[Discussão] Pokémon Let's Go, Pikachu! & Let's Go, Eevee!

Comente sobre seus monstrinhos preferidos, troque, batalhe, tire dúvidas e discuta as melhores estratégias.
Índice do fórum Videogames Pokémon Blast
    • + 0

Re: [Discussão] Pokémon for Nintendo Switch (Let's Go Pikachu/Eevee?)

Mensagempor Alejandro_ » Qua, 16 Mai 2018, 13:49

Marcio Mew escreveu:
Robert Prado escreveu:Pessoal lá na resetera estão comentando da GF se inspirar em BotW pra esse novo jogo

Bom, se isso for verdade teremos o melhor Pokémon de todos os tempos, indiscutivelmente


Se isso for verdade fico com um pé atrás pois querer se inspirar na masterpiece que foi BotW tendo sei lá, 2 anos de desenvolvimento (Levando em conta que eles trabalharam numa geração nova em 2016) me parece ambicioso e inexequível demais. Alias, esse possível tempo de desenvolvimento já me assusta mesmo pra um jogo seguindo as gerações anteriores, mas vamos ver no que da, espero que tenha direct logo logo.
Acho que vocês estão se precipitando.
Inspiração pode vir de várias formas, isso não quer dizer que Pokémon Switch vai ter um mundo gigantesco para explorar e sistema de progressão não linear...
Avatar do usuário

    • + 2

Re: [Discussão] Pokémon for Nintendo Switch (Let's Go Pikachu/Eevee?)

Mensagempor Blue Horizon » Qua, 16 Mai 2018, 14:29

Estarei respondendo alguns posts antigos agora pois tinha resolvido não comentar mais nada sobre esse jogo por um tempo, pois já tinha falado praticamente tudo que eu pensava, mas agora, as vésperas de um possível anúncio, gostaria de comentar algumas coisas, desculpem o post longo. :sunny:

=================================

SPOILER


Não acho que a Game Freak seja de fato preguiçosa, eles só parecem ser muito metódicos, mas sempre se mostraram muito esforçados a seguir seus métodos. Em outras palavras, eles se esforçam para fazer as coisas, mas somente aquilo que lhes convém ser feito dentro da sua linha de trabalho/raciocínio.

Por exemplo, temos o caso do motivo da ausência da Batalha da Fronteira em ORAS, onde eles queriam que os jogadores terminassem todo o jogo, e disseram que só uma minoria daria atenção a ela hoje em dia, onde temos smartphones e outras mídias pra nos distrairmos. O que, doa a quem doer, é uma grande verdade, já que nem 1/3 da comunidade termina Battle Maison ou Battle Tree, que são muito mais curtos.

Além de se mostrarem muito detalhistas. Cada região tem uma proposta e feeling diferente, são totalmente diferentes artisticamente, com monstros e locais ricos em detalhes e referências, o que mostra o quanto são atenciosos ao desenvolver os jogos.

Não é querendo passar panos quentes, mas também não podemos esquecer que a equipe da Game Freak sempre foi muito pequena se comparada as equipes de outros jogos da Nintendo, e que eles lançam praticamente um jogo novo a cada ano. Além de levar em consideração o público alvo que eles perseguem e o que esse público procura.

Gananciosos ($$$) eles sempre foram, isso é inegável.

Pessoalmente, eu acho que eles sempre fizeram um ótimo trabalho nos jogos, em questão de inovações, e levando em consideração o público alvo, a essência da série, limitações de hardware, tamanho da equipe, tempo disponível para produção, e etc.

Mas concordo que agora deve ser diferente. Os jogos de Pokémon sempre foram referência em portáteis, ganhando prêmios, mas em um console parte de mesa vai ser preciso uma metodologia diferente, ou isso ficará pra trás. Não dá pra simplesmente portar Sun e Moon para uma plataforma onde os jogadores já jogaram Botw, Xeno 2 e Odyssey. Não que Sun e Moon seja pior, apenas um jogo projetado para uma plataforma diferente, que cumpre propósitos diferentes.

Matheus Aquino escreveu:Acho muito difícil a GF se esforçar. Digo, a análise acima está certa. É notório a acomodação da produtora e muitos fãs movidos pela nostalgia são, em sua grande maioria, cegos.

Quando Pokémon apresenta uma "inovação" já comum a outros jogos do gênero RPG estes fãs batem palmas e exaltam a GF. Até mesmo os "despertos", que se encontram revoltados com a empresa, porém amam a franquia, parecem presos a uma relação sadomasoquista.

Um dia desses estava no youtube quando o programa me indicou um vídeo do qual eu poderia gostar. Era um vídeo onde o youtuber, Camaleão, criticava, e com razão, Pokémon USUM. Ele listou diversos motivos que o levaram a não gostar dos jogos e que ficou chateado de ter que gastar para jogar praticamente o mesmo jogo que já havia comprado. Mas, logo depois, falou que não iria boicotar uma empresas e uma franquia que ele tanto amava. Minha interpretação foi: " É uma merda uma produtora conceituada fazer essas coisas, eu não acho nada legal, mas vou continuar lhes dando dinheiro, mesmo que façam essas coisas que tanto condeno."

Eu não sei vocês, mas para mim a GF só migrou para os modelos 3D em XY, em seguida deu uma polida em SM, porque se sentiu ameaçada por Yokai Watch. A segunda franquia parece ter "esfriado" e agora já não é mais um perigo imediato.

A franquia se tornou a muito tempo a impressora de dinheiro da Nintendo. E se eles quiserem vender ainda mais Switch, o que eu não duvido e não condeno - negócios são negócios - vão pressionar a GF para adiantar a proxíma geração. Não acredito nos rumores, embora ache estranho as novas coleções de TCG, a falta de filmes para Ultra Beasts e o aparente fim chegando a Temporada SM do anime, movimentações um tanto quanto estranhas que aparentemente denotam o fim da atual geração.

É claro que tudo isso é mero achismo da minha parte. Longe de mim ser um profundo conhecedor deste mercado e da franquia. Eu só compro jogos pokémon pelos novos monstrinhos.


Tirando o que já falei pro Nightwalker sobre a Game Freak, o que posso acrescentar é que os fãs, em parte, também são culpados como você bem apontou. USUM foi a terceira versão mais fraca que já vi produzirem, e mesmo assim vendeu horrores.

Sobre a concorrência com Yokai, quando XY estava em desenvolvimento o jogo ainda não tinha sido lançado, mas de fato SM e USUM foram jogos recheados de semelhanças, puxado pra urban fantasy ao invés de fantasia, cheio de sidequests, os Z-moves, que lembram muito os Soultimate moves de Yokai, entre outras coisas. Mas por outro lado, isso também trouxe coisas "negativas", que praticamente só apelaram as crianças japonesas, como a casualização excessiva da história. Então, talvez seja bom que a febre tenha cessado, e que eles repensem o que fazer e que tipo de influências querem ter com o jogo do Switch.

Akise Aru escreveu:
Blue Horizon escreveu:Vai ser interessante se mudarem o sistema de batalha em um jogo onde aborde conflito entre tradição e inovação :loles:

Mas não acredito que jogariam o sistema antigo fora por completo, já prevejo pelo menos um npc aleatório nos convidando para batalhar "do jeito antigo" por ex
Não cara não deseje isso, vai ser no minimo trágico se acontecer.


Eu disse que seria interessante, e não que eu desejava isso.


ari789 escreveu:Eu fico me perguntando... tipo, logo depois que lançou o X/Y em apenas 1/2 anos eles encerraram o online e suporte do Black2/White2, sera que o mesmo vai acontecer com os jogos do 3DS ?


Tinha uma treta com os servidores dos jogos de DS da Nintendo, se não me engano. Lembro que esse foi o motivo de estarem desligando os servidores "tão cedo". Por isso, acredito que o de 3DS dure mais tempo.

________________________________________________________________________________________

Por fim, relembrar é viver:

Imagem

viewtopic.php?f=4&t=521&start=45
viewtopic.php?f=4&t=521&start=60
viewtopic.php?f=4&t=521&start=75

Lembro que há mais ou menos um ano atrás, coisas como mudança no sistema de batalha ou começar uma geração com um remake de Kanto era algo considerado impensável e impossível na comunidade, e olha só onde estamos hoje.

Ainda é cedo pra afirmar qualquer coisa, mas foi engraçado ver a mudança de mentalidade, ver a comunidade discutindo coisas que há um ano atrás eram consideradas absurdo.

Sobre o jogo em si, pessoalmente não tenho muito o que esperar. Gosto da fórmula atual, em todos os sentidos (não só do sistema de turnos), então ainda estou apático em relação ao que vem se desenhando, espero que o resultado final me agrade (ou que seja uma espécie de spin-off).

Ainda sobre o jogo, o pessoal deveria dar uma atenção especial as entrevistas para se ter uma ideia do que esperar com o jogo, eles dizem bastante coisa ali. Basta ver a entrevista da Game Informer, por exemplo, pra perceber que o jogo muito provavelmente não será em mundo aberto (ver ao 4:10):



E que provavelmente teremos um modo multiplayer local, como Tsunekazu sugere nessa parte da entrevista a Bloomberg:

• "Até agora, os jogos eram feitos para uma pessoa, mas agora você pode ir para casa e jogar com qualquer um -- então como nós abordarmos esse tema, e como nos certificamos de que não será complicado?"
Editado pela última vez por Blue Horizon em Qua, 08 Ago 2018, 03:17, em um total de 5 vezes.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor ExtremeZelda » Qua, 16 Mai 2018, 14:43

Vídeo na sede da Pokémon Company, com o Pikachu e Eevee andando por lá.
Esse vídeo é de Fevereiro, será que já estavam dando pistas do próximo jogo? :ycarinha:

E olha só o que você encontra indo no site da Pokémon Company:
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Re: Re:

Mensagempor Ryuuma » Qua, 16 Mai 2018, 15:43

vits escreveu:Porém, esse é exatamente o objetivo que a Nintendo tem com esses jogos Mobile de grandes franquias. E no caso de Pokemon GO, isso até poderia trazer alguns frutos quando você leva em conta que uma parcela razoável do número de jogadores eram crianças.

Com um marketing direcionado a elas e dependendo da época de lançamento, não seria absurdo ver diversos pais optando pelo console + jogo para como presente para as suas crianças.


Quanto a primeira parte, concordo plenamente, não há discussão a respeito do objetivo da nintendo com esses jogos para mobile. Entretanto, há um abismo entre usar esses games como propagando para divulgar suas grandes franquias e ALTERAR um jogo principal de uma dessas franquias de acordo com o que ocorre no jogo de mobile. Ainda mais pokemon, que possui, provavelmente, a formula mais consolidada e engessada de um jogo de videogame.

Quando a segunda parte, tenho minhas duvidas sobre o efeito de pokemon GO em crianças, no que diz respeita a aquisição do switch. Devemos considerar que essa nova geração de consumidores de jogos tem uma visão completamente diferente do que é um game que a nossa. Celulares permitiram a possibilidade de jogar uma quantidade quase infinita de games em um único aparelho, de forma gratuita (ou com pouco investimento), óbvio que há um abismo qualitativo entre jogos gratuitos de celular com 3 horas de duração e games de videogame, mas essa é uma sensibilidade que não acredito que esteja na mente da criançada assim como está na nossa.
Sem contar que a portabilidade do Switch não se compara com a de um celular, não só pelo tamanho e duração da bateria, mas pela fragilidade do aparelho, que possui partes destacáveis, alavancas protuberantes e carece de uma proteção para sua tela (compare com a maioria das versões do 3DS, por exemplo).

Acredito que, do ponto de vista dos pais escolhendo presente, um celular leva vantagens em relação ao Switch.
Avatar do usuário

    • + 1

Re: Re:

Mensagempor vits » Qua, 16 Mai 2018, 17:32

Ryuuma escreveu:
vits escreveu:Porém, esse é exatamente o objetivo que a Nintendo tem com esses jogos Mobile de grandes franquias. E no caso de Pokemon GO, isso até poderia trazer alguns frutos quando você leva em conta que uma parcela razoável do número de jogadores eram crianças.

Com um marketing direcionado a elas e dependendo da época de lançamento, não seria absurdo ver diversos pais optando pelo console + jogo para como presente para as suas crianças.


Quanto a primeira parte, concordo plenamente, não há discussão a respeito do objetivo da nintendo com esses jogos para mobile. Entretanto, há um abismo entre usar esses games como propagando para divulgar suas grandes franquias e ALTERAR um jogo principal de uma dessas franquias de acordo com o que ocorre no jogo de mobile. Ainda mais pokemon, que possui, provavelmente, a formula mais consolidada e engessada de um jogo de videogame.

Quando a segunda parte, tenho minhas duvidas sobre o efeito de pokemon GO em crianças, no que diz respeita a aquisição do switch. Devemos considerar que essa nova geração de consumidores de jogos tem uma visão completamente diferente do que é um game que a nossa. Celulares permitiram a possibilidade de jogar uma quantidade quase infinita de games em um único aparelho, de forma gratuita (ou com pouco investimento), óbvio que há um abismo qualitativo entre jogos gratuitos de celular com 3 horas de duração e games de videogame, mas essa é uma sensibilidade que não acredito que esteja na mente da criançada assim como está na nossa.
Sem contar que a portabilidade do Switch não se compara com a de um celular, não só pelo tamanho e duração da bateria, mas pela fragilidade do aparelho, que possui partes destacáveis, alavancas protuberantes e carece de uma proteção para sua tela (compare com a maioria das versões do 3DS, por exemplo).

Acredito que, do ponto de vista dos pais escolhendo presente, um celular leva vantagens em relação ao Switch.


Sim, mas esse é um abismo que é necessário ser atravessado, caso haja interesse em agregar o público que foi cativado no mobile ao público tradicional da franquia. O que pode ser, justamente o objetivo, já que a receita da franquia parece estar engessada a algumas gerações.

Mas, se a criança está para receber um celular, então ela não faz parte do grupo ao qual me refiro. Ou seja, ela não faz parte do grupo que passou a se interessar em Pokemon a partir de Pokemon GO, uma vez que ela já teria que ter posse de um celular para pertencer a ele. Ademais, não é uma questão de dar certou ou não, mas de ser um argumento forte o suficiente para causar essa aproximação entre o jogo de celular e o jogo de console.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Re: [Discussão] Pokémon for Nintendo Switch (Let's Go Pikachu/Eevee?)

Mensagempor Nightwalker » Qua, 16 Mai 2018, 19:21

SPOILER



Segundo o site da gamefreak, o número atual de funcionários é de 143.

https://www.gamefreak.co.jp/company/about.html

E ainda segundo este artigo, a Pokemon company tem 400 e a Creatures mais 84. Sendo um artigo meio antigo, é possivel que seja mais agora. Ainda aponta o número de empregados se outras parceiras:

https://nintendoeverything.com/updated- ... companies/

Em contrapartida a Retro Studios, segundo seu linkedin, a Monolith Soft e a Intelligent Systems possuem 132, 163 e 139, respectivamente.

https://www.linkedin.com/company/retro-studios/
http://www.monolithsoft.co.jp/company/
https://en.wikipedia.org/wiki/Intellige ... _Profile-1
http://intsys.co.jp/company/outline/index.html

Então não, o staff da gamefreak não é pequeno se comparado a outros times da Nintendo.


Não sou desenvolvedor então não vou fingir que sou realmente capaz de apontar que os trabalhos dela são defasados demais em relação aos hardwares ao qual foram lançados ou não. Mas parece ter bastante gente que acha isso:

https://www.reddit.com/r/pokemon/commen ... on_on_how/

http://www.t5forums.com/forum/media/gam ... -gamefreak

https://www.giantbomb.com/pokemon/3025- ... m-1498131/

https://www.neogaf.com/threads/why-is-g ... nt.917995/

https://gamefaqs.gamespot.com/boards/18 ... n/74344244

https://gamefaqs.gamespot.com/boards/18 ... h/75430907


Mas enfim, não sou de criar julgamentos sem dados, vou esperar ver o jogo primeiro, na verdade, só farei julgamento mesmo quando o jogo estiver perto de lançar e já estiver em sua forma final. Mas o que foi divulgado nesses rumores, que agora ganharam força, não soa promissor.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Re: [Discussão] Pokémon for Nintendo Switch (Let's Go Pikachu/Eevee?)

Mensagempor Ryuuma » Qua, 16 Mai 2018, 20:01

Nightwalker escreveu:Segundo o site da gamefreak, o número atual de funcionários é de 143.

https://www.gamefreak.co.jp/company/about.html

E ainda segundo este artigo, a Pokemon company tem 400 e a Creatures mais 84. Sendo um artigo meio antigo, é possivel que seja mais agora. Ainda aponta o número de empregados se outras parceiras:

https://nintendoeverything.com/updated- ... companies/

Em contrapartida a Retro Studios, segundo seu linkedin, a Monolith Soft e a Intelligent Systems possuem 132, 163 e 139, respectivamente.

https://www.linkedin.com/company/retro-studios/
http://www.monolithsoft.co.jp/company/
https://en.wikipedia.org/wiki/Intellige ... _Profile-1
http://intsys.co.jp/company/outline/index.html

Então não, o staff da gamefreak não é pequeno se comparado a outros times da Nintendo.


Não sou desenvolvedor então não vou fingir que sou realmente capaz de apontar que os trabalhos dela são defasados demais em relação aos hardwares ao qual foram lançados ou não. Mas parece ter bastante gente que acha isso:

https://www.reddit.com/r/pokemon/commen ... on_on_how/

http://www.t5forums.com/forum/media/gam ... -gamefreak

https://www.giantbomb.com/pokemon/3025- ... m-1498131/

https://www.neogaf.com/threads/why-is-g ... nt.917995/

https://gamefaqs.gamespot.com/boards/18 ... n/74344244

https://gamefaqs.gamespot.com/boards/18 ... h/75430907


Mas enfim, não sou de criar julgamentos sem dados, vou esperar ver o jogo primeiro, na verdade, só farei julgamento mesmo quando o jogo estiver perto de lançar e já estiver em sua forma final. Mas o que foi divulgado nesses rumores, que agora ganharam força, não soa promissor.


Me corrija se estiver errado, mas acredito que a pokemon company, de modo geral, tem responsabilidade com todos os produtos da marca pokemon, não apenas o game, e no caso de desenvolvimento de games, o que conta mesmo é a gamefreak.

Quanto ao numero de funcionários, acredito que esteja relacionado não só ao numero bruto, mas a quantidade de serviço delegado a cada funcionário. Retro studios, por exemplo, produziu 9 jogos desde sua criação, em 2002.

Em relação a "qualidade" dos trabalhos da gamefreak, acredito que reclamem muito por conta dos gráficos de pokemon, em relação a isso, acredito que não há discussão: de fato pokemon tende a ter gráficos modestos para os padrões do hardware em que é lançado. Isso melhorou bastante nos games de 3DS, mas se pegar os títulos mais antigos... Não precisa ser especialista nem critico pra perceber a diferença gráfica gritante, compare Emerald com Golden sun, por exemplo (e olha que golden sun é uns 3 anos MAIS VELHO que emerald).
Avatar do usuário

    • + 0

Re: [Discussão] Pokémon for Nintendo Switch (Let's Go Pikachu/Eevee?)

Mensagempor Chazzy » Qua, 16 Mai 2018, 20:05

Blue Horizon escreveu:Por exemplo, temos o caso do motivo da ausência da Batalha da Fronteira em ORAS, onde eles queriam que os jogadores terminassem todo o jogo, e disseram que só uma minoria daria atenção a ela hoje em dia, onde temos smartphones e outras mídias pra nos distrairmos. O que, doa a quem doer, é uma grande verdade, já que nem 1/3 da comunidade termina Battle Maison ou Battle Tree, que são muito mais curtos.


Eu discordo disso, a Battle Frontier é muito mais interessante que Maison, ou Tree...

Um remake da terceira geração merecia sim uma Battle Frontier, foi uma cagada grande eles não terem colocado no jogo.

E dizer que temos outras coisas pra distração é uma baita de uma desculpa bem da esfarrapada...
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Re: [Discussão] Pokémon for Nintendo Switch (Let's Go Pikachu/Eevee?)

Mensagempor Blue Horizon » Qua, 16 Mai 2018, 21:32

Nightwalker escreveu:Segundo o site da gamefreak, o número atual de funcionários é de 143.

https://www.gamefreak.co.jp/company/about.html

E ainda segundo este artigo, a Pokemon company tem 400 e a Creatures mais 84. Sendo um artigo meio antigo, é possivel que seja mais agora. Ainda aponta o número de empregados se outras parceiras:

https://nintendoeverything.com/updated- ... companies/

Em contrapartida a Retro Studios, segundo seu linkedin, a Monolith Soft e a Intelligent Systems possuem 132, 163 e 139, respectivamente.

https://www.linkedin.com/company/retro-studios/
http://www.monolithsoft.co.jp/company/
https://en.wikipedia.org/wiki/Intellige ... _Profile-1
http://intsys.co.jp/company/outline/index.html

Então não, o staff da gamefreak não é pequeno se comparado a outros times da Nintendo.


Não sou desenvolvedor então não vou fingir que sou realmente capaz de apontar que os trabalhos dela são defasados demais em relação aos hardwares ao qual foram lançados ou não. Mas parece ter bastante gente que acha isso:

https://www.reddit.com/r/pokemon/commen ... on_on_how/

http://www.t5forums.com/forum/media/gam ... -gamefreak

https://www.giantbomb.com/pokemon/3025- ... m-1498131/

https://www.neogaf.com/threads/why-is-g ... nt.917995/

https://gamefaqs.gamespot.com/boards/18 ... n/74344244

https://gamefaqs.gamespot.com/boards/18 ... h/75430907


Mas enfim, não sou de criar julgamentos sem dados, vou esperar ver o jogo primeiro, na verdade, só farei julgamento mesmo quando o jogo estiver perto de lançar e já estiver em sua forma final. Mas o que foi divulgado nesses rumores, que agora ganharam força, não soa promissor.


A TPC não tem participação na produção dos jogos. E a Creatures Inc. trabalha mais em spin-offs, até onde se sabe.

A Game Freak também é multi-projetos, para conseguir o lançamento anual, ou seja, são 150 funcionários divididos em 2 ou 3 equipes, desenvolvendo projetos diferentes, e não apenas focados em 1. Eu estava com a divisão EPD em mente, que tem 800+ funcionários. Pra Botw, por exemplo, foram 300.

Então sim, eles são pequenos, apesar dessas equipes que vc citou tbm serem.

Mas é como você mesmo disse: "Vai ser o primeiro jogo extenso da franquia num console de “mesa”? contratem mais gente especializada, tem dinheiro. Ambição gamefreak.". Sinceramente, eu não vejo como continuar com os lançamentos anuais produzindo algo de qualidade pro Switch com o número de funcionários que eles possuem atualmente, seria insano, talvez por isso estejam contratando faz um tempo.

Sobre uso adequado do hardware também não entendo muito, então prefiro não comentar. Se for em relação a gráficos, isso realmente nunca foi um ponto forte. :hehe:

Chazzy escreveu:Eu discordo disso, a Battle Frontier é muito mais interessante que Maison, ou Tree...

Um remake da terceira geração merecia sim uma Battle Frontier, foi uma cagada grande eles não terem colocado no jogo.

E dizer que temos outras coisas pra distração é uma baita de uma desculpa bem da esfarrapada...


Fico dividido. Eu olho pra comunidade e entendo o ponto deles, de certa forma, apesar de também querer que tivesse tido BF em ORAS. Mesmo em Emerald, você vê que praticamente ninguém terminou a BF, muitos tocaram 1 vez pra depois nunca mais.

Levando em consideração que o público alvo deles seria em grande parte as crianças japonesas, acho que isso se constrastaria ainda mais, e o argumento deles faria todo sentido hoje em dia.

Fora que, mesmo pro público ocidental, tem certos casos que fica difícil defender. Em USUM temos uma variedade nas facilities comparável a BF, e tem gente que não encosta em nenhuma delas mas reclamava da ausência da mesma em ORAS, complicado...
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Mother_Mazza » Qua, 16 Mai 2018, 23:23

Quando a oportunidade chegar, serei Team Let's Go Eevee. Preciso ter o meu Silveon destruidor de Dragões e o Pikachu só me foi realmente útil no Pokémon Yellow. :tongue:

Falando nisso, e bom relembrarmos dessa patente que foi registrada pela Nintendo e GF mês passado para termos uma idéia do que será feito e usado nos novos games:
http://www.nintendolife.com/news/2018/0 ... _on_switch
Imagem

Userbars

Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Nightwalker » Qua, 16 Mai 2018, 23:40

Ryuuma e Blue Horizon

Fazendo apenas um complemento, as staffs da TPC e da creatures, eu postei porque estavam no mesmo artigo, então não me custou tempo e serviu pra mostrar a magnitude da franquia, porisso postei. Mas estou ciente de que a GF é a principal/essencialmente única na hora de fazer os jogos. Time do BOTW foi uma grande exceção na Nintendo, o normal são os números que eu postei e fica claro que a gamefreak está exatamente nessa faixa, este foi meu ponto. Quanto a GF trabalhar em mais de um projeto e dividir assim a staff total, os outros times que eu postei também fazem isso, e até mesmo as vezes tem partes de sua equipe alocadas pra ajudar em outros projetos dos times mais internos da Nintendo. E certamente nenhuma delas chega perto da arrecadação líquida que a gamefreak tem. E mesmo assim seus jogos são consideravelmente mais ambiciosos que os que a GF faz. O ponto da frequência de lançamento que o Ryuuma fez é interessante, isso realmente é algo a se levar em conta. Mas é. Blue H, vai precisar ser mais ambiciosa mesmo, porque de outra forma, não vai dar.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Re: Re:

Mensagempor ari789 » Qui, 17 Mai 2018, 00:12

Marcio Mew escreveu:
Robert Prado escreveu:Pessoal lá na resetera estão comentando da GF se inspirar em BotW pra esse novo jogo

Bom, se isso for verdade teremos o melhor Pokémon de todos os tempos, indiscutivelmente


Se isso for verdade fico com um pé atrás pois querer se inspirar na masterpiece que foi BotW tendo sei lá, 2 anos de desenvolvimento (Levando em conta que eles trabalharam numa geração nova em 2016) me parece ambicioso e inexequível demais. Alias, esse possível tempo de desenvolvimento já me assusta mesmo pra um jogo seguindo as gerações anteriores, mas vamos ver no que da, espero que tenha direct logo logo.


Basta eles adiarem o jogo uns 4 anos como BOTW fez :v
Zoeiras a parte, eu espero que a Nintendo não esteja apressando a GF como apontam os rumores, o jogo pode sair em 2020, o importante é vir completo.
Imagem

SPOILER

Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor Sheik » Qui, 17 Mai 2018, 09:09

Vocês estão realmente animados para isso?
Eu tô torcendo até o tutano dos meus ossos para que seja só rumor. A ideia de um outro remake de Kanto é tão caída, ainda mais um remake para agradar """"normie"""" genwunner.
Além de que não ter uma versão com um lendário na capa vai quebrar uma geração que vinha desde 98 né
Imagem

PSN, Live, Steam e NNID

Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor Mr. Mudkip » Qui, 17 Mai 2018, 10:53

Sheik escreveu:Vocês estão realmente animados para isso?
Eu tô torcendo até o tutano dos meus ossos para que seja só rumor. A ideia de um outro remake de Kanto é tão caída, ainda mais um remake para agradar """"normie"""" genwunner.
Além de que não ter uma versão com um lendário na capa vai quebrar uma geração que vinha desde 98 né


Não curti praticamente nada desses rumores, que pelo que parece serão bem reais. Só aguardar pra ver o jogo e as novidades.
Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor Ryuuma » Qui, 17 Mai 2018, 13:39

Sheik escreveu:Vocês estão realmente animados para isso?
Eu tô torcendo até o tutano dos meus ossos para que seja só rumor. A ideia de um outro remake de Kanto é tão caída, ainda mais um remake para agradar """"normie"""" genwunner.
Além de que não ter uma versão com um lendário na capa vai quebrar uma geração que vinha desde 98 né


É engraçado como no segundo paragrafo você reclama de saudosismo, mas no paragrafo seguinte faz uma reclamação completamente saudosista.
Avatar do usuário

AnteriorPróximo

Voltar para Pokémon Blast

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 1 visitante