Sejamos sinceros sobre Breath of the Wild

Agora que a poeira já abaixou.

A empresa, seus consoles, franquias e personagens.
Índice do fórum Videogames Nintendo
    • + 6

Sejamos sinceros sobre Breath of the Wild

Mensagempor Arthimura » Dom, 08 Jul 2018, 21:46

Terminei o Breath of the Wild e achei um bom jogo. Porém eu estaria mentindo se dissesse que o jogo atendeu as expectativas que construí ao longo dos anos.

O combate do jogo é muito raso e as side-quests são em 99% dos casos extremamente desinteressantes. "Pegue 10 grilos pra fulano", "Pegue carne crua gourmet pra sicrano", "Traga manteiga de cabra para a menininha", etc. São fetch-quests apenas. Quem já jogou outros jogos de mundo aberto ou RPGs sabe que tem jogos com side-quests mil vezes mais interessantes.

Os shrines são legais, mas depois de um tempo começa a enjoar, porque os baús não tem tesouros realmente relevantes (ganhar uma espada de 20 de ataque que vai quebrar depois de um tempo) e chega um ponto que você não precisa mais de corações ou stamina.

Fora isso não tem muito o que fazer no mundo do jogo, então fica uma sensação que o mundo do jogo não tem muito a oferecer pro jogador, é tudo muito vazio e raso. Não pesquisei ainda sobre endgame mas acredito que nem tenha muito o que fazer, e meu colega disse que os DLCs são bem fracos.

As partes que eu mais gostei foram as mais story-driven, porém isso é uma fração pequena do jogo. As Divine Beasts são legais, mas eu preferi os templos do Ocarina of Time, por exemplo. E os chefes são muito fáceis e praticamente iguais.

A luta final contra o Ganon eu achei muito fácil, só de libertar as Divine Beasts você já tira metade da vida dele, depois com a Master Sword e o poder da besta dos Gerudo fica a coisa mais fácil do mundo. A segunda fase eu achei mais interessante principalmente por causa dos visuais, foi bem memorável essa parte, mas em termos de mecânicas é só atirar nas partes que estão brilhando.

Enfim, é um bom jogo mas que pra mim não cumpriu as expectativas, e se comparar com outros jogos do mesmo gênero ele é bem raso. Eu me sinto triste em dizer isso sobre o jogo mas não tem como fechar os olhos.

Qual é a opinião de vocês? Acham que o BotW é tudo o que falam? Merece GOTY 2017? Como você classificaria ele em comparação aos outros Zeldas? Deixe um comentário abaixo com a sua opinião.
Avatar do usuário

    • + 2

Mensagempor Mastxadows » Dom, 08 Jul 2018, 22:04

Acho que você é a primeira pessoa que vi que tem críticas quanto a esse jogo.
Eu nunca joguei então não posso falar nada.
Minha equipe atual em Pokémon Ultra Sun
Imagem
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor Matemática » Dom, 08 Jul 2018, 23:22

se queria dificuldade, ia lutar contra o ganon nu segurando um graveto lalalala
Imagem

bee-boo-bop bee-bop bee-ba-boo-bop boo-boo
Userbars

Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor ari789 » Dom, 08 Jul 2018, 23:41

De tudo que eu li, eu apenas concordei com a parte do Ganon, eu fui na hype esperando uma batalha tão épica e incrivel contra ele e no final... EU NÃO MORRI UMA VEZ SE QUER até mesmo o Final Boss do Splatoon conseguiu dar mais trabalho e ser mais incrível, se não fosse pela aquela OST maravilhosa que toca no Final Boss, aquilo seria extremamente broxante...

De resto minha unica critica é no enredo, mas fora isso eu acho BOTW incrível em todos os aspectos e é fácil o melhor Open World que já joguei.
Imagem

SPOILER

Avatar do usuário

    • + 0

Re: Sejamos sinceros sobre Breath of the Wild

Mensagempor Wolflink » Dom, 08 Jul 2018, 23:46

SPOILER


Eu comecei a jogar o jogo no DAY ONE, lançou e eu estava la vidradassssoooo, fiquei meses vidradão.

*E mano, você acredita que minha opinião em relação a Breath of the Wild com o passar do tempo se moldou JUSTAMENTE em quase tudo que você disse. Acho que tirando a parte do mundo não ter muito a oferecer e sobre o boss final, eu achei a segunda parte ridiculamente tosca, o Ganon fica paradão la no meio soltando uns poderzão. Como o jogo prometeu esse esquema de você estar la no meio do nada, e derrepente PUM, um Boss no meio de Hyrule Field. Eu esperava MUITO, MAS MUITO MAIS do BOSS final, algo pelo menos no nivel de uma perseguição ou sei la, uma escalada foda. Mas foi só aquilo.

*As shrines ficam desinteressantes pelo fato de que não parece ser tão recompensadora você terminar elas, você vai receber uma Orb no final dela e é isso. E você começa a se perguntar ( p**ra, mas teve uma shrine que foi tão rapida, com puzzles tão simples e outra foi tão longa, e no final a recompensa é a mesma).

As sidequests são ''legais'' mas tbm não tem um AR de nossa que história foda. E no final da sidequest a recomepensa em certos casos chega a ser ridiculas. Meras ruppes.

Inimigos com pouca variação, pelo menos pra mim, a variedade foi bem pouca. Bokoblins e Lizzards pra tudo quanto é canto, mas a Lore do jogo meio que deixa a entender que é isso e pronto.

O fato das armas quebrarem e não ter como arrumar elas, isso me incomodou um pouco no começo, depois eu fui acostumando e ficou por isso mesmo. Alem de tbm sentir que poderia incrementar upgrades nas armas ( sei que encontramos outras das mesmas com status melhores, mas acho que deixaram isso de fora, justamente pq as armas quebram de vez)

aaah, senti falta de um mundo subaquatico, o que certamente deixaram para o proximo jogo.
O enredo do jogo tbm não é la essas coisas.

Tirando essas coisas, o que eu posso dizer é:

O mundo do jogo, inegavelmente se sobressai em relação aos jogos anteriores da serie. A liberdade que esse jogo te proporciona, eu nunca tinha visto isso em nem um jogo antes ( que eu tenha jogado). E p**ra, era o que eu sempre quis em um jogo da serie, eu sempre fiquei aguardando por um jogo que fosse absurdamente grande. Ele tem isso, ele me proporcionou horas de exploração. Acho que essa falta de gradenza, foi o que me fez achar Skyward Sword muito bom de história, mas com um mapa muito Meh ( eu gosto das areas dele, mas não gosto do fato delas serem subdivididas).

A variedade de equipamentos e vestimentas, diversos tipos de espadas, lanças, machados, arco e flechas variados, cajados e ate mesmo os escudos com muitas variações, coisa que todos os jogos anteriores seguiam uma linha bem limitada (porem dava aquele ar do equipamente ser realmente unico) mas isso me deixou alegre por de mais da conta, toda essa variedade.

Cozinhar é legal, ter um inventario lotado de diversos tipos de coisas tbm é muito legal.

Bem, eu acho que o jogo pra mim tem mais pontos POSITIVOS, o que me levou a gostar muito dele. E com certeza ( estou jogando de novo) e irei rejoga-lo muitas outras vezes.
Eu achei, e ainda acho, muito gostoso você explorar o mapa.

E que venha o proximo jogo, com cidades de verdade e muito mais inovação.


Matemática É ai que esta, se pelo menos o graveto tivesse uma durabilidade muito maior, beleza, mas ele quebra bem rapido haha.
Editado pela última vez por Wolflink em Seg, 09 Jul 2018, 01:32, em um total de 1 vez.
Imagem

Imagem

Nintendo Switch: FC 2056-5082-2442

SPOILER

Avatar do usuário

    • + 0

Re: Sejamos sinceros sobre Breath of the Wild

Mensagempor fabuzato » Seg, 09 Jul 2018, 01:09

Tirando as partes da side quest que eu achei ok elas serem simples mesmo,o combate que mesmo vc falando que é raso é o combate padrão de Zelda se tirarmos os itens (como hookshot, estilingue,etc) então não tem o que reclamar, os shrines eu não cansei em nenhum momento de procurar e completar eles (tá a música cansou um pouco), fiquei até meio triste de ter muitos 'blessing' (42 se não me engano) onde é só chega lá e pegar o prêmio que realmente como vc falou não são tesouros realmente relevantes, as divine beast são DG´s interessantes mas muito pequenas internamente, você vê aquele animal mecânico enorme de longe chega nele e é tudo muito minimalista lá, eu tava esperando algo grandioso, é muito inteligente os puzzles mas a área interna da DG é minuscula e os bosses tb não salvam, se fossem algo que vc enfrenta-se no castelo antes do Ganon (o que pode acontecer se vc não fizer as DG) dava pra aceitar eles serem tão parecidos (tá mais no lore do jogo faz sentido eles serem parecidos, fdc bosses de DG em todos os outros Zeldas eram bem diferentes agora é td igual) e o boss final ficou bem legal o design dos dois (Calamity e Dark Beast) mas as lutas em si foram fracas, o 1° é um compilado dos bosses anteriores e o 2° é um alvo com pontos luminosos. O que faltou pra mim foram: cavernas grandes exploráveis, um mundo submerso onde vc poderia nadar livremente (imagina poder adentrar as pernas do Vah Ruta alagas), mais variedades de inimigos (normais e bosses de campo)e umas DG temática (floresta, fogo, água, etc) antes das Divine Beast:
SPOILER

Editado pela última vez por fabuzato em Seg, 09 Jul 2018, 03:34, em um total de 2 vezes.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 1

Re: Sejamos sinceros sobre Breath of the Wild

Mensagempor SRmascaros » Seg, 09 Jul 2018, 03:29

Cara, fiz login na minha conta que eu não entro há anos só pra dizer que eu concordo 100% com todas as suas reclamações. Queria dizer também que senti falta dos itens antigos (hookshot, etc) e odiei o sistema de cozinhar, achei uma perda de tempo incrível, qq custa me dar uns corações que nem nos outros jogos. Enfim, no mais, gostei bastante do lance de mundo aberto e falta de linearidade
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor diegocostarn » Seg, 09 Jul 2018, 12:27

Concordo praticamente com tudo e complementando, achei bem desanimador a questão de arma quebrar, do que adianta se animar por ter pego uma arma boa de força alta se vai quebrar com 10 porradas, porém, elas são bem variadas, estilo de jogo de algumas delas são variadas.

Uma das coisas que eu sempre curtia em zelda era as habilidades, itens, powerups que tu pegava ao longo do jogo para abrir outros locais, nesse não, no inicio tu pega tudo, antigamente tu pegava uma bomba, ai com essa bomba tu voltava pro cenário anterior para abrir novas passagens.

Mas acho que o mais extraordinário desse zelda é a liberdade, até hoje não vi nenhum outro jogo ter a liberdade de botw, vai para onde quiser, incluindo diretamente direto pro ganon, outros jogos que se dizem mundo aberto, por mais que tenha um mapa pra explorar, se seguir a quest principal, vira um jogo corredor como qualquer outro, o que achei massa do zellda, terminou great plateou, tu olha pro mapa inteiro e vai para onde quiser, nao tem que ficar seguindo uma bolinha vermelha no mapa.

Outro ponto interessante desse zelda é a dificuldade, o boss final é bem fácil mesmo, mas o inicio do jogo é bem hard, morri mas morri muito, enquanto nos antigos, só morria se fosse muito tapado ou em alguma trap se tivesse com pouco vida.
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Felipe FF » Seg, 09 Jul 2018, 14:10

... é por comentários como esse que eu tenho medo de comprar BotW

já não gostei muito de OoT e TP...
Imagem
Avatar do usuário

    • + 5

Re:

Mensagempor Leh » Seg, 09 Jul 2018, 14:22

Felipe FF escreveu:... é por comentários como esse que eu tenho medo de comprar BotW

já não gostei muito de OoT e TP...

. Você gosta de Fire Emblem, mas não gosta de The Legend of Zelda. Você é uma decepção.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Blue Horizon » Seg, 09 Jul 2018, 14:37

"Agora que a poeira já abaixou..." - Não joguei o jogo ainda, e nem pretendo me aprofundar muito na discussão, pois ainda quero tentar jogar semi-blindado futuramente.

Mas não acha injusto você não levar em consideração também tudo que o jogo representou no contexto da série?
Imagem
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor Wolflink » Seg, 09 Jul 2018, 15:21

Apesar de tudo que eu disse. Eu acho que não me sentia tão feliz em esperar por um Zelda desde Twilight Princess. O Hype por esse jogo foi tão imenso que não sei nem descrever. Acho que todo mundo que um dia já jogou a série Zelda ou até quem não jogou, DEVE jogar esse jogo. Além de tudo que foi dito ai em cima, ele é magnífico, todo mundo deve um dia explorar essa Hyrule imensa. Esse foi com certeza o Zelda que eu mais joguei. ( Isso pq zerei tp umas 20 vezez, sem exagerar). Não irão se arrepender.
Imagem

Imagem

Nintendo Switch: FC 2056-5082-2442

SPOILER

Avatar do usuário

    • + 0

Re: Re:

Mensagempor Felipe FF » Seg, 09 Jul 2018, 15:48

Leh escreveu:
Felipe FF escreveu:... é por comentários como esse que eu tenho medo de comprar BotW

já não gostei muito de OoT e TP...

. Você gosta de Fire Emblem, mas não gosta de The Legend of Zelda. Você é uma decepção.


Eu adoro Zelda!

só não de TP e OoT especificamente

;-;
Imagem
Avatar do usuário

    • + 0

Re: Sejamos sinceros sobre Breath of the Wild

Mensagempor Rafaelm » Ter, 10 Jul 2018, 08:51

O jogo tem esses defeitos mesmo, quests ruins, armas quebraveis. E shirines pouco recompensáveis. Além dos boss fracos.

Iria ser melhor eles colocarem armas com upgrades e sem quebrar, ai nas quests e nas shirines davam partes para dar upgrades nas armas e também nas armaduras, seria muito melhor que as quests zuadas que dão quase nada util.

Mas o jogo em si é muito gostoso de jogar, de explorar (pena que enfiaram koroks seeds em tudo quanto é lugar e a recompensa delas é bem ruim digamos assim ) podia se trocar por itens como aquele cara que troca por partes de monstro, mas colocar itens interessantes ou partes de upgrades como mencionei acima.

Outra coisa também senti falta dos itens classicos para explorar o jogo todo e ter mais variedade no combate, até no skyward sword que ainda é meu zelda favorito (mesmo com seus defeitos) tem uma quantidade maior de inimigos.

De todo jeito o jogo é maravilhoso, mesmo com seus pontos ruins ele tentou criar algo novo e deu certo, só não devia ter dado tanta distancia da série. Espero dungeons melhores e em menos quantidade no próximo zelda. O jogo poderia dar para explorar com os itens mas mais pra quem quer realmente desfrutar do jogo todo, porém dando a opção de zerar como esse.

Peguei todas as shirines mas não fiz todas quests e muito menos peguei as koroks seeds.

E a DLC é bem legal porém curta.
----
Mario Odyssey também foi outro que me decepcinou um pouco, colocaram luas demais e muitas com pouca informação para se pegar, fora luas sem inspiração nenhuma, novamente o Mario Galaxy 2 um jogo de wii é meu favorito. As fases podiam ser lineares mas eram lindas de se jogar, desafiantes e muito mais interessantes de se pegar e com uma duração bem maior do que essas mini luas.
Espero que a nintendo saia dessa fase de criar mundos enormes mas com pouca inspiração nos caminhos. Deveriam ter colocado muito mais fases como o galaxy 2 mas mais inovadoras e interessantes.
Mas como falei o jogo é muito bom, peguei 995 luas, só falta 4 pra eu finalizar todo jogo 100% (falta as purple coins também), mas acho que vou pro zelda pegar mais koroks seeds e fechar o ultimo labirinto da espada.
Se bem que semana que vem deve chegar o octopath traveler e devo ir jogar ele.
Imagem
Avatar do usuário

    • + 7

Mensagempor Ryuuma » Ter, 10 Jul 2018, 13:25

Apesar de concordar com muito do seu discurso em relação aos defeitos do jogo, continuo achando ele excelente.

De fato as sidequests são fracas, o mundo é relativamente vazio, mas dungeons nos moldes originais fazem falta, os chefes são pouco inspiradores e sem qualquer tipo de carisma.

MAS...

Continuo achando o jogo incrível, acho que mereceu sim o titulo de GOTY, e ainda considero o melhor jogo que já joguei.
Zerei quatro vezes entre março e dezembro do ano passado, e não vejo a hora de reencontrar meu Wii U e poder jogar de novo.

Acho que a liberdade absurda que o jogo te da, somada ao mapa gigantesco e as facilidades para explora-lo criam uma sensação de aventura espetacular que eu jamais senti jogando qualquer outro game.

Quanto ao pessoal reclamando das armas quebraveis, eu discordo completamente, a mecânica de armas quebráveis é genial e deveria ser mantida em futuros zeldas que seguem o mesmo estilo desse.

Senti muita falta de ambientes fechados, com a sensação de dungeons. Só temos os lomei labirynths e a caverna que tem a estatua gigante da hylia escondida.

Outra coisa é a falta de variedade de chefes no campo, poxa! não precisavam ter colocado só stone talus e hinox pra todos os cantos. O back ground de zelda é vasto, poderiam ter utilizado os chefes classicos e transformado eles em boss do campo, um tipo diferente de boss pra cada região, por exemplo, seria muito bacana.
Avatar do usuário

Próximo

Voltar para Nintendo

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Google Adsense [Bot] e 23 visitantes