Qual o ultimo jogo que você jogou/está jogando?

Discuta sobre outros consoles (PS, XB, PC, Mobile, etc).
Índice do fórum Videogames Outros Consoles
    • + 0

Mensagempor vits » Dom, 17 Fev 2019, 12:04

Apex Legends:

Imagem


Até esse jogo aparecer, eu nunca considerei o gênero Battle Royale como algo divertido. Mas, a combinação de mobilidade, com as habilidades especificas dos personagens e formato de esquadrões acabaram por torna-lo em um dos meus jogos de tiro favoritos.

O único problema do jogo é a Origin, o serviço melhorou bastante desde a última vez que eu usei (2011). Mas, ainda é muito lento e cheio de bugs, por exemplo o pessoal que eu adicionei como amigos só apareceram depois que eu fiz login pelo site...

Catherine Classic:

Imagem


É exatamente o mesmo jogo que eu tenho no X360, mas com algumas melhorias visuais e possibilidade de se usar o voice over japonês. Continua tão divertido e bizarro quanto era na época, além de ter sido extremamente barato já que eu consegui fazer quase R$20 vendendo cartinhas do jogo quando elas estavam inflacionadas.

O único problema é que o jogo não está completamente a 60fps como prometido pela Sega Europe, a taxa ainda trava em 30fps durante os quebra-cabeças.


Yakuza 0:

Imagem

Eu tenho muita pouco experiência com essa série, mas por enquanto estou me divertindo bastante com o combate e com a história. É um jogo extremamente over the top, com minigames por toda parte.

Todavia, as primeiras duas horas dele são péssimas. Com muito diálogo e pouca liberdade para o jogador.

The Mean Greens - Plastic Warfare:

Imagem


Se trata de um jogo tiro em terceira pessoa, baseado na franquia Army man, que coloca dois times de 5 jogadores pra se digladiarem em arenas como uma pia de cozinha, um quintal, etc... Pra todos os efeitos é um jogo extremamente clássico, com lista de servidores, sem sistema de progressão ou aprimoramento. Você cai no mapa e já começa a descer chumbo nos inimigos.

O grande problema é que não tem nenhum servidor SA, então a latência acaba sendo muito alta.

----------------------------------------------

A parte triste e boa, é que eu já joguei quase tantos jogos nesses últimos dois meses que eu joguei durante 2018 inteiro.... :ferrou:
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Mastxadows » Dom, 17 Fev 2019, 19:34

Joguei mais um pouco de Crackdown 3 e não é que eu to curtindo essa bagaça?
É bem divertido depois que libera o dash aéreo, se mover pela cidade fica muito rápido e tem umas armas legais, eu to usando uma arma que atira um lazer de fogo(que causa muito dano), um lança mísseis teleguiado e uma arma que atira um tiro que se separa em vários outros tiros que explodem, causando um bom dano numa área considerável.
E a ação é interminável, parece um filme do Michael Bay com uma dose de anabolizante e testosterona.
A Microsoft andou fazendo alguns jogos assim, tecnicamente medíocre mas divertido, espero que com os novos estúdios venha jogo tecnicamente incríveis e divertidos, aí sim.

E joguei um pouco de Sea of Thieves, joguei solo em um barco pequeno, só escolhi meu carinha e fiz uma missão de achar um tesouro numa ilha, parece legal de jogar.

Sem o gamepass eu nunca sequer chegaria perto de nenhum desses dois jogos.
Minha equipe atual em Pokémon Ultra Sun
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Nightwalker » Seg, 18 Fev 2019, 17:18

Peguei a demo de Daemon X Machina, ainda faltam algumas missões.

Para a demo as opções para criação de um avatar eram um tanto limitadas, mas por sorte, o que tinha me permitiu criar um avatar muito parecido com um dos 3 personagens que eu tinha criado/desenhado para uma história que eu inventei:

Imagem


E é claro, pintei meu Arsenal para ficar de acordo:

Imagem

Imagem



Imagem



Assim que começou a missão de teste, eu percebi que o jogo tem diversos comandos, o que faz levar um tempo para aprender, e ainda, notei que o controle padrão tinha algumas coisas meio estranhas digamos assim, logo já fui logo no options pra customizar os comandos. O comando descend (descer quando estiver voando com o Arsenal), era originalmente no clickando o analógico esquerdo. Achei isso estranho então mudei. Minha configuração fez as seguintes mudanças:

Jump/Ascend deixou de ser no B e foi para o RZ, e o descend deixou de ser click no analógico esquerdo, pra ser o botão LZ. Pra min ficou muito mais fácil de voar com o arsenal assim.

Arma direita foi para o botão R e arma esquerda foi para o botão L.

Shoulder weapon eu coloquei para ser clickar o analógico direito, funciona bem nesse botão porque os misseis não são rapid fire.

auxiliar weapon, eu coloquei para clickar analógico esquerdo, fazendo assim um par com a shoulder weapon.

Depois de jogar um tanto, achei a HUD um pouco suja, e vi que também dava pra customizar ela. E nossa, da pra mudar tudo de lugar.

Originalmente era assim:

Imagem


Imagem


Eu achava dificil ver qual munição era de qual arma de forma rápida, sem contar que fica quase no meio da tela, e aqueles icones em formato de hexagono em baixo da stamina, era dificil de dizer qual é qual (eles indicam as condições da cabeça, tronco, braço direito, braço esquerdo, e pernas do Arsenal).

Ai eu mudei pra deixar assim:

Imagem


Primeiro coloquei o HP, Stamina, Femto e mini-map um poquinho mais pro canto pra liberar mais o meio da tela.Os icones que mostram as condições do arsenal, eu levei pro canto superior esquerdo e "montei o Exódia", desse jeito ficou muito mais fácil de saber qual ícone é qual parte do corpo do Arsenal. Os ícones de munição que ficavam no meio da tela eu movi. O da arma direita, eu coloquei no canto direito (inferior), e o mesmo pra arma do ombro (já que eu ativo ela com o click do analógico direito). O da arma esquerda foi pro canto esquerdo (infeior) da tela, e o mesmo para a arma auxiliar (já que eu ativo ela com o click do analógico esquerdo). Desse jeito ficou muito mais intuitivo saber qual munição é de qual arma.

O visual no jogo no dock é bonito, mas acho que seria bom um anti-aliasing mais forte. Embora as texturas sejam simples, quando não tem serrilhado fica bonito, mas quando aparece serrilhado deixa um pouco a desejar. No undocked parece que não tem anti-aliasing, achei meio zuado. Também notei quedas de frame na luta contra um boss. Mas esses detalhes técnicos podem ser corrigidos no jogo mesmo, a demo beta era de se esperar ter alguns probleminhas.

Gostei bastante no combate no chão com o Arsenal, aquela movimentão em skate dele é muito estilosa.

Como a Mazza havia me dito, há muitos equipes a se administrar e eles afetam poder, mobilidade e etc, então o jogo será uma constante otimização de partes pra ficar cada vez mais forte.

Visto que não é todo mundo que tem paciência de entrar em menus pra customizar controle e HUD, seria legal se as opções standard fossem melhores, então vou mandar isso como feedback para os desenvolvedores. Outra coisa que me chamou a atenção é que a munição que é drop dos inimigos, cai até o chão, te forçando a ir buscar a munição. Talvez fosse melhor se a munição ficasse flutuando no lugar onde o inimigo morreu, mas tenho que pensar mais sobre isso.
Imagem


Kunihiko Tanaka


Nintendo switch friend code

SW-2951-0500-7235
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Chazzy » Ter, 19 Fev 2019, 06:59

Eu to viciado no Ragnarok Mobile, socorro.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 4

Mensagempor Crash10 » Qua, 20 Fev 2019, 00:10

Zerei mais dois jogos novos depois do Sonic Generations (e o modo Encore do Mania Plus mas vou pular falar desse, é uma boa DLC que eu recomendo pra quem tem o jogo base). Vou falar um pouco do que achei sobre eles e falar um pouco de outro que estou começando:

Imagem

SPOILER



Imagem

SPOILER



Imagem

SPOILER



Eu gosto de falar muito eu sei, disgurpi.
Imagem
Por Pedrock

Userbars

Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Mastxadows » Qua, 20 Fev 2019, 21:17

Desisti no último chefe do Crackdown 3, pelo amor de deus, ninguém testou essa luta antes de lançar o jogo?
Só tem alguns segundos pra acertar o chefe antes de ter que esperar um tempão pra ele ficar vulnerável de novo, e fica dezenas de inimigos atirando de todos os lados a todo momento durante a luta e não adianta matar eles que mais surgem a todo momento e começa a vir uns grandões de barreira com uma arma que atira explosivos que tiram quase meia vida cada tiro.
Morri uma cacetada de vezes desse jeito, do nada levo bilhões de tiros e explosões e morro, chega, eu gostei do jogo mas não jogo pra me estressar desse jeito.

PQP.

Edit:Joguei um pouco de Call of Duty Black Ops 4, joguei o modo Blackout(battle royale), muito superior ao Fortnite, sem comparação.
Minha equipe atual em Pokémon Ultra Sun
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor Chazzy » Qua, 20 Fev 2019, 22:54

Mastxadows escreveu:Desisti no último chefe do Crackdown 3, pelo amor de deus, ninguém testou essa luta antes de lançar o jogo?
Só tem alguns segundos pra acertar o chefe antes de ter que esperar um tempão pra ele ficar vulnerável de novo, e fica dezenas de inimigos atirando de todos os lados a todo momento durante a luta e não adianta matar eles que mais surgem a todo momento e começa a vir uns grandões de barreira com uma arma que atira explosivos que tiram quase meia vida cada tiro.
Morri uma cacetada de vezes desse jeito, do nada levo bilhões de tiros e explosões e morro, chega, eu gostei do jogo mas não jogo pra me estressar desse jeito.

PQP.

Edit:Joguei um pouco de Call of Duty Black Ops 4, joguei o modo Blackout(battle royale), muito superior ao Fortnite, sem comparação.


Tá achando o que do Crackdown? Não joguei ainda.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 1

Re: Re:

Mensagempor Mastxadows » Qua, 20 Fev 2019, 23:27

Chazzy escreveu:
Mastxadows escreveu:Desisti no último chefe do Crackdown 3, pelo amor de deus, ninguém testou essa luta antes de lançar o jogo?
Só tem alguns segundos pra acertar o chefe antes de ter que esperar um tempão pra ele ficar vulnerável de novo, e fica dezenas de inimigos atirando de todos os lados a todo momento durante a luta e não adianta matar eles que mais surgem a todo momento e começa a vir uns grandões de barreira com uma arma que atira explosivos que tiram quase meia vida cada tiro.
Morri uma cacetada de vezes desse jeito, do nada levo bilhões de tiros e explosões e morro, chega, eu gostei do jogo mas não jogo pra me estressar desse jeito.

PQP.

Edit:Joguei um pouco de Call of Duty Black Ops 4, joguei o modo Blackout(battle royale), muito superior ao Fortnite, sem comparação.


Tá achando o que do Crackdown? Não joguei ainda.

É um bom jogo, bem, divertido, só o que não gostei foi esse último chefe ridículo.
Minha equipe atual em Pokémon Ultra Sun
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Mother_Mazza » Sex, 01 Mar 2019, 22:26

Meu backlog está bem lotado, mas o que joguei e terminei até agora:

- Berserk and the Band of the Hawk (PS Vita): Musou (ex: Fire Emblem Warriors e Hyrule Warriors) de Berserk que se passa durante vários arcos do mangá. O jogo sofre com alguns problemas e, tirando alguns poucos elementos, é idêntico a todos os Musou da Koei Tecmo, mas, por ser fã do gênero e de Berserk, estou engolindo tudo com muito gosto. :hehe:

- Pocahontas (Mega Drive): Puzzle plataformer bem curto, fácil e com uma pixel art maravilhosa, cheia de cores vivas. Um joguinho bem bacana para relaxar.

-Tearaway (PS Vita): O game não é ruim, mas tenho um problema bem engraçado com ele: Toda vez que vou jogá-lo, fico com um sono incrivelmente pesado, como se alguém tivesse jogado um bloco de concreto na minha cabeça. Quase deixei o Vita cair umas duas vezes por "apagar" do nada.

Uma vez, li um comentário comparando ele com uma Tech Demo e, pessoalmente, em alguns pontos, ele realmente me parece mais uma "demonstração" das funções do aparelho do que um algo feito para entreter.

-Guilty Gear XX: Accent Core Plus R (PS Vita): Sou fã da série há muitos anos, mas sempre fui uma jogadora terrível. Sabendo disso, estou treinando através de "tutoriais" e guias para ver se fico boa.

O resto do meu backlog:
- Paper Mario: The Thousand Year Door: Parei na caverna da ilha onde você batalha o Cortez.
- Sonic Heroes: Preciso terminar as partes do Team Chaotix (a pior e mais chata) e Team Rose.
- Spark The Electric Jester: Tenho que terminar a história do Fark.

Haviam mais games, mas, como tive que reprogramar o Vita após perder todos os meus jogos e saves no SD, perdi tudo. :aff:
Imagem

Userbars

Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Mastxadows » Sáb, 02 Mar 2019, 22:28

Terminei a história principal do Anthem(tem mais coisas pra fazer mas é secundário), a história é interessante mas é pequena e rushada, os personagens são legais.
Mas o bom mesmo é os gráficos(que não são nem de perto aqueles da E3 mas ainda assim são lindos) e o gameplay, o gameplay desse jogo é sensacional, é tão fácil se movimentar e combater com as armaduras seja na terra, ar ou água, as 4 armaduras são bem distintas entre si e bem diferentes de se jogar.
Eu amei esse jogo.
Minha equipe atual em Pokémon Ultra Sun
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor Arthimura » Dom, 03 Mar 2019, 04:39

Mastxadows escreveu:Desisti no último chefe do Crackdown 3, pelo amor de deus, ninguém testou essa luta antes de lançar o jogo?
Só tem alguns segundos pra acertar o chefe antes de ter que esperar um tempão pra ele ficar vulnerável de novo, e fica dezenas de inimigos atirando de todos os lados a todo momento durante a luta e não adianta matar eles que mais surgem a todo momento e começa a vir uns grandões de barreira com uma arma que atira explosivos que tiram quase meia vida cada tiro.
Morri uma cacetada de vezes desse jeito, do nada levo bilhões de tiros e explosões e morro, chega, eu gostei do jogo mas não jogo pra me estressar desse jeito.

PQP.

Edit:Joguei um pouco de Call of Duty Black Ops 4, joguei o modo Blackout(battle royale), muito superior ao Fortnite, sem comparação.


Acabei de zerar o Crackudão 3. Sério que você teve dificuldade na última luta a ponto de desistir?

Eu usei a Minigun, é só quando ela planar pelo meio do cenário você atirar no corpo do dragão, e enquanto ela está voando pelo cenário você fica usando aquele golpe de pular e socar o chão nos grupos de inimigos, que recupera uma quantia boa de vida e derruba os inimigos.

Se tiver com muita dificuldade pode usar a granada que cura vida também.

Eu até que gostei do jogo, eu me diverti com a jogabilidade e claramente muito jornalistinha criticou só pra entrar na onda sem nem entender a proposta do jogo. Mas realmente é um jogo bem fraco e curto, merece uma nota na casa dos 60 mesmo. Se tratando de gráficos, animações e detalhes do mundo parece mais um jogo da geração do PlayStation 3.

Deve ter dado alguma coisa muito errada no desenvolvimento desse jogo, por isso que liberaram no Game Pass logo de cara.
Avatar do usuário

    • + 0

Re: Re:

Mensagempor Mastxadows » Dom, 03 Mar 2019, 09:08

Arthimura escreveu:
Mastxadows escreveu:Desisti no último chefe do Crackdown 3, pelo amor de deus, ninguém testou essa luta antes de lançar o jogo?
Só tem alguns segundos pra acertar o chefe antes de ter que esperar um tempão pra ele ficar vulnerável de novo, e fica dezenas de inimigos atirando de todos os lados a todo momento durante a luta e não adianta matar eles que mais surgem a todo momento e começa a vir uns grandões de barreira com uma arma que atira explosivos que tiram quase meia vida cada tiro.
Morri uma cacetada de vezes desse jeito, do nada levo bilhões de tiros e explosões e morro, chega, eu gostei do jogo mas não jogo pra me estressar desse jeito.

PQP.

Edit:Joguei um pouco de Call of Duty Black Ops 4, joguei o modo Blackout(battle royale), muito superior ao Fortnite, sem comparação.


Acabei de zerar o Crackudão 3. Sério que você teve dificuldade na última luta a ponto de desistir?

Eu usei a Minigun, é só quando ela planar pelo meio do cenário você atirar no corpo do dragão, e enquanto ela está voando pelo cenário você fica usando aquele golpe de pular e socar o chão nos grupos de inimigos, que recupera uma quantia boa de vida e derruba os inimigos.

Se tiver com muita dificuldade pode usar a granada que cura vida também.

Eu até que gostei do jogo, eu me diverti com a jogabilidade e claramente muito jornalistinha criticou só pra entrar na onda sem nem entender a proposta do jogo. Mas realmente é um jogo bem fraco e curto, merece uma nota na casa dos 60 mesmo. Se tratando de gráficos, animações e detalhes do mundo parece mais um jogo da geração do PlayStation 3.

Deve ter dado alguma coisa muito errada no desenvolvimento desse jogo, por isso que liberaram no Game Pass logo de cara.

Sério, eu fiquei extremamente putasso nessa luta, nem pensei nesse golpe do soco no chão já que quase não usei isso durante o game. :loles:
Minha equipe atual em Pokémon Ultra Sun
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Prinny » Dom, 03 Mar 2019, 19:45

Zerei Psychonauts

A decisão de fazer o jogo se passar dentre de mentes é de fato o melhor ponto do jogo mesmo. Os mundos sendo assim, abrem muito a criatividade pro level design e ainda mais abre muito a possibilidade de explorar os personagens através do level design, o que é muito legal e o jogo faz ambas essas coisas. Eu adoro como todos os mundos contam um pouco sobre cada personagem na maneira que eles são construídos e até nas gimmicks.

Visualmente eu acho que o jogo envelheceu muito bem. Ele tem um visual bizarro que combina bem com o tom do jogo, e fez com que ele não fique feio. Jogando no PC toda hora eu ficava "nossa o jogo é bonito". As texturas também são bem legais.

O pacing da história é ótimo. Toda hora você quer saber mais sobre os personagens, descobrir mais coisas sobre o universo, enfim ver mais coisas do plot. Não teve nenhum momento que eu vi que foi "enrolação" ou algo assim.

Dos pontos negativos eu já não posso falar o mesmo do pacing do gameplay. Basicamente acho que o jogo não sabe bem o que fazer com o gameplay em alguns momentos. Em uma hora você está em um local com platforming normal, depois você tem que ficar desativando umas coisas em uma área com spam de inimigo e outra você tem que farmar as malditas 800 coisas roxas. É meio cansativo em alguns momentos.

Outra coisa que me incomodou foi a linearidade dos mundos. Sou a ultima pessoa que reclama de linearidade em jogos, mas achei alguns mundos lineares demais. Um exemplo é Black Velveltopia, que é literalmente um grande corredor. É sério. E isso me leva a que, por mais que eu ache os mundos super criativos e goste bastante do design deles, acho que a maioria não sabe usar muito bem isso. Black Velvetopia mesmo, podia muito bem ser o meu mundo favorito. Eu amei o visual de coisas mexicanas e tourada que o mundo tem. Mas ele é bem chato de "explorar" por ser basicamente um corredor . The Milkman Conspiracy é outro que acho que seria incrível se as missões não fossem basicamente ficar indo de um lado pro outro levando itens.

E por fim, o platforming do jogo me irrita em vários momentos. O Raz tem controles super legais, mas em umas horas a câmera não colabora e as plataformas são colocadas em locais ridículos.

Enfim, gostei do jogo pela criatividade dele apesar de ter uns vários problemas.
Daria um 7,5/10, talvez um 8/10
Imagem

Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor GrayFox » Dom, 03 Mar 2019, 21:25

Mother_Mazza escreveu:Berserk and the Band of the Hawk (PS Vita): Musou (ex: Fire Emblem Warriors e Hyrule Warriors) de Berserk que se passa durante vários arcos do mangá. O jogo sofre com alguns problemas e, tirando alguns poucos elementos, é idêntico a todos os Musou da Koei Tecmo, mas, por ser fã do gênero e de Berserk, estou engolindo tudo com muito gosto. :hehe:

Vale a pena pegar esse jogo? Não tenho muita experiência com Musou (só joguei o Sengoku Basara original há uns 10 anos atrás), mas queria experimentar e gosto bastante de Berserk...
...mas esse preço...
:dog:
Avatar do usuário

    • + 1

Re: Re:

Mensagempor Mother_Mazza » Seg, 04 Mar 2019, 19:53

Prinny: Poxa, junto com o Gloria's Theatre, Black Velvetopia e The Milkman Conspiracy são os meus níveis favoritos do jogo. O último então é uma das fases mais divertidas e engraçadas que já vi em qualquer platformer.

Pessoalmente, diria que o pior e mais linear mundo do game é o Waterloo World pois o design dele é feito totalmente em cima dos objetivos ao invés de encorajar exploração.

GrayFox escreveu:
Mother_Mazza escreveu:Berserk and the Band of the Hawk (PS Vita): Musou (ex: Fire Emblem Warriors e Hyrule Warriors) de Berserk que se passa durante vários arcos do mangá. O jogo sofre com alguns problemas e, tirando alguns poucos elementos, é idêntico a todos os Musou da Koei Tecmo, mas, por ser fã do gênero e de Berserk, estou engolindo tudo com muito gosto. :hehe:

Vale a pena pegar esse jogo? Não tenho muita experiência com Musou (só joguei o Sengoku Basara original há uns 10 anos atrás), mas queria experimentar e gosto bastante de Berserk...
...mas esse preço...
:dog:

Sengoku Basara é uma das minhas séries favoritas de Musou. Sinto muita falta dela. :P

A maioria dos games desse gênero são idênticos uns aos outros, mudando somente o tema e, algumas vezes, certas mecânicas, então, você não perdeu muita coisa. Os da Koei Tecmo, por exemplo, são todos derivados de Dynasty Warriors, e esse do Berserk não é diferente.

Pessoalmente, enquanto gostei muito do jogo, acho que está longe de valer os R$105,00 da Steam pois ele possui vários problemas: A câmera do jogo gosta de "engasgar" algumas vezes, a qualidade das cutscenes não é lá muito boa e além do gameplay ser super simples, repetitivo (várias missões se passam nos mesmos cenários), é, como mencionei, derivado de outro game sem muitas adições. Ao meu ver, ele vale no máximo R$35,00.
Imagem

Userbars

Avatar do usuário

AnteriorPróximo

Voltar para Outros Consoles

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Google Adsense [Bot] e 6 visitantes