A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por brnkxp em Qua 16 Mar 2016, 13:44

1) Sim, com mais consoles vendidos entra mais grana, que pode ser investida naqueles titulos que foram mediocres( Mario Tenis, Mario Party) ou até em mais títulos pro Wii U.

2) Não, não aconteceu isso com SNES e nem com o Wii, não teria o porque ocorrer com o WiiU, acredito que esse apoio resultaria em mais exclusivos e maior aproveitamento do hardware "diferentão" Nintendo.

3) Acho que foi indiferente, talvez sem a crise poderia ter sido melhor mas para o publico Nintendo o Wii U é lindo.


Última edição por brnkxp em Qua 16 Mar 2016, 15:43, editado 1 vez(es)

brnkxp
Membro Nv.5
Membro Nv.5

Karma Karma : 29
Posts Posts : 72

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por Crash10 em Qua 16 Mar 2016, 15:12

Eu pessoalmente acho que ela faria muito mais se o Wii U fosse um sucesso. Dá pra ver que devido o fracasso comercial do Wii U, a Nintendo evita lançar todos os jogos que queria, pois pode não valer a pena financeiramente. Se o Wii U tivesse sido um sucesso, a Nintendo não lançaria apenas tudo o que lança, mais um pouco mais, pois tem mais garantia de sucesso. O Wii e o 3DS receberam jogos de franquias menos populares na época, como Punch-Out ou Kid Icarus, pois tinham uma garantia um pouco maior de sucesso devido as vendas do console. Como o Wii U vendeu pouco, o risco é maior. Ou seja, poderíamos até ter um F-Zero ou algo do tipo caso o console tivesse vendido melhor.

Crash10
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 438
Posts Posts : 1636

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por Lucas_XY em Qua 16 Mar 2016, 16:17

@Crash10 escreveu:Eu pessoalmente acho que ela faria muito mais se o Wii U fosse um sucesso. Dá pra ver que devido o fracasso comercial do Wii U, a Nintendo evita lançar todos os jogos que queria, pois pode não valer a pena financeiramente. Se o Wii U tivesse sido um sucesso, a Nintendo não lançaria apenas tudo o que lança, mais um pouco mais, pois tem mais garantia de sucesso. O Wii e o 3DS receberam jogos de franquias menos populares na época, como Punch-Out ou Kid Icarus, pois tinham uma garantia um pouco maior de sucesso devido as vendas do console. Como o Wii U vendeu pouco, o risco é maior. Ou seja, poderíamos até ter um F-Zero ou algo do tipo caso o console tivesse vendido melhor.
O 3DS começou tão bem quanto toda a trajetória do Wii U, e Kid Icarus veio no início, então não foi por que vendeu bem, tava anunciado antes mesmo do console lançar.

Não acho que vários jogos não viram realidade por que o console tem uma base pequena, o F-Zero por exemplo só não sai por groselhas do Miyamoto dizendo que não sabe como faria as coisas no Gamepad, ele disse algo assim ano passado. Mas acho uma bobagem isso de não fazer um jogo (que eu acredito que ocorre MUITO dentro das EAD) só por que não teve uma boa ideia para o Gamepad, o máximo que aconteceria é os críticos tirarem ponto do jogo por não usar o touch.
Se lançarem um jogo realmente bom, que atenda o pedido do público, com certeza consegue vender quase que a metade da base, como o Mario Kart 8.

Lucas_XY
Special Blast
Special Blast

Karma Karma : 520
Posts Posts : 1589

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por Convidado em Qua 16 Mar 2016, 16:45

@Crash10 escreveu:Eu pessoalmente acho que ela faria muito mais se o Wii U fosse um sucesso. Dá pra ver que devido o fracasso comercial do Wii U, a Nintendo evita lançar todos os jogos que queria, pois pode não valer a pena financeiramente. Se o Wii U tivesse sido um sucesso, a Nintendo não lançaria apenas tudo o que lança, mais um pouco mais, pois tem mais garantia de sucesso. O Wii e o 3DS receberam jogos de franquias menos populares na época, como Punch-Out ou Kid Icarus, pois tinham uma garantia um pouco maior de sucesso devido as vendas do console. Como o Wii U vendeu pouco, o risco é maior. Ou seja, poderíamos até ter um F-Zero ou algo do tipo caso o console tivesse vendido melhor.
Rapaz, acho que seu argumento é muito bom, mas eu vou fazer uma provocação, por amor ao debate...  Smile Laughing

Eu acredito que a Nintendo adotou uma postura mais conservadora após reconhecer que o Wii U não era "resgatável", assim, começou a "economizar" suas franquias. 

Lembra que o Iwata disse, em 2014, que "um jogo pode mudar o destino do Wii U"?

Pois é, logo depois disso, foi anunciado, por exemplo, o Star Fox Zero, se não estou enganado, que era uma franquia que todo mundo exigia o retorno. 

Splatoon e Super Mario Maker (só para citar dois que me impressionam) também foram anunciados, em 2014. Zelda já havia sido revelado, anteriormente. Essas iniciativas, entre outras, vejo como tentativas de encontrar aquele que mudaria o destino do Wii U. Foram esforços para levantar o Wii U que nos trouxeram jogos excelentes ou o retorno de franquias muito desejadas. E acho que a Nintendo continuaria explorado isso (e, eventualmente, veríamos um F-Zero ou um Metroid), mas viu que já não valia a pena. 

Assim, até metade 2015, ao meu ver, o Wii U foi recebendo coisa muito boa em função de tentar reverter a "crise" do Wii U.

Agora, após isso, acho que o Wii U foi abandonado, com a postergação de jogos (Zelda, Star Fox Zero, por exemplo), para prolongar um pouco a sua vida útil e não ficar dependendo de lançamentos fracos e, até certo ponto, mal feitos e apressados, como já citaram anteriormente.

Fica essa provocação, para que vocês avaliem e me encham de pescotapas, se acharem necessário...  Laughing

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por Crash10 em Qua 16 Mar 2016, 16:56

Supekutoruman escreveu:
@Crash10 escreveu:Eu pessoalmente acho que ela faria muito mais se o Wii U fosse um sucesso. Dá pra ver que devido o fracasso comercial do Wii U, a Nintendo evita lançar todos os jogos que queria, pois pode não valer a pena financeiramente. Se o Wii U tivesse sido um sucesso, a Nintendo não lançaria apenas tudo o que lança, mais um pouco mais, pois tem mais garantia de sucesso. O Wii e o 3DS receberam jogos de franquias menos populares na época, como Punch-Out ou Kid Icarus, pois tinham uma garantia um pouco maior de sucesso devido as vendas do console. Como o Wii U vendeu pouco, o risco é maior. Ou seja, poderíamos até ter um F-Zero ou algo do tipo caso o console tivesse vendido melhor.
Rapaz, acho que seu argumento é muito bom, mas eu vou fazer uma provocação, por amor ao debate...  Smile Laughing

Blá blá blá:
Eu acredito que a Nintendo adotou uma postura mais conservadora após reconhecer que o Wii U não era "resgatável", assim, começou a "economizar" suas franquias. 

Lembra que o Iwata disse, em 2014, que "um jogo pode mudar o destino do Wii U"?

Pois é, logo depois disso, foi anunciado, por exemplo, o Star Fox Zero, se não estou enganado, que era uma franquia que todo mundo exigia o retorno. 

Splatoon e Super Mario Maker (só para citar dois que me impressionam) também foram anunciados, em 2014. Zelda já havia sido revelado, anteriormente. Essas iniciativas, entre outras, vejo como tentativas de encontrar aquele que mudaria o destino do Wii U. Foram esforços para levantar o Wii U que nos trouxeram jogos excelentes ou o retorno de franquias muito desejadas. E acho que a Nintendo continuaria explorado isso (e, eventualmente, veríamos um F-Zero ou um Metroid), mas viu que já não valia a pena. 

Assim, até metade 2015, ao meu ver, o Wii U foi recebendo coisa muito boa em função de tentar reverter a "crise" do Wii U.

Agora, após isso, acho que o Wii U foi abandonado, com a postergação de jogos (Zelda, Star Fox Zero, por exemplo), para prolongar um pouco a sua vida útil e não ficar dependendo de lançamentos fracos e, até certo ponto, mal feitos e apressados, como já citaram anteriormente.

Fica essa provocação, para que vocês avaliem e me encham de pescotapas, se acharem necessário...  Laughing

Entendo o que quer dizer, mas pessoalmente, acho que a Nintendo faria a mesma coisa, independente do Wii U se dar bem ou mal. Se ele lucrasse, inclusive, poderíamos ver que as poucas tentativas mais "desesperadas" da Nintendo de ganhar lucro com o console não falhariam, como o Animal Crossing: Amiibo Festival ou Mario Tennis: Ultra Smash. Ou falhariam, vai se saber.

Acho que as franquias menos populares não gerariam muito lucro de qualquer forma, por isso acho que a Nintendo não se importa muito se lança ou não, apenas lança se tiver vontade (ou se ficar "cool" com o novo controle). Muitas delas tem a sensação de "Tech Demos" (como Star Fox Guard ou Kid Icarus: Uprising) justamente porque o lucro gerado não vai fazer tanta diferença, então ela aproveita pra testar coisas novas com os jogos.

Crash10
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 438
Posts Posts : 1636

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por Vinicius em Dom 20 Mar 2016, 19:34

Se a Nintendo fizer outro console fraco é melhor ir pro mobile e morrer de vez.

Vinicius
Membro Nv.16
Membro Nv.16

Karma Karma : 147
Posts Posts : 180

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por Convidado em Dom 20 Mar 2016, 20:36

@Vinicius escreveu:Se a Nintendo fizer outro console fraco é melhor ir pro mobile e morrer de vez.

A questão não é a potência do hardware, algumas empresas alegam isso para não desenvolver para o Wii U, porém, eu acho que é medo da concorência da nintendo(games). Se você olhar bem a história da BigN nos consoles de mesa eu acho que o único console que se vendeu muito game third foi o SNES depois disso tivemos N64, GC e Wii, vou colocar abaixo uma lista dos mais vendidos:

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_best-selling_Wii_video_games

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_best-selling_Nintendo_64_video_games

https://en.wikipedia.org/wiki/List_of_best-selling_Nintendo_GameCube_video_games

No caso do GC em especial, o GC era o console mais potente da geração(xbox e ps2 não davam conta do cubo quando o assunto era potência) e ainda tinha alguns exclusivos tops como Metal Gear e Resident Evil(que a galera curtia muito) ! E nem assim o console vendeu, foi um fracasso ! Talvez pelo fato de usaram mini-dvd's como midía.

Ai quando a galera achava que a Nintendo estava acabada, vem o Wii com um hardware fraco(em comparação ao ps3 e x360), porém, com uma nova perpectiva de se jogar videogame, bem, a nintendo chutou algumas bundas com ele.

Potência não é tudo em um console, :B

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por vits em Dom 20 Mar 2016, 21:31

@NVgs, só duas observações importante, primeiro que o Game Cube não era o console mais potente de sua geração, apesar de seu processador ser mais eficiente do que o Pentium que equipava o Xbox, a GPU desse último era muito mais poderosa, com recursos que rivalizavam os computadores, além disso a memória extra e o kit de desenvolvimento baseado em Direct X, colocavam o console da Microsoft como o mais "potente".

Segundo que, um console "fraco" não necessariamente se refere a potência. O Wii U pode ser considerado "fraco", justamente por não conseguir suprir as necessidades da grande maioria dos jogadores, mesma coisa pode ser dita de peças de hardware como o PS Vita e até mesmo o Ouya, consoles em que potência não é o que falta (ao menos dentro de suas respectivas categorias).

vits
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 2534
Posts Posts : 4902

Ver perfil do usuário https://miiverse.nintendo.net/users/Viitzz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por André Carboni em Seg 21 Mar 2016, 03:04

@vits escreveu:
@NVgs, só duas observações importante, primeiro que o Game Cube não era o console mais potente de sua geração, apesar de seu processador ser mais eficiente do que o Pentium que equipava o Xbox, a GPU desse último era muito mais poderosa, com recursos que rivalizavam os computadores, além disso a memória extra e o kit de desenvolvimento baseado em Direct X, colocavam o console da Microsoft como o mais "potente".

Segundo que, um console "fraco" não necessariamente se refere a potência. O Wii U pode ser considerado "fraco", justamente por não conseguir suprir as necessidades da grande maioria dos jogadores, mesma coisa pode ser dita de peças de hardware como o PS Vita e até mesmo o Ouya, consoles em que potência não é o que falta (ao menos dentro de suas respectivas categorias).

fazendo um adendo, o ouya é fraco em hardware sim. faltou ram nele

André Carboni
Membro Nv.7
Membro Nv.7

Karma Karma : 34
Posts Posts : 90

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por ari789 em Seg 21 Mar 2016, 07:14

Sabe o quê eu acho esquisito ?, quando o Wii U recebia Third's ninguém comprava, tá que algumas eram ports mal feitos, mas jogos como Assasin's Creed IV e Need for Speed Most Wanted deram um banho nas outras versões ( fora que o NFS teve conteudo extra para justificar o atraso ), porem quando o console parou de receber apoio de terceiras, geral reclamava e xingavam as produtoras por não apoiar o Wii U e inventarem desculpas para não lançar para ele ( ao invês de simplesmente dizer, não vamos lançar por quê não vai vender ) Laughing

e voltando ao assunto, não acho que Hardware seja a chave do sucesso, Wii e DS estão ai para provar isso, um console só precisa de um bom marketing e ótimos jogos, Wii e DS tiveram bastante dos dois, já o Wii U... nem tanto...

Basta parar pra pensar no quê o DS tinha... ele teve um Hardware bem fraco e com isso teve um preço bastante aceitável, uma nova forma de jogar utilizando a Touch + Microfone que caiu perfeitamente no gosto do povo, ótimos jogos não só da Nintendo como de várias empresas ( o custo de produção dos jogos era pequeno e fácil, o quê facilitou ainda mais ), retrocompatibilidade, marketing poderoso com comerciais que atraiam todo tipo de público seja gamer ou casual e por ai vai...

ari789
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 1969
Posts Posts : 6398

Ver perfil do usuário https://www.facebook.com/MoonSarito https://www.youtube.com/channel/UCC8I8KuA20MPoI5QmQ6BcBA https://miiverse.nintendo.net/users/MoonSarito http://www.youtube.com/user/iFanDuBrasil/videos?flow=grid&vi

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por Math_Geek em Seg 21 Mar 2016, 11:07

@ari789 escreveu:Sabe o quê eu acho esquisito ?, quando o Wii U recebia Third's ninguém comprava, tá que algumas eram ports mal feitos, mas jogos como Assasin's Creed IV e Need for Speed Most Wanted deram um banho nas outras versões ( fora que o NFS teve conteudo extra para justificar o atraso ), porem quando o console parou de receber apoio de terceiras, geral reclamava e xingavam as produtoras por não apoiar o Wii U e inventarem desculpas para não lançar para ele ( ao invês de simplesmente dizer, não vamos lançar por quê não vai vender ) Laughing
Vejo o Wii U como tendo 2 públicos: um que compra por causa dos exclusivos e um que compra por causa dos jogos no geral (first e third). No começo da vida do console a maioria era do público 1, e alguns do público 2. Como muitos jogos não davam retorno no Wii U (pois o público dos consoles da Nintendo é o 1, en quantidades absurdas) e outras questões, a quantidade de third foi diminuindo, fazendo com que o público 2 diminuísse, e osnque ficaram com o console estarem decepcionados.

Para quem é do público 1, o Wii U pode ter falhas mas nada de tão grave, já que tem excelentes títulos. Mas para o 2 o Wii U é um console praticamente decadente. Quem reclama da falta de jogos assim é o público 2, e não o 1. E isso fica cada vez mais evidente porque os concorrentes do Wii U estão se estabilizando no mercado, não é como no começo da vida do console em que ele concorria com a geração anterior.

Math_Geek
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 3258
Posts Posts : 8313

Ver perfil do usuário https://miiverse.nintendo.net/users/MathGeek-ID

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por KSPS em Seg 21 Mar 2016, 11:43

1) Será que, se o Wii U tivesse vendido que nem o PS4, por exemplo, e se tornando um sucesso comercial desde o início, a Nintendo teria se esforçado tanto e criado a melhor experiência dessa geração (na minha opinião, claro... podem marretar ela, se quiserem)? 

Com certeza não!
Em questão de qualidade dos games, dá pra perceber o grande esforço do Wii U em relação ao Wii. Não estou dizendo que o Wii foi ruim, mas sim que o Wii U tem excelentes e memoráveis games.


2) Se o Wii U recebesse muito apoio de third parties, será que a Nintendo não teria ficado acomodada, com o influxo constante de lançamentos de outras desenvolvedoras? 
Acredito que o resultado seja o mesmo. O Wii U sofre de longos períodos sem lançamentos da mesma forma. Acho que se recebesse o apoio third, o consumidor teria mais opções ao longo do tempo e não iria ser afetado por esses períodos secos do console.


3) A “crise” do Wii U foi boa para nós, jogadores, afinal?

Sim e não. hu3

Sim porque, conforme seu mini-review (muito bom, por sinal), a Nintendo realmente tentou marcar o Wii U por meio de jogos bons para atrair a galera. No Japão deu certo, no EUA mais ou menos e na Europa apenas em algumas regiões.

Não porque, players como eu, sentiram falta de jogos como PES/FIFA. Podem até falar "Ah, mas FIFA 13 vendeu mal no Wii U". A versão que lançaram para o Wii U possui engines do 12 e não tinha atualizações como nas outras. 

CoD foi uma exceção. Pelo Cod, deu pra perceber que os players não são muito fãs de lançamentos anuais, e o cenário online do Wii U ainda é bastante movimentado no CoD. 

Mas o fato maior é que o público NINTENDO comprou o NINTENDO WII U. Dificilmente esse público compra thirds. Portanto, o apoio daria mais certo se O PUBLICO NÃO SOMENTE NINTENDO tivesse comprado este console, dando assim mais suporte às thirds.

Não adianta um suporte forçado como no início, sendo que ESTE PÚBLICO estava com seus PS3/Wii/X360 e não viam motivo para migrar para um console NÃO MUITO MAIS PODEROSO que esses. Como o PS4 é MAIS PODEROSO que o PS3/Wii/X360, este mesmo público migrou para o PS4.

Infelizmente, na minha opinião, o erro da Nintendo com o Wii U foi a data de lançamento e, CONSEQUENTEMENTE, o poder. Isto no ponto de vista ECONÔMICO, porque no ponto de vista CRÍTICO temos uma grande gama de jogos excelentes.

KSPS
K♥S>>PS
K♥S>>PS

Karma Karma : 2170
Posts Posts : 5319

Ver perfil do usuário https://miiverse.nintendo.net/users/KelvinKSPS

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por Convidado em Seg 21 Mar 2016, 12:04

@KSPS escreveu:
Bela análise!!:

1) Será que, se o Wii U tivesse vendido que nem o PS4, por exemplo, e se tornando um sucesso comercial desde o início, a Nintendo teria se esforçado tanto e criado a melhor experiência dessa geração (na minha opinião, claro... podem marretar ela, se quiserem)? 

Com certeza não!
Em questão de qualidade dos games, dá pra perceber o grande esforço do Wii U em relação ao Wii. Não estou dizendo que o Wii foi ruim, mas sim que o Wii U tem excelentes e memoráveis games.


2) Se o Wii U recebesse muito apoio de third parties, será que a Nintendo não teria ficado acomodada, com o influxo constante de lançamentos de outras desenvolvedoras? 
Acredito que o resultado seja o mesmo. O Wii U sofre de longos períodos sem lançamentos da mesma forma. Acho que se recebesse o apoio third, o consumidor teria mais opções ao longo do tempo e não iria ser afetado por esses períodos secos do console.


3) A “crise” do Wii U foi boa para nós, jogadores, afinal?

Sim e não. hu3

Sim porque, conforme seu mini-review (muito bom, por sinal), a Nintendo realmente tentou marcar o Wii U por meio de jogos bons para atrair a galera. No Japão deu certo, no EUA mais ou menos e na Europa apenas em algumas regiões.

Não porque, players como eu, sentiram falta de jogos como PES/FIFA. Podem até falar "Ah, mas FIFA 13 vendeu mal no Wii U". A versão que lançaram para o Wii U possui engines do 12 e não tinha atualizações como nas outras. 

CoD foi uma exceção. Pelo Cod, deu pra perceber que os players não são muito fãs de lançamentos anuais, e o cenário online do Wii U ainda é bastante movimentado no CoD. 

Mas o fato maior é que o público NINTENDO comprou o NINTENDO WII U. Dificilmente esse público compra thirds. Portanto, o apoio daria mais certo se O PUBLICO NÃO SOMENTE NINTENDO tivesse comprado este console, dando assim mais suporte às thirds.

Não adianta um suporte forçado como no início, sendo que ESTE PÚBLICO estava com seus PS3/Wii/X360 e não viam motivo para migrar para um console NÃO MUITO MAIS PODEROSO que esses. Como o PS4 é MAIS PODEROSO que o PS3/Wii/X360, este mesmo público migrou para o PS4.

Infelizmente, na minha opinião, o erro da Nintendo com o Wii U foi a data de lançamento e, CONSEQUENTEMENTE, o poder. Isto no ponto de vista ECONÔMICO, porque no ponto de vista CRÍTICO temos uma grande gama de jogos excelentes.
Excelente a sua análise. Achei muito pertinente!!

É um pouco inútil tentar adivinhar o que aconteceria, mas eu me pego pensando no que teria acontecido se o Wii U fosse, no mínimo, tão poderoso quanto o XBO (quiçá, como o PS4)... será que, ainda sim, passaria por essa crise comercial? Será que veríamos mais qualidade nos jogos, menos, ou a mesma coisa? Será que as thirds, ainda assim, dariam pouco apoio ao console?

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por vits em Seg 21 Mar 2016, 13:23

@André Carboni escreveu:
@vits escreveu:
@NVgs, só duas observações importante, primeiro que o Game Cube não era o console mais potente de sua geração, apesar de seu processador ser mais eficiente do que o Pentium que equipava o Xbox, a GPU desse último era muito mais poderosa, com recursos que rivalizavam os computadores, além disso a memória extra e o kit de desenvolvimento baseado em Direct X, colocavam o console da Microsoft como o mais "potente".

Segundo que, um console "fraco" não necessariamente se refere a potência. O Wii U pode ser considerado "fraco", justamente por não conseguir suprir as necessidades da grande maioria dos jogadores, mesma coisa pode ser dita de peças de hardware como o PS Vita e até mesmo o Ouya, consoles em que potência não é o que falta (ao menos dentro de suas respectivas categorias).

fazendo um adendo, o ouya é fraco em hardware sim. faltou ram nele

Hoje em dia e quando igualado a aparelhos de outras categorias, sim, porém na época de seu lançamento e dentro dos "micro-consoles", seu hardware era um dos mais poderosos e o com melhor relação custo x benefício. Portando, eu não diria que seu hardware era fraco, mesmo que ele pudesse ter usufruído de mais memória ram.

vits
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 2534
Posts Posts : 4902

Ver perfil do usuário https://miiverse.nintendo.net/users/Viitzz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A "crise" do Wii U em nosso benefício.

Mensagem por Sero em Seg 21 Mar 2016, 14:44

Metroid realmente fez falta, mas tanta gente pedindo F-Zero no Wii U era só por pedir mesmo, porque nunca foi uma franquia muito popular, nem das que vendem bastante. Lançar um jogo que vende pouco num videogame que vende pouco? Não sei pra que pediam tanto isso.

Mas vamos lá.

1) Sim, ela teria se esforçado tanto quanto, e talvez faria até melhor. O Wii U estar numa situação tão difícil foi complicado pra Nintendo desde o início, e não estimulante ou favorecedor. É claro que em dificuldades a empresa tenta surpreender, mas com certeza vendas fluindo seria bem mais estimulante para a galera que desenvolve games. Não é à toa que o Wii U teve poucos jogos, mesmo contando os first-party.

2) Não, isso de ficar acomodada não existe. A Nintendo é uma empresa antiga no ramo, tá aí desde lá pela época do Atari. Não ia rolar com eles de se acomodar só porque outras empresas fazem jogos pra eles. No NES e no SNES (e em menor número, até mesmo N64) várias empresas lançavam jogos para os consoles Nintendo, e mesmo assim ela fazia first-party sem parar. O efeito provavelmente seria o contrário disso: tendo vários jogos thirdies no console que vende bem, a Nintendo se sentiria mais segura e estimulada a lançar mais dos seus também, deslocando mais verba e funcionários para o desenvolvendo de games, que traria um retorno certo.

3) Infelizmente, não foi. É louvável o empenho de tentar ver tudo do jeito positivo, mas nada de bom do Wii U veio "por causa da crise" em si. O que tivemos de bom, foi porque a Nintendo é uma ótima desenvolvedora, e uma empresa empenhada no que faz. De resto, só nos sobrou poucas novidades, grandes hiatos sem qualquer notícia ou lançamento, pouco uso do console e preços altos.


A galera costuma elogiar muito MK8, Smash, Pikmin, esses jogos do Wii U que, de fato, são incríveis e lindos. Contudo, como já disseram aí, são melhorias esperadas. Nada foi "por causa do Wii U", não vimos nada que justificasse a tela do gamepad por exemplo, que acaba sendo usava até hoje pra mapinhas e ações simples.

A surpresa mesmo foi Splatoon. Esse, sim, além de ser foda, foi totalmente novo.


@Arthimura escreveu:Eu acho que sim, parcialmente.

1) O Wii U não vender tão bem quanto o PS4 é consequência de sua proposta. A proposta do Wii U acabou sendo a de um console para jogadores entusiastas que gostam dos exclusivos da Nintendo.
O Wii U só venderia mais se a Nintendo tivesse investido em hardware e apoio de thirds para atrair as massas, investindo menos em exclusivos, o que tiraria o atrativo da plataforma para os jogadores entusiastas pois a Sony, Microsoft e PC já fazem isso, então estaria criando uma plataforma sem diferencial em relação as outras.

Então com a Nintendo seguindo essa proposta (e consequentemente vendendo menos que o PS4), esses jogadores entusiastas foram beneficiados sim, pois a Nintendo focou em exclusivos de alta qualidade e além da excelente biblioteca atual, vários dos melhores títulos estão aparecendo no final da vida do console, como Xenoblade Chronicles X, Star Fox Zero e Zelda U[...]

Proposta para jogadores entusiastas? Você está sendo bem gentil com o Wii U, hahaha. Pra mim a Nintendo tentou misturar 40% entusiastas com 60% casuais, errou no marketing e no público, e por isso deu no que deu. Se fosse um console de entusiastas, não teria por que fazer todo jogo com Modo Fácil/Modo Invencível/Modo-pra-passar-voando-pela-tela-e-não-morrer. Pelo contrário, os jogos teriam uma dificuldade bem mais elevada.

Mas cada um com sua opinião Very Happy

Sero
Membro Nv.13
Membro Nv.13

Karma Karma : 122
Posts Posts : 156

Ver perfil do usuário http://twitter.com/SeroReviews http://www.youtube.com/SeroReviews

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum