[NBBR] - Nintendo Blast: Battle Royale

Acompanhe esta trama repleta de reviravoltas no seu fórum favorito

Área para criações dos usuários. Avatares, assinaturas, textos, etc - solte sua imaginação!
    • + 0

Re: Re:

Mensagempor Zuado Pela Vida » Dom, 29 Jul 2018, 04:55

blordello escreveu:
Matemática escreveu:ninguém imaginava que a a fic morreria depois da blor morrer, né? -q



Tive de fazer uma cirurgia e estive com febre. Obrigada por se preocupar com a minha recuperação.

<3

Eu conto pra eles agora ou depois que, fora no dia da febre e da cirurgia, você esteve livre em boa parte do tempo? -qn
Imagem
SPOILER

Avatar do usuário

    • + 5

Mensagempor blordello » Dom, 02 Set 2018, 23:37

Capítulo 7

- BERENIIIIIIIIIIICEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! - André soltou um grito agudo, que quase fez os ouvidos de Alejandro sangrarem. Fechou os olhos e abraçou o pequeno corpo já sem vida à sua frente e olhou para o príncipe de Manaus lacrimejando. - Você... - não terminou de falar, atingiu o rapaz no estômago com sua espada, que deu alguns passos para trás e caiu em seguida.

Restam 6 participantes.

O baiano suspirou fundo, olhando para a lâmina ensanguentada. Seu coração batia muito rápido e a respiração estava acelerada... Não conseguiria dormir aquela hora, de forma alguma. Ele tremia, esperou um pouco até sentir-se mais calmo e pegou o machado de Ale que estava no chão, logo retornando para pegar o soco inglês de sua falecida compatriota.

- Vou dar o meu melhor, Bernarda.

Não muito longe dali, FF tentava a todo custo compreender como funcionava um dispositivo abaixo de uma pedra, que a pomba mais amada do Blast havia encontrado. Sua cabeça estava caindo devido ao sono, mas Vits não queria descansar, queria resolver aquilo de uma vez.

- Talvez se pudéssemos fazer isso de manhã... - resmungava o curitibano, enquanto o rapaz ao seu lado fazia cara feia.

- É a nossa chance, pru. - lhe deu um tapa nas costas. - Deixe de ser preguiçoso, anda! Pru. - apontou o estilingue para a cabeça dele, como se o fizesse de refém. Felipe mexeu mais um pouco nos fios, e foi questão de tempo até que ouvisse um gemido de dor ao seu lado. Olhou para trás com os olhos arregalados, aquela escuridão toda dava muito medo. O fato de não conseguir ver por entre as árvores o preocupava ainda mais.

-...Te achei. - disse Guilherme, chamando a atenção de FF. Ele estava deitado acima da pomba, havia atingido suas costas com o mangual... O ferido não dava mais sinais de vida.

Restam 5 participantes.

Felipe suspirou aliviado, sentando-se no chão. O artesão de porcelana se levantou, arrastando o corpo do chão para trás de uma moita. Logo retornou para sentar ao lado do amigo, ambos pareciam exaustos, estavam suando e ofegantes.

- A-Acho que não nos encontramos como queríamos. - declarou o sulista, rindo. Passou a mão pelo braço dele, escorregando até sua mão direita. - Estava tudo planejado para Campinas...

- E viemos parar nesse inferno. - completou, com um leve rubor na face.

- O Mikael ainda tá vivo? - arqueou uma das sobrancelhas ao notar o incômodo do outro ao ouvir a pergunta.

- N-Nós brigamos, mas espero que ele esteja bem.

- O que aconteceu?

- Ele tem outro. - Felipe arregalou os olhos ao ouvir tal revelação. - Guilherme, eu... - parou de falar ao ouvir um barulho agudo vindo do chão, quando olhou para o mesmo viu uma luz verde forte. Empunhou sua chave de fenda e afrouxou alguns parafusos e após remover o pedaço de metal presente ali, encontrou uma chave dourada com os dizeres: "Parabéns, você conseguiu." O curitibano não pensou duas vezes, pegou o objeto e avançou na direção de Guilherme, que o olhava espantado.

- Felipe, o que você tá fazendo, ficou louco? - perguntou, vendo o rapaz aproximar-se de sua tornozeleira com a chave.

- Você precisa fugir.

- N-Não, eu não vou, foi você que achou, não é justo... - FF o ignorava, tomando coragem para mexer na tornozeleira.

- Guilherme! - Mikael chamava, enquanto corria pela floresta escura. Sentia medo, ouvia barulhos estranhos... O clima estava o lembrando sua cidade natal, Atibaia, onde costumava caminhar madrugada a dentro. - Guilherme, cadê você!?

- Ouviu isso? - perguntou, querendo levantar-se, mas o outro não deixou. A chave foi de encaixe com a fechadura e um barulho agudo fez-se presente, repetindo 3 vezes.

Restam 3 participantes.

Mikael estremeceu ao ouvir uma explosão alta não muito longe dali, suspirou fundo e correu até o local... Não pôde acreditar na cena que estava vendo. Sentiu lágrimas se formarem em seus olhos ao notar o corpo de quem estava ao lado do de Guilherme. Caiu de joelhos sobre o chão, em prantos.

- V-Você morreu pra mim. - declarou, nos confins da madrugada.
MyAnimeList: https://myanimelist.net/animelist/blor

Me julguem à vontade. Fiz recentemente e deve estar faltando muita coisa, uma pena. :doge:
Avatar do usuário

    • + 0

Mensagempor Felipe FF » Dom, 02 Set 2018, 23:47

MANO EU NÃO APRENDO
Imagem
Avatar do usuário

    • + 1

Mensagempor Sheik » Seg, 03 Set 2018, 00:00

Só leio fics em quer sou personagem.
Imagem

PSN, Live, Steam e NNID

Avatar do usuário

Anterior

Voltar para Custom Blast

Quem está online

Usuários navegando neste fórum: Nenhum usuário registrado e 2 visitantes