Qual era o seu Nintendo brasileiro preferido?

Aqui é o lar da nostalgia! Relembre seus clássicos favoritos e exiba sua coleção para todos do Fórum!
Índice do fórum Videogames Retro Blast
    • + 0

Qual era o seu Nintendo brasileiro preferido?

Mensagempor Sonymaster » Dom, 21 Abr 2019, 13:20

Pelo menos no Brasil o Nintendo foi o maior sucesso, mas sem a Nintendo. Tudo graças a vários clones nacionais que rodavam jogos do sistema 8-bit. Vamos relembrar de alguns?

O NES é a cara da década de 1980 e todos nós concordamos com isso. O console da Nintendo foi um divisor de águas naquele período e praticamente reinventou a indústria de videogames em seu momento de maior crise, em 1984. Super Mario, Zelda, Mega Man e tantos outros começaram sua história no Nintendinho.

Imagem


O Nintendinho também fez história no Brasil, mas de maneira bem diferente dos outros países: vivíamos em meio ao fim da ditadura e com o movimento Diretas Já fazendo com que a democracia fosse estabelecida em nosso país. Com o poder conservador ainda emitindo as leis, tínhamos a Reserva de Mercado, que entre várias restrições, proibia a importação de videogames no Brasil.

Tanto é que a Sega só lançou seus videogames por aqui graças a eterna parceria com a Tectoy, que fabricava, dava suporte e fazia as propagandas de Master System e depois do Mega Drive. A Nintendo por sua vez, não demonstrou interesse nenhum em fazer parcerias neste sentido na época (fazendo depois parceria com a Playtronic em 1993 e lançando oficialmente produtos da empresa por aqui durante alguns anos).

Com o desinteresse da Nintendo e o apoio do governo, empresas brasileiras começaram a fabricar os seus próprios videogames compatíveis com o NES e isso incluía jogos, acessórios e muito mais. Devido a isto, jogadores brasileiros podiam ter várias opções de Nintendinho, agradando bolsos e gostos.

Como um feliz proprietário de um Dynavision 3 (instalado e pronto para o jogo), convido você a relembrar alguns dos Nintendinhos brasileiros que foram sonho de consumo das crianças da década de 1980.

Imagem

O Dynavision foi o primeiro. Não contente de clonar o console da Nintendo ainda clonou também a fonte do filme Indiana Jones na caixa do aparelho. Mas foi quem “trouxe a Nintendo” ao Brasil em 1989. Seu primeiro modelo tinha uma alavanca e um botão select no console (como no Master System). Os anos foram se passando e Dynavisions 2, 3, 4, Radical e afins popularizaram ainda mais a marca que foi muito querida entre os games desta época.

Um dos fatores de sucesso do console foi o suporte a cartuchos dos dois padrões de NES, o americano e o japonês. A Dynacom continuou lançando versões de seus consoles até o fim da companhia, em 2011. E lembre-se: o Dynavision é “quase um Playstation 2”.

Imagem

E além do Dynavision, a Dynacom produzia também o Handyvision, um “portátil”. O console era prático e cabia “em qualquer mala, mas para jogar, era preciso ligar o console na TV por frequência de rádio. As fitas “padrão americano” podiam ser colocadas de maneira semelhante ao Game Boy e quatro pilhas AA cuidavam da “portabilidade” do aparelho, que concorria com o Master System Super Compact.

Imagem

E a Dynacom aparece de novo: mas este aparelho tinha um outro apelo: além de ter um slot para cartuchos de Nintendo e oferecer controles e jogos, o Magic Computer aparecia como opção para quem vivia em 1995 e não tinha dinheiro para um computador. Ele vinha com alguns programas instalados (incluindo editor de texto) e até impressora poderia ser configurada no “computador” para fazer os trabalhos escolares.

Imagem

O BiT System era dos clones, o mais clone. Tudo isso porque ele tinha um design que lembrava muito o NES original, incluindo a entrada de controles que era idêntica ao console da Nintendo. Ele recebia apenas cartuchos no padrão americano e vinha com uma pistola para atirar na tela como parte do conteúdo da caixa.

Imagem

Talvez o mais popular NES brasileiro. Até o Lucas Silva e Silva tinha um (claro que todo adaptado e sem logotipos), lembra? O Nintendinho da Gradiente oferecia um layout “menos frágil” que a concorrência, controle semelhante ao do Mega Drive (mas e carcaça curiosa: ela foi feita para receber um clone do Atari 7800 (inclusive o design lembra muito o console da Atari), mas desistiu e aproveitou as peças já construídas para “enfiar o Nintendinho dentro”.

Imagem

A CCE sempre foi vista com certa desconfiança entre os consumidores em geral, mas mesmo assim fez relativo sucesso com seu Top Game, talvez por causa das entradas para os cartuchos de 60 e 72 pinos. E seu controle que era geralmente elogiado pelos gamers “radicais” da época.

Imagem

E com o sucesso do Top Game, tivemos o Turbo Game que é a evolução natural da família Nintendo da CCE. No Turbo Game, dois elementos em especial chamam a atenção: o controle, que é o mesmo do Mega Drive, mas ao contrário e a função Turbo que quando ativada, disparava tiros e socos em volume maior, fazendo a alegria da turma da apelação.

Imagem

A empresa Milmar lançou três versões de seus consoles entre as décadas de 1980 e 1990. Não tinha nada de mais comparado a concorrência mas desempenhava bem a função principal de um console: rodar jogos.

Imagem

Se o BiT System imitava o Nintendo americano, o Super Charger imitava o Famicom japonês e além disso, oferecia o Eject para retirar os cartuchos.

Imagem

Um dos preferidos dos apelões, pois vinha com o GameGenie dentro do console. O GameGenie era aquele cartucho que permitia adicionar códigos para trapacear nos jogos e neste caso o “sistema de trapaças” já vinha junto com o próprio console. Era ligar e trapacear.

Imagem

A Chips do Brasil fabricava controles competentes para todos os consoles e também arriscou o seu Nintendo. Além de ter um controle que junto com o Turbo também possuía a função Slow, que diminuía a ação dos jogos, seu design era semelhante ao do Super Famicom, o Super NES japonês.

Imagem

MENÇÃO HONROSA: E não tem como não terminar esta matéria com ele que por si só merece um espaço na RetroArkade: o Polystation. Você já viu/ouviu alguma história de alguém que “ganhou um Playstation” e ao ligar o aparelho descobre que no lugar de CD o videogame vinha com uma entrada com cartuchos e a euforia foi pro brejo depois disso?

Pois bem, tenho certeza de que esta história aconteceu um monte de vez e o clone de Nintendo com cara de Playstation que vem “direto da China” para nossas salas fez sucesso a sua maneira, com componentes de qualidade duvidosa e mesmo não tendo nada a ver com Reserva de Mercado, nem com consoles fabricados no Brasil com garantia (ha ha!), o Polystation merecia ser lembrado neste material.

Fonte: [url='https://www.arkade.com.br/retroarkade-qual-era-nintendinho-brasileiro-preferido/']Retroarkade[/url]
Sega x Nintendo
Jogador de Videogame das décadas de 1980 e 1990.
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor ari789 » Qua, 08 Mai 2019, 21:41

Vou ficar com o Polystation pelo simples fato dele ter sido literalmente meu primeiro contato com jogos e eu agradeço por isso, na época meu Pai não tinha tantas condições assim para me dar um console e Polystation era a alternativa mais barata ( era fácil achar de 30 -50 R$ e os jogos por 5 a 10 R$ ) graças ao Polystation uma criança dos anos 2000 pode se apaixonar por cassicos da década passada como Super Mario, Contra, Kirby, MegaMan e muitos outros.
Imagem

SPOILER

Avatar do usuário

    • + 0

Re: Qual era o seu Nintendo brasileiro preferido?

Mensagempor NintendoPorraLoka » Seg, 09 Set 2019, 12:51

Turbo game,pq tinha suporte tanto pra cartucho americano quanto pra japones,eu nunca o tive,mas sempre quis ter um desse,porem tive o dynavision do primeiro modelo,muito bom por sinal =D
Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor NintendoPorraLoka » Qui, 19 Set 2019, 05:28

ari789 escreveu:Vou ficar com o Polystation pelo simples fato dele ter sido literalmente meu primeiro contato com jogos e eu agradeço por isso, na época meu Pai não tinha tantas condições assim para me dar um console e Polystation era a alternativa mais barata ( era fácil achar de 30 -50 R$ e os jogos por 5 a 10 R$ ) graças ao Polystation uma criança dos anos 2000 pode se apaixonar por cassicos da década passada como Super Mario, Contra, Kirby, MegaMan e muitos outros.

eu tbm tive um polystation mas eu nem escolho ele pelo fato do pessimo acabamento do mesmo,comparado a outros famiclones que tive como o dynavision que eram infintamente melhores,o polystation perde feio,a fonte do meu,derreteu,meu console virou isopor derretido,os controles quebraram tudo,e eu tive o prazer de sair quebrando o meu polystation depois que parou de funcionar e eu vi como era por dentro do console Imagemolha o tamanho do abs do bixo,negocio e pura emulação vagabunda mesmo,tantos famiclones melhores e endeusam justo este,acho que foi exatamente por causa da epoca,ate por que muitos tiveram a infelicidade de querer um playstation e ganharam um polystation no lugar,não foi o meu caso,pois eu pedi pro meu pai isso em 2003,um videogame de cd,e ganhei um ps one slim com multi chip instalado,dei sorte,mas eu infelizmente n posso dizer que o polystation e um bom console,o nes sim e um otimo console e tem otimos jogos,mas o polystation como famiclone,nao cumpre nada nada seu papel!
Editado pela última vez por NintendoPorraLoka em Qui, 19 Set 2019, 05:30, em um total de 1 vez.
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor ari789 » Ter, 01 Out 2019, 11:08

Bem, pode odiar o quanto quiser, mas é graças a esse acabamento mixuruca que o treco era bastante acessivel ( até mais que os outros famiclones ), eu já quebrei diversos meus, mas sempre encontrava por 30 a 50 R$, dava pra comprar polystation com troco do pão e ainda vinha jogos :loles:

De fato, comparado as outros ele é bem ''meh'', masele merece sim estar aqui, o pessoal pois foi com que ele que muitos tiveram seu primeiro contato com games e tiveram a chance de conhecer diversos classicos, fora que ele de longe foi o que mais durou ( se pá é comercializado até hoje )

Não foi com um Dynavision ou Famiclone que eu conheci MegaMan, Super Mario Bros, Kirby, Contra e entre outros, foi com o Polystation graças a sua fácil acessibilidade, ele era o console do povão e acredito que muitos pensam exatamente como eu.

Sobre a emulação dele ser ruim, eu realmente não sei o que você está falando, nunca notei muita diferença dele pro NES original em uma TV tubão :scratch:
phpBB [video]
Imagem

SPOILER

Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor NintendoPorraLoka » Ter, 01 Out 2019, 11:32

ari789 escreveu:Bem, pode odiar o quanto quiser, mas é graças a esse acabamento mixuruca que o treco era bastante acessivel ( até mais que os outros famiclones ), eu já quebrei diversos meus, mas sempre encontrava por 30 a 50 R$, dava pra comprar polystation com troco do pão e ainda vinha jogos :loles:

De fato, comparado as outros ele é bem ''meh'', masele merece sim estar aqui, o pessoal pois foi com que ele que muitos tiveram seu primeiro contato com games e tiveram a chance de conhecer diversos classicos, fora que ele de longe foi o que mais durou ( se pá é comercializado até hoje )

Não foi com um Dynavision ou Famiclone que eu conheci MegaMan, Super Mario Bros, Kirby, Contra e entre outros, foi com o Polystation graças a sua fácil acessibilidade, ele era o console do povão e acredito que muitos pensam exatamente como eu.

Sobre a emulação dele ser ruim, eu realmente não sei o que você está falando, nunca notei muita diferença dele pro NES original em uma TV tubão :scratch:
phpBB [video]

na tv tubao e logico que vc n vai notar diferença neh genius,pq akelas tvs eram de baixa qualidade,baixa atualização,e renderização de imagem,entao qualquer famiclone que vc colocasse numa tv tubao,ficava a mesma coisa,agora pega por exemplo os famiclones um por um,pega o acessorio chamado framemaster que e o conversor de pixel a pixel pra tvs modernas em saida de video mais novas,e faz um comparativo,tu vai ver a diferença absurda,e outra,o dynavision tambem foi o videogame do povão,bem antes do polystation,acho que vc nao pegou a epoca dele,ou pq vc e muito novo por sinal,e deu azar e acabou não achando um pra comprar,ou pq vc teve a infelicidade de pedir pro seu pai um playstation 1 de natal,de aniversario ou o que for,e recebeu um polystation no lugar,igual a maioria dos brasileiros,como falei no texto acima,não foi meu caso,pois eu vi diretamente na loja perto da minha casa o polystation em si,e tava por 70 reais,resolvi comprar ele,na esperança de que tivesse jogos diferentes,ja que o nes dos famiclones,tinha um grave problema,boa parte dos seus jogos eram repetidos,sempre os mesmos,tu sempre via um baseball,um super mario bros o primeiro,um baloon fight,mas jogos como mega man,castlevania,micro machines,se tu quisesse jogar mesmo de fato,ou tu seguia a risca pra comprar a fita original,o que eu não tive a sorte pois nunca achei fitas assim,ou vc tinha que ter o ps1 em mãos,e comprar akeles cds com varios jogos do nes,e jogar os games por la,foi assim que eu pelomenos conheci boa parte da plataforma do nes,o polystation ele digamos foi um famiclone bem atrasado e fora de epoca,ele nao saiu na mesma epoca do lancamento do nes,e sim na epoca que o ps1 estava fazendo febre,ja que o mesmo e uma replica do console da sony,por isso eu achei injusto terem colocado ele na lista,diferente dos outros famiclones que respeitaram a epoca de febre do nes e seu respectivo auge!
Observação:Minha mae pagou em torno de 100 a 150 reais no dynavision,mas ao contrario do polystation,ele durou durante anos e anos,tudo bem que ficou muito sujo,certos componentes ficaram enferrujados,e alguns botoes afundaram,mas o console não deixou de funcionar de forma alguma,os controles eram resistentes,duros e confortaveis,ja o polystation,neh n posso dizer o mesmo,entre um famiclone de 100 reais pra um de 70,a qualidade de um de 100 ser melhor que um de 70,eu prefiro pagar mais caro logico,e antes que vc me diga,que foi algo recente ou coisa do tipo,não,eu estou falando de final de 2002,inicio de 2003 mesmo,quando eu deixei de morar na minha antiga casa de aluguel,e comecei a morar com a minha avó em apartamento dividido por um bom tempo,até meus pais juntarem uma grana pra comprarem uma casa propria,que e aonde eu moro hj!
Avatar do usuário


Voltar para Retro Blast

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante