Nintendo censura Tokyo Mirage Sessions #FE Encore

A empresa, seus consoles, franquias e personagens.
Índice do fórum Videogames Nintendo
    • + 0

Nintendo censura Tokyo Mirage Sessions #FE Encore

Mensagempor Arthimura » Sáb, 19 Out 2019, 00:14

Imagem


Fonte: https://www.dualshockers.com/tokyo-mira ... n-version/

E a Nintendo continua acenando para o politicamente correto.

Quando censuraram uma cena da Trish no Devil May Cry 5, censura que a propósito foi removida depois via patch, o pessoal caiu matando.

Nesse caso não tem problema, por ser a Nintendo?
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor fabuzato » Sáb, 19 Out 2019, 00:30

Bom Fire Emblem é uma franquia que já sofreu censuras em games anteriores aqui no ocidente então os fãs daqui já tão acostumados, o grande problema agora é que até a versão japonesa vai estar censurada no Switch (no WiiU não havia essa censura na japonesa) e os japas caem encima pq querem lolis e guerreiras com pouca roupa :loles:
Eu li no NB que estão fazendo assim pro jogo ter um lançamento global igualitário, mas vamos ver o desenrolar. Por mim não censurava nem na versão ocidental, quem compra esse tipo de jogo entende a cultura e hábitos do Japão então não se sentem atacados de alguma forma, claro que afasta possíveis novos jogadores que gostam da gameplay mas se incomodam com as waifu de espada e lolis mas existem outros jogos pra eles então não é desculpa pra censurar.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Re: Nintendo censura Tokyo Mirage Sessions #FE Encore

Mensagempor Akise Aru » Sáb, 19 Out 2019, 04:47

Arthimura escreveu:Nesse caso não tem problema, por ser a Nintendo?
Tem e muito problema, ainda mais por ter sido feita inclusive no Japão.
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor vits » Sáb, 19 Out 2019, 06:31

A censura nesse jogo é muito bizarra, pois ela varia muito de "qualidade".

Por exemplo, a Nintendo/Atlus se deu ao trabalho de gravar novos diálogos para bater com as mudanças no roteiro. Mas, ao mesmo tempo esqueceram de censurar certas roupas dentro das batalhas, então essas censuras só ficaram visíveis nas cenas de corte/diálogo e o resultado é simplesmente bizarro, pois mostra uma falta de cuidado enorme por parte deles.

Enquanto que outras mudanças acabaram não fazendo nem sentido lógico. Como a alteração do tema de uma dungeon/plot line, que originalmente lidava com a profissão de Gravure Idol, que entre outras coisas envolve fotos de biquíni. Mas, na versão localizada foi modificada para "medo de ser modelo ou de fotografia em geral". O que não faz sentido nenhum, dado os acontecimentos do jogo até então e a profissão da protagonista .

No Wii U você pode baixar um patch não oficial que restaura o jogo ao padrão japonês, que foi como eu acabei jogando. Mas, no Switch isso talvez nem venha a ser possível, dado que até a versão japonesa está sofrendo com as mesmas censuras.

Pessoalmente, eu acho uma bobagem incrível censurar qualquer tipo de jogo, a não ser que a ideia seja criar uma "All Ages" separada da original que ainda pode ser obtida de alguma forma. E em um jogo de nicho como esse, acho que a única coisa que a Nintendo vai conseguir fazer é deixar as base de consumidores irritada, especialmente o pessoal do Japão que foi onde a versão do Wii U teve a melhor performance.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Nightwalker » Sáb, 19 Out 2019, 11:40

"O pessoal", não foi só o Akise ai que ficou pesando nisso aqui no fórum? Daqui os que mais falam sobre censura é ele e...você.

Eu não curto censura e as vezes acho algumas idéias por trás de alguns trabalhos de localização bem peculiares pra dizer o mínimo. Mas dito isso, não é algo que costuma ter minha atenção, dependendo do grau, eu geralmente sou indiferente, minha atenção costuma ficar muito mais inclinada para o gameplay e as mecânicas, se eles passam inalteradas, é o que importa pra min, então costuma ser o suficiente.

O reverso também é válido para min, costumo não ter muito problema/ficar indiferente no aspecto, com jogos que têm muita violência ou erotismo. Desde que o gameplay seja sólido, estarei em geral satisfeito.

Pro Tokyo Mirage sessions especificamente, eu não o comprei no wii u, e não tenho interesse de comprá-lo no Switch, pois seu gameplay não me chama a atenção. Não pela censura, pois mesmo que não tivesse sido censurado, eu provavelmente não o teria comprado. No máximo iria/irei considerá-lo se por acaso ocorrer o cénario onde já tenho os jogos do meu interesse, já os fechei e estou com bastante dinheiro sobrando (cenário de baixa probabilidade).
Imagem


Kunihiko Tanaka


Nintendo switch friend code

SW-2951-0500-7235
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor justiceiro » Sáb, 19 Out 2019, 21:38

Não sou contra adaptar o conteúdo do jogo pra audiência diferente, mas eu espero que façam essa adaptação mantendo a qualidade, e certamente não foi esse o caso aqui.

Quando trouxeram fatal frame 4, trocaram as lingerie destravaveis das gurias por roupas temáticas de de personagens da nintendo, o que eu achei legal. Nesse caso, simplemente cortaram conteúdo, trocaram as roupas que tinham uns detalhes por simplemente uma calça azul que parecia uma textura só.

Além disso, só queria esclarece que isso ja era assim na versão do wiiu, o caso é que por causa dessa história de usar uma versão global, essa mudanças que só tinham na versão em inglês também vão se estender pro japoneses.
Avatar do usuário

    • + 0

Re:

Mensagempor GrayFox » Sáb, 19 Out 2019, 23:38

justiceiro escreveu:Quando trouxeram fatal frame 4, trocaram as lingerie destravaveis das gurias por roupas temáticas de de personagens da nintendo, o que eu achei legal. Nesse caso, simplemente cortaram conteúdo, trocaram as roupas que tinham uns detalhes por simplemente uma calça azul que parecia uma textura só.

Fatal Frame 4 nunca saiu do Japão, exceto por uma tradução dos fãs. As roupas temáticas são do remake de Fatal Frame 2 pra Wii :dog:
Avatar do usuário

    • + 1

Re: Re:

Mensagempor vits » Dom, 20 Out 2019, 07:14

GrayFox escreveu:
justiceiro escreveu:Quando trouxeram fatal frame 4, trocaram as lingerie destravaveis das gurias por roupas temáticas de de personagens da nintendo, o que eu achei legal. Nesse caso, simplemente cortaram conteúdo, trocaram as roupas que tinham uns detalhes por simplemente uma calça azul que parecia uma textura só.

Fatal Frame 4 nunca saiu do Japão, exceto por uma tradução dos fãs. As roupas temáticas são do remake de Fatal Frame 2 pra Wii :dog:

Na realidade, acho que ele está se referindo a Fatal Frame: Maiden of Black Water. Que tecnicamente é quinto jogo da serie principal.

Imagem

Imagem


Essa censura eu também acho bem estúpida pra ser sincero, já que o jogo como um todo era para o público mais adulto. Mas, admito que eu também achei as roupas temáticas bem mais interessantes que a lingeries do original.

E que é um caso bem mais "saudável" de censura, uma vez que ao invés de simplesmente retirar conteúdo ou modifica-lo de forma que não ele perca qualquer senso de lógica dentro do universo do jogo. Eles simplesmente substituíram roupas extras desbloqueáveis, por outras roupas extras desbloqueáveis.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor ari789 » Sex, 25 Out 2019, 01:17

Ironicamente após toda a controvérsia que o port de Tokyo Mirage para o Switch gerou, sua versão original para Wii U em 2015 conquistou o Noº 1 de vendas de jogos de Wii U na Amazon do Japão.

PS: Pra quem não sabe a controvérsia, o port para o Switch será a versão com todas as alterações e censuras até mesmo em sua versão Japonesa ( diferente da versão do Wii U ) e logicamente, isso não agradou em nada os Japoneses.

É Engraçado como um port zoado pro Switch acaba fazendo um jogo lá de 2015 voltar a dar uma sobrevida no Wii U xD

phpBB [video]
Imagem

SPOILER

Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor vits » Sáb, 26 Out 2019, 06:54

Bem, se tem uma coisa boa que surgiu dessa controvérsia foi ver a galera no Reddit, que muito provavelmente nunca jogou o original, se desdobrar em quatro pra justificar a censura. :hehe:
Imagem
Avatar do usuário


Voltar para Nintendo

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Bing [Bot] e 17 visitantes