Nintendo Blast
Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!

[Análise de Tendência] A dualidade bem-mal

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Análise de Tendência] A dualidade bem-mal

Mensagem por Simplesmente Gian em Sex 25 Nov 2016, 11:14


Esse texto faz parte de uma série de textos que abordarão políticas e tendências de Desenvolvedoras e do Mercado de Games.

Existem vários tipos de histórias abordadas pelos jogos, desde mais complexas, contendo conspirações e reviravoltas BOMBÁSTICAS, e as simples, que abordam a "simples" batalha entre bem e mal.
Mas falar que essa dualidade é simples, ou que bem e mal são coisas únicas, é exagero. Por trás dessas duas palavras, existem mais pontos de vista do que parece.

"Bem" e "Mal" não são valores absolutos, mas sim relativos, dependendo, muitas vezes, não só do ponto de vista retratado pelo jogo, como pelo modo de pensar do próprio jogador, como, por exemplo, a série The Walking Dead da Telltale e outros jogos que possibilitam s moldagem da história através das escolhas de fala e ação do jogador. Eu cito The Walking Dead por mostrar esse tipo de atitude de maneira próxima ao real, apesar de se passar em um futuro pós-apocalíptico.


Pegando quatro personagens da Season 1, Lee, Lily, Larry e Clementine como exemplos.

Para Larry, Lee é o "vilão" do grupo por ser um assassino condenado e Lily é a "heroína" do grupo por ser a filha dele, ter sido treinada na Força Aérea e apresentar postura de líder.
Para Clementine, Lee é um "herói" por cuidar dela na ausência dos pais.
Para Lee, Larry é a "ferida" do grupo porque demonstra antipatia e falta de confiança com praticamente todo mundo, exceto Lily porque, afinal, ela é a "filhinha do papai", além de quase tê-lo matado na ação de escape da farmácia durante o episódio 1.

Claro que isso pode variar, já que, como disse anteriormente, esse é um tipo de jogo cuja história é moldada pelo próprio jogador e, na minha opinião, falar sobre "heróis e vilões" é algo secundário porque, dentro da atmosfera do jogo, estarmos tratando de sobreviventes, e, se fôssemos falar sobre a realidade, ninguém é obrigado a gostar de ninguém, mesmo que isso custe a vida de outra pessoa.


Outra maneira dessa dualidade ser entendida é que existem "heróis e vilões", mas os vilões não são necessariamente maus, eles podem até boas intenções, mas tais intenções, ou beneficiam um determinado grupo de seres, ou são acompanhadas por métodos um tanto quanto extremistas (piada não intencional, juro por Deus), ou os dois simultaneamente. Os exemplos são os Teams Aqua, Magma, Plasma e Galactic, da série Pokémon, porque:











Essa dualidade, principalmente em sua forma clássica, também pode partir, inicialmente, de motivações pessoais e, depois, se desenrola em uma trama mais complexa, como, por exemplo, a história de Super Paper Mario. Inicialmente, a gente pensa que seria um simples caso de resgate da Peach do Conde Bleck, mas com o desenrolar da história, a gente percebe que o Conde não era necessariamente um vilão e que ele só se tornou um por causa do pai, que baniu Tippi/Timpani. Na verdade, o verdadeiro vilão do jogo é Dimentio e ele quer usar o Chaos Heart numa parada louca parecida com a do Team Galactic.


Também existem os casos dos "mocinhos" serem, por baixo dos panos, tão corruptos quanto os "vilões" como, por exemplo, a Galactic Federation da franquia Metroid, já que, em Fusion, Prime 3 e Other M, percebe-se que existe um trabalho envolvendo a criação de clonagem de criaturas para futura utilização como bioarmas, a existência de naves que simulam ambientes favoráveis a esses clones, como, por exemplo, uma simulação de SR388, planeta natal dos Metroids, um clone da Mother Brain, com aparência de uma mulher, para controlar os Metroids, o desenvolvimento de Metroids modificados, resistentes ao frio e, segundo um dos Space Pirates Data Log de Prime 3, existe um grupo de soldados da Federação que estão associados aos Piratas.



Claro que nem todas as informações a respeito da legitimidade da Galactic Federation (nesse caso, a falta dela) são 100% confirmadas. Apesar de estarem em elementos in-game, essa CONSPIRAÇÃO (ADOOOOORO) só poderá ser melhor abordada em futuro jogo da franquia, de preferência, entre Other M e Fusion ou após Fusion.

Texto opcional - um exemplo da dualidade nas séries:


Voltando ao início, mais especificamente, o poder de escolha, talvez a pessoa seja "má" porque é forçada a ser desse jeito, por receber ordens, para proteger alguém. Por exemplo, se pegarmos a série 24 horas (olha eu envolvendo séries nisso, isso que é amor), vemos que o protagonista Jack Bauer (Kiefer Sutherland) é cruel com as pessoas inimigas da nação por, na minha opinião, exercer o pensamento principal de Nicolau Maquiavél: "Os fins justificam os meios".
Ao ver a série mais detalhadamente, Jack é um tipo de "herói" da nação reprimido e perseguido pela própria nação devido a seus atos não muito humanitários, apesar:

Já impediu um atentado à vida de um Senador (S01)

Impediu que uma bomba explodisse em Los Angeles (S02)

Prendeu os responsáveis por um ataque bioterrorista na cidade (S03)

Prendeu os responsáveis pelo rapto do Secretário de Defesa, James Heller, e sua filha, Audrey Raines, e por um quase desastre nuclear (S04)

Foi um dos responsáveis pela deposição do Presidente dos E.U.A. devido a seu envolvimento em uma conspiração que envolvia o presidente russo no assassinato do ex-presidente Palmer, o senador da Season 1, e em um ataque bioterrorista que debilitou a CTU ( Counter Terrorist Unit, a agência para a qual o Jack trabalha)(S05)

Matou o principal responsável por ataques a bomba em todo o país, além de resgatar, mais uma vez, Audrey (S06),

Impedir que seu antigo parceiro complete sua vingança pela morte da esposa na Season 5 através de ataques terroristas e um dos responsáveis da morte do líder da invasão de um ditador africano à Casa Branca (para maiores detalhes, veja o filme 24 Horas: A Redenção) (S07),

Ficar envolvido em outra conspiração dos russos contra a vida do presidente de um país asiático, para impedir a concretização de um acordo de paz, e sua amiga ex-agente do FBI, Renee Walker (Season 7), devido a seu envolvimento com os russos (S08)

Impediu atentado à vida do presidente Heller e uma trama envolvendo terroristas hackers tomando o controle de drones americanos armados com mísseis (Live Another Day).


CENAS MAIS OU MENOS FORTES. CONSIDEREM-SE AVISADOS.

Olha que no meio disso tudo, ele, em muitas situações, já arriscou a própria vida em prol da integridade da nação, como, por exemplo, a vez, na segunda temporada, em que ele quase morreu ao pilotar o avião que continha a bomba daquela temporada.

Texto opcional - Pensamentos do autor:

A sua forma de ver as qualidades e defeitos das pessoas vai lhe dizer quem é o "mocinho" e o "vilão" do seu dia a dia. Quem nunca tratou, no mesmo dia, a mesma pessoa de maneiras totalmente opostas?Não existem pessoas 100% boas ou ruins. Talvez até existam, mas nem todos verão da mesma maneira a mesma pessoa. Fora que o seu estado emocional naquele momento influencia na sua opinião e dá no que dá.

As divergências políticas, religiosas e ideológicas que muito vemos diariamente são consequências disso. A falta de consenso, a falta de um olhar critico, a maneira de como lidamos os fatos e dados. É meio irônico vermos as nações pedindo pela PAZ, pela IGUALDADE, pela UNIÃO das pessoas, quando os Governos, não em sua unanimidade, procuram culpar os outros países pelos problemas do mundo como se eles não estivessem envolvidos, como se os outros fossem os "vilões" dessa história e eles ficam de "cara branca”.

Concluindo, esse tipo de perspectiva é abordada de maneiras diferentes, dependendo do jogo, e não há problema algum nisso. A maneira como essa dualidade será vista depende, em grande parte, do jogador, seus pensamentos, enfim, sua maneira de ver o mundo real e como isso influencia o seu ponto de vista no mundo virtual.
avatar
Simplesmente Gian
Veterano Nv.22
Veterano Nv.22

Karma Karma : 298
Posts Posts : 936

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/gianluca.ors http://instagram.com/gianlucaors/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum