

Mensagempor Robert Prado » Seg, 22 Jul 2019, 15:43

ksps2 escreveu:
Robert Prado escreveu:Platinados Samurai Shodown e Bloodstained Ritual of the Night

Fazia tempo que eu não fazia uma dobradinha de platina num único mês :hehe:

Dúvida no que jogar, acho que vou tentar platinar Sonic Team Racing e o primeiro Shenmue




sdds mano! :)

Eu to jogando Rhythm Tengoku de GBA.


PORRA KASPAS!
Quanto tempo mano! E pensar que quando você entrou no fórum sua menina não era nascida e hoje está enorme kkk

sdds mano haha
Imagem
STEAM

Nintendo 3DS Friend Code: 3454-4180-5860
Nintendo Switch Friend Code: 0371-9094-8528
Street Fighter V ID: john_prado
(quem for adicionar, me manda MP)
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor Mother_Mazza » Ter, 23 Jul 2019, 20:19

Imagem


Meu backlog está super cheio, mas resolvi continuar a minha jogatina de games de Digimão.

Diferente dos dois Cyber Sleuth, Digimon World - Next Order é um RPG com batalhas em tempo real que contém elementos vindos dos V-pets, ou seja, dos bichos virtuais da franquia. Para cuidar bem dos seus Digimons, deixá-los fortes para batalhas e assegurar uma vida bem longa para eles, você deve treiná-los, dar comida quando necessário, deixar eles se aliviarem no banheiro e entre outras ações que influenciarão vários acontecimentos, incluindo suas digievoluções. Se você jogou Digimon World 1 no PS1 ou os Re-Digitize de PSP e 3DS, terá uma boa ideia de como o gameplay funciona.

Aliás, falando em Digimon World 1, Next Order possuí uma surpresa muito bacana para os fãs do jogo:

SPOILER

ImagemImagem

Userbars

Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor Chazzy » Ter, 23 Jul 2019, 21:26

Mother_Mazza escreveu:
Imagem


Meu backlog está super cheio, mas resolvi continuar a minha jogatina de games de Digimão.

Diferente dos dois Cyber Sleuth, Digimon World - Next Order é um RPG com batalhas em tempo real que contém elementos vindos dos V-pets, ou seja, dos bichos virtuais da franquia. Para cuidar bem dos seus Digimons, deixá-los fortes para batalhas e assegurar uma vida bem longa para eles, você deve treiná-los, dar comida quando necessário, deixar eles se aliviarem no banheiro e entre outras ações que influenciarão vários acontecimentos, incluindo suas digievoluções. Se você jogou Digimon World 1 no PS1 ou os Re-Digitize de PSP e 3DS, terá uma boa ideia de como o gameplay funciona.

Aliás, falando em Digimon World 1, Next Order possuí uma surpresa muito bacana para os fãs do jogo:

SPOILER



Esse jogo pro Vita só tem em jp, né? Acho que o americano só saiu pro PS4, por isso nem joguei.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 1

Re: Re:

Mensagempor Mother_Mazza » Ter, 23 Jul 2019, 21:57

Chazzy escreveu:
Mother_Mazza escreveu:
Imagem


Meu backlog está super cheio, mas resolvi continuar a minha jogatina de games de Digimão.

Diferente dos dois Cyber Sleuth, Digimon World - Next Order é um RPG com batalhas em tempo real que contém elementos vindos dos V-pets, ou seja, dos bichos virtuais da franquia. Para cuidar bem dos seus Digimons, deixá-los fortes para batalhas e assegurar uma vida bem longa para eles, você deve treiná-los, dar comida quando necessário, deixar eles se aliviarem no banheiro e entre outras ações que influenciarão vários acontecimentos, incluindo suas digievoluções. Se você jogou Digimon World 1 no PS1 ou os Re-Digitize de PSP e 3DS, terá uma boa ideia de como o gameplay funciona.

Aliás, falando em Digimon World 1, Next Order possuí uma surpresa muito bacana para os fãs do jogo:

SPOILER



Esse jogo pro Vita só tem em jp, né? Acho que o americano só saiu pro PS4, por isso nem joguei.

A versão do Vita é exclusiva de territórios orientais, mas a localização Chinesa/Asiática quase totalmente em inglês que estou jogando possuí uma história bem engraçada:

Pelo que li em alguns lugares, a tradução estava escondida nos arquivos do jogo e os hackers conseguiram ativá-la após algumas modificações. Ela está semi-completa, com alguns errinhos aqui e ali, mas todos os textos importantes estão em inglês. Até agora, estou conseguindo me virar muito bem.
ImagemImagem

Userbars

Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor vits » Qui, 25 Jul 2019, 14:44

Finalmente terminei Tokyo Xanadu Ex+

Imagem

Eu admito que eu gostei dele, mas isso foi em grande parte graças as dois últimos capítulos. Estes oferecem uma plot mais pessoal e na minha opinião muito mais interessante do que vinha sendo mostrado até o momento. Mas, poderia ter sido ainda melhor se ao longo do jogo houvessem mais dicas apontando para aquela conclusão.

No entanto, existem muitos aspectos desse jogo que poderiam ter sido melhor trabalhados. Por exemplo os personagens e seus relacionamentos, alguns deles são convincentes, porém como o jogo se passa em um período muito curto de tempo (3 meses) e a maioria dos personagens principais não eram amigos ou conhecidos antes dos eventos do game. A sensação é de uma amizade um pouco forçada, com diversos momentos "nós somos amigos" que não convencem. A versão eX+ (PS4/PC) conta com alguns eventos extras que tentam ajudar nessa questão, aprofundando o relacionamento de alguns personagens, o que ajuda, mas não chega a ser o suficiente.

O gameplay também tinha muito potencial de melhora. Pois, ao longo do jogo há eventos que são feitos com alguns membros da equipe e trabalhos que o protagonista realiza a fim de avançar a história. Essas partes teriam sido muito mais interessantes caso apresentassem alguma tipo de interatividade, seja na forma de diálogo com opções ou minigames. Enquanto que os labirintos são uma enorme decepção, sendo que a maioria deles são corredores com alguns becos sem saída que contém tesouros. Alguns possuem seções de plataforma ou armadilhas que devem ser evitadas, mas a variação apresentada dentro deles é muito baixa, sentimento que é amplificado pela enorme quantidade deles ao longo da história.

O combate, por outro lado, é muito divertido. Sua base é exatamente a mesma da de jogos da franquia Ys, porém com combos mais simples e uma maior variedade de ataques especiais. Sendo que os chefes acabam sendo o melhor campo de testes para esse sistema, por se apresentarem em diversos formatos e exigirem que o jogador se adapte aos seus padrões.

No final, ainda que eu tenha gostado de Tokyo Xanadu eX+. Sou obrigado a concordar com todo mundo que diz que esse é o jogo mais fraco que a Falcom fez nos últimos anos. Pois, do ponto de vista da narrativa, eu acho que ele sofre de dois problemas fundamentais, sendo o primeiro o ritmo acelerado com o qual o relacionamento entre os personagens é tratado. Enquanto que o segundo é a ausência de uma "narrativa principal" até os últimos capítulos, fazendo com que o restante do jogo tenha aquela sensação de "filler". Já no gameplay, eles acertaram no combate, mas erraram feio na falta de interação social entre os personagens e no formato dos labirintos.

Dessa forma, eu considero esse um jogo decente, mas diferentemente franquia Ys e Legend of Heroes, não me sinto confortável em recomendar esse jogo para qualquer um. Amantes de aRPG e fâs da Falcom, provavelmente vão ver os melhores aspectos que Tokyo Xanadu eX+ tem para oferecer. Porém, para todos os demais, esse é um jogo que provavelmente vai parecer "arrastado" demais para agradar.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 2

Mensagempor GrayFox » Qui, 25 Jul 2019, 22:36

Zerei Fire Emblem: Path of Radiance.

A parte mais forte do jogo é a história. É bem política e histórica, mas de uma forma bem interessante, que não se vê muito em jogos assim. Nem tudo é o que parece, como o massacre de Serenes, e tudo vai se ligando aos poucos, até que a realidade se torne aparente. Isso não só dá coesão à história, como também dá a ela um grau maior de profundidade, que se aproxima da realidade.
Além disso, Path of Radiance quebra com o padrão da série de vilão cultista que quer ressuscitar a deusa por razões de culto, e todos os vilões são humanos com motivações estabelecidas e distintamente humanas. Sacred Stones, seu predecessor, brincou um pouco com isso, com o Lyon e seus generais, mas esse jogo vai com força total nessa direção, e é bem refrescante ter isso para variar.
O cast, também, é bem desenvolvido e variado. A maior parte deles tem um posicionamento forte em relação à política do jogo, possuindo fortes preconceitos ou lutando contra esses preconceitos, além de terem outros pontos fracos e fortes. Eles brincam bastante com esses conceitos, abordando várias perspectivas sobre o assunto, com desenvolvimentos e resultados diferentes. Meus favoritos, nesse quesito, são a Jill e o Soren.
O único problema, na minha opinião, é o Ike, que é meio sem sal. Mesmo sendo criado nesse contexto, ele não tem nenhum posicionamento forte ou interessante sobre o assunto, e ainda por cima parece que nunca ouviu falar de um laguz ou dessa situação toda na vida dele, e apenas vai descobrindo as coisas com o passar do tempo. Para um mundo tão bem vivido quanto Tellius, poderiam ter feito algo mais interessante com ele, mas seu foco acaba sendo mais sua jornada de assumir a companhia do Greil e derrotar o Black Knight. Essa jornada é bem básica, levando todo o resto do jogo em consideração, mas serve bem como motivador.

Com tudo isso fora do caminho, sobra o gameplay.
Agora, o gameplay tem seus altos e baixos. Gostei das mecânicas introduzidas, como a base, BEXP, skills e etc. No grosso do gameplay, o jogo é bem fraquinho. Os mapas não são abismais ou algo do tipo, mas o jogo é bem fácil e nunca realmente puxa algo especialmente inovador e desafiador, e a maior parte deles não tem objetivos opcionais que você pode buscar para ganhar bônus e coisas interessante, sendo bem straightforward. Então, o jogo acaba ficando fácil demais.
Outro problema é o Ike, de novo. Ele é OP para caralho e no final do jogo consegue matar tudo em um ou dois hits, desviar de quase tudo e se recuperar de qualquer dano com Aether (ou pode dar Resolve e Wrath pra ele, e aí ele começa a invariavelmente one-shottar tudo). No último mapa, só precisei realmente do Ike, Tibarn e Nasir, todo o resto servindo só de quebra-galho, e a batalha final foi bem underwhelming, para o padrão da série, sem nenhum evento grandioso ou super boss (a não ser que jogue no Hard Mode, que não farei nem fodendo).

No geral, Path of Radiance é um dos Fire Emblem mais interessantes da franquia. Apesar do gameplay não ser nada de especial para o padrão da série, definitivamente vale a pena acompanhar essa jornada por uma das histórias mais bem realizadas que já vi em um jogo.

depois de tanto tempo jogando esse jogo, nem sei mais o que jogo :dog:
Avatar do usuário

    • + 0

Re: Qual o ultimo jogo que você jogou/está jogando?

Mensagempor Arthimura » Sáb, 27 Jul 2019, 02:49

Finalmente consegui gente pra concluir a incursão Leviatã na dificuldade Prestígio, no Destiny 2. Terminei agora há pouco. Agora minha Platina está garantida nesse jogo, só preciso upar um Caçador e um Arcano.

Pior que esse troféu de precisar concluir a incursão no Prestígio não era assim no lançamento, mudaram a descrição do troféu pra deixá-lo mais difícil. Antes bastava concluir um Anoitecer na dificuldade Prestígio.

Não é fácil concluir essa incursão, principalmente nessa dificuldade, precisa de um bom conhecimento das mecânicas e principalmente de uma equipe com boa comunicação.
Avatar do usuário

AnteriorPróximo

Voltar para Outros Consoles

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 4 visitantes