[REVIEW/SAT] Virtua Cop

Aqui é o lar da nostalgia! Relembre seus clássicos favoritos e exiba sua coleção para todos do Fórum!
Índice do fórum Videogames Retro Blast
    • + 0

[REVIEW/SAT] Virtua Cop

Mensagempor hayt » Sáb, 25 Fev 2017, 15:28

Imagem
VIRTUA COP
LANÇAMENTO: 1994 (Arcade) 1995 (Sega Saturno)
PRODUTORA: SEGA/AM2

Algo sempre me incomodou um pouco: por que nunca vemos análise de jogos de SEGA Saturno? Por exemplo, não é incomum encontrarmos análises de jogos de Mega Drive, Super Nintendo e de até consoles menos conhecidos, mas quase nada do velho renegado da SEGA. Concordo que muitos Seguistas esquecem esse console, mas convenhamos, ele possui uma quantidade muito boa de ports de jogos de fliperama. Um desses jogos, que fez muito sucesso no fliperama e foi convertido pela SEGA para o Saturno é o Virtua Cop.


Imagem


Virtua Cop é jogo de do estilo Railgun. A sua única preocupação é a movimentação da mira. No fliperama esses jogos geralmente eram compostos pela cabina e uma pistola. Não existiam comandos em botões na cabina, a não ser o botão de Start do jogo.

Lançado em 1994 pela SEGA, Virtua Cop inovou por trazer polígonos ao jogos desse estilo. Foi bastante popular e teve algumas sequência. Inspirou também outro jogo da SEGA - The House of The Dead. Além disso inspirou um pouco os programadores da Rare no desenvolvimento de GoldenEye 007 (ver: http://www.joystiq.com/2012/09/03/james ... goldeneye/ ). Era um jogo bem simples, mas muito divertido.


Imagem


Em 1995 a SEGA resolve portar esse jogo para o SEGA Saturno, o seu recém lançado console de 32-bits. É dessa versão que falaremos.

No Fliperama, Virtua Cop possuía uma pistola onde o jogador deveria mirar nos inimigos na tela e apertar o gatilho. Apesar do Saturno ter uma pistola assim, muitos jogavam no controle mesmo. Quando se utiliza o controle convencional, o direcional é o que move a mira. O botão A atira, o botão B acelera um pouco a mira do jogo e o C "recarregava" a arma. Coloco "Recarregava" entre aspas pois é necessário dois toques rápidos no botão para recarregar. Não sei o que diabos a SEGA estava pensando quando obrigou o duplo toque no botão C para a recarga, mas para piorar, o jogo tem recarga manual. Ou seja "abiguinho", quando as balinhas chegaram ao fim, você tem que recarregar a sua arma manualmente.


Imagem


O recarregamento manual não é um problema, a não ser o maldito duplo toque no botão C para  executa-ló. Pode parecer besteira, mas não é. Provavelmente você vai morrer muito tentando recarregar a arma, quando ao mesmo tempo, o narrador do jogo fica falando RELOAD feito um idiota! Ainda bem que isso foi corrigido nas sequencias do jogo, inclusive no remake do primeiro jogo ao PS2.


Imagem


Tirando esse pequeno detalhe, a jogabilidade do jogo é boa. Os comandos respondem bem. A mira é bem precisa e você se sente um RAMBO jogando Virtua Cop.

Contudo se você gosta de histórias bem elaboradas e enredo incrível, fuga de Virtua Cop. O jogo mal tem enredo - basicamente você é um policial que deve impedir os crimes cometidos pela E.V.L Inc. Contudo o jogo compensa na diversão. É extremamente divertido sair atirando em bandidões e combater o mal. Sabe quando  você era moleque e queria ser policial? (bem eu sempre quis ser o bandido) Virtua Cop vai realizar o seu sonho.


Imagem


Graficamente os mais jovens podem achar esse jogo feio. Mas calma ai, o jogo foi lançado em 1994. Os gráficos eram lindos para época. Os detalhes eram impecáveis, os modelos eram muito bem construídos. Além disso o cenário era, de certa forma, um pouco interativo. Por exemplo, há uma fase onde é possível quebrar as telas dos monitores de uma sala. Isso era simplesmente incrível. O problema é a maldita mira... Tinham cor pior para colocar do que azul?? Tipo, o céu é azul. O mar é azul. Alguns caminhões do jogo são azuis, então por que diabos colocaram azul???

A trilha sonora de Virtua Cop não é primorosa, mas é bem legal. As músicas se encaixam bem no jogo e os efeitos sonoros são bem razoáveis.




Virtua Cop é bem curtinho. Uns 30 minutos dá para zerar de boa. O jogo possui apenas 3 estágios, onde cada estágios tem 3 cenas. Dizendo a verdade, isso é bem razoável, já que o jogo é port de fliperama, onde, evidentemente, ninguém ficaria mais de duas horas jogando a mesma máquina (principalmente por quê joga-se de pé). Contudo o port para o Saturno poderia ter algumas fases a mais.


Imagem


Virtua Cop é um jogo muito divertido, porém não traz nada demais. Tirando alguns defeitos, é um dos melhores jogos do Saturno. Contudo, se você é ligado na história do jogo, o Virtua Cop talvez não seja a melhor opção para você. Caso você seja mais ligado a uma jogatina casual e divertida, Virtua Cop é uma boa escolha. Minha dica, embora, é pular a versão do Saturno e ir logo para o remake lançado para o PS2, onde o jogo está muito melhor.
Imagem
Avatar do usuário

Voltar para Retro Blast

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Google [Bot] e 5 visitantes