Nintendo Blast
Olá visitante/usuário! Nós estamos em processo de migração e deixaremos este Fórum em breve.

A migração é para termos mais liberdade e para podermos ter um Fórum melhor! Se você ainda não é cadastrado neste Fórum e nem no novo, clique aqui e cadastre-se já no Novo Fórum!

Se você já possui uma conta aqui, clique aqui e saiba como migrar para o Novo Fórum Nintendo Blast!

[Análise] Splatoon

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Análise] Splatoon

Mensagem por Felipe_Vieir4 em Ter 19 Jan 2016, 22:25

Plataforma: Wii U
Lançamento: 29 de Maio de 2015
Desenvolvedora: Nintendo EAD
Gênero: Shooter
Versão analisada: 2.4.0

Introdução

Desenvolvido e publicado pela Nintendo, Splatoon foi uma das maiores surpresas de 2015: vencedor das categorias melhor shooter e melhor multiplayer da Game Awards 2015, além de ter sido escolhido como melhor shooter, melhor multiplayer e melhor exclusivo no Nintendo Blast Game Awards 2015, ele recebeu inúmeras atualizações ao longo do ano, com novas armas e mapas, mas pelo o que parece as atualizações irão parar, e a última arma nova já foi anunciada.

Em partidas de 8 jogadores, divididas em times de 4 pessoas, o jogo de tiro da Nintendo entrega uma forma nova de se jogar. Esqueça a violência típica dos jogos desse gênero, e não se engane com o visual mais infantil do jogo, com Splatoon, a Nintendo conseguiu transformar fazer uma grande bagunça em uma grande diversão.

Gameplay

O jogo é compatível apenas com o Gamepad, e a movimentação do personagem é feita com o analógico esquerdo enquanto que a mira é feita com uma mistura entre o analógico direito e movimentar o controle, atirar com ZR, entrar na forma de lula com o ZL, bombas com R e especiais pressionando o analógico direito funcionam quase que como natural, depois de uma partida jogando, você sente como se sempre soubesse jogar.
Mas o que pode não agradar todo mundo é que o jogo não possui um chat de voz, nem mesmo nas partidas em que você joga só com seus amigos.


Pintar o mapa se torna algo muito maior do que apenas vencer as partidas, quanto mais você pinta o mapa, mais rápido você (e seus companheiros de time) conseguem se mover pelo mapa, se esconder, além de carregar o especial. A velocidade dada pela movimentação como lula junto dos mapas relativamente pequenos tornam tudo mais ágil e simples de um jeito que se torna impossível jogar outro jogo de tiro sem se incomodar com longos períodos de caminhada até encontrar os inimigos.

Falando dos mapas, eles são muito bem desenhados, e mudam completamente conforme você os pinta. Atalhos, subir por paredes, passar por grades, tudo isso adiciona mais possibilidades de estratégias para jogar. Ao todo, nesse momento são 14 mapas disponíveis, com a previsão ainda da chegada de mais um mapa que ainda não foi anunciado.

Ao todo, o jogo possui 74 armas. E isso é arma pra caramba, tanto que se eu já testei metade acho que foi muito. Cada uma consegue te proporcionar uma maneira diferente de jogar, além de uma estratégia diferente, entre rollers, chargers e as metralhadoras mais "tradicionais". 


Tudo isso consegue transformar o gameplay de uma forma que eu só consegui perceber o quão inovador e divertido era depois de de fato começar a jogar, por mais que a princípio partidas rápidas possam parecer ruins, se encaixam perfeitamente no jogo, criando um estilo único, incrivelmente divertido, seja no Turf War ou em algum dos modos do Ranked Battle.
E além disso, a Nintendo prepara eventos especiais em alguns sábados chamados Splatfest, onde são criados dois times, que disputam no modo Turf War, e no fim do dia tem o resultado contabilizado.

Além do multiplayer online (que é o grande foco do jogo), temos o modo história, onde você é o Agente 3, contratado pelo Capitão Cuttlefish para resgatar o The Great Zapfish. Seu progresso no modo história é separado do multijogador, e até o dinheiro é diferente. 
A campanha é extremamente curta, algo em torno de 8 horas no máximo, e propõe alguns desafios interessantes (e completamente diferentes do que você vai ter no online), mas deixa uma impressão de que foi feita só para não poderem dizer que o jogo não tem um modo offline.

Além do modo história, temos o modo 1v1, o Battle Dojo, onde o objetivo é ver quem acerta mais balões. Joguei esse modo com meu irmão algumas poucas vezes, é divertido, mas depois da quinta rodada nós paramos, e não tenho muita vontade de voltar a jogar.


E se você tiver algum dos 3 amiibo de Splatoon (os únicos que funcionam com o jogo), você desbloqueia alguns desafios, que são na verdade fases do modo história, com algumas diferenças, como ao apertar ZL usar o Kraken ao invés da Lula, ter quantia de tinta limitada, jogar com uma charger, coisas do tipo. Ao vencer 3 fases, você desbloqueia uma quarta, que é um dos Bosses, e ao vencer ele você ganha algo especial (uma arma/roupa ou minigame). Tive a oportunidade de testar, e posso dizer que foi um jeito legal de usar os amiibo, pois dá um bônus divertido para quem tem, mas quem não tem não perde nada (a não ser que você queira ostentar a roupa do amiibo da Lula no online).

Gráficos e Sons


O jogo roda em 720p a constantes 60 frames por segundo durante uma partida, e a 30 fps enquanto você está em Inkopolis (fora de uma partida). Em testes de frame-rate é possível observar minúsculas quedas de fps, mas durante o jogo nenhuma delas é perceptível, e ficam muito distante de atrapalhar o jogo.
Apesar de não apostar no realismo (típico dos jogos do gênero), Splatoon é bonito de um jeito único, criando um universo diferente, repleto de detalhes.
Pode não ser o jogo com as melhores texturas, mas é muito bonito.



A música se encaixa perfeitamente com o ritmo frenético das partidas, e os efeitos sonoros dos tiros conseguem te dar noção de tudo que está acontecendo ao seu redor. Nunca imaginei que jogar um shooter ao som de uma guitarra formaria uma combinação tão boa.

Conclusão

Splatoon é sem dúvida nenhuma um jogo de tiro que consegue divertir até mesmo aqueles que não gostam de jogo de tiro. Com partidas com ritmo frenético, armas e mecânicas criativas, mapas perfeitos para esse louco universo do jogo, tudo faz com que eu simplesmente não perca a vontade de jogar mais tinta por aí, nas divertidas partidas do jogo.


Pontos positivos:
-Partidas rápidas
-Mecânicas criativas
-Modos de jogo únicos
-Splatfests
-Trilha sonora
-Não é um jogo do Mario

Pontos negativos:
-Falta de chat de Voz
-Modo história curto
-Modos offline fracos

Nota final: 9.0/10


Última edição por felipe_vieir4 em Qua 20 Jan 2016, 10:16, editado 1 vez(es)
avatar
Felipe_Vieir4
Special Blast
Special Blast

Karma Karma : 1798
Posts Posts : 4205

Ver perfil do usuário https://www.youtube.com/channel/UCzpZ9n7fp5Bj6j0wtdO3kdA https://miiverse.nintendo.net/users/Felipe_Vieir4

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] Splatoon

Mensagem por vits em Ter 19 Jan 2016, 22:44

Muito boa a análise, explicou direitinho os detalhes, que tornam Splatoon um jogo bastante diferenciado. Fiquei um pouco surpreso em descobrir que existem 74 armas no jogo, desde que comecei a jogar, troquei o armamento básico apenas uma vez (lol!).

As minhas únicas birras com o jogo são a falta de um chat de voz, que pelo menos pra mim, tira um pouco da diversão dos modos ranqueados e o tamanho dos mapas e equipes. Acho que Splatoon, poderia ter um modo de jogo um pouco mais longo, com mapas maiores e talvez 8 conta 8, quem sabe em Splatoon 2? Razz
avatar
vits
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 2542
Posts Posts : 4922

Ver perfil do usuário https://miiverse.nintendo.net/users/Viitzz

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] Splatoon

Mensagem por Crash10 em Qua 20 Jan 2016, 05:15

Parabéns pela análise felipe. Bem escrita e bonita visualmente.

Realmente Splatoon parece um dos melhores jogos do Wii U, e vai ser um dos primeiros que vou comprar (quando eu for comprar...). É um dos poucos jogos de tiro que me interesso (junto com Plants vs Zombies: Garden Warfare e um leve interesse em Call of Duty).
avatar
Crash10
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 443
Posts Posts : 1657

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] Splatoon

Mensagem por Chazzy em Qua 20 Jan 2016, 15:05

Gostei bastante da análise, foi breve e direto ao ponto, e não deixou de falar de nada que seja importante!

Ainda não joguei o Splatoon, e no preço que tá não devo jogar tão cedo, mas é um jogo interessante, sem dúvidas!!
avatar
Chazzy
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 1787
Posts Posts : 7415

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] Splatoon

Mensagem por Jordanlucas12 em Dom 24 Jan 2016, 04:11

"Não é um jogo do Mario"

Melhor...Ponto positivo...EVER!!! Mario Troll
avatar
Jordanlucas12
Membro Nv.5
Membro Nv.5

Karma Karma : 11
Posts Posts : 75

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Análise] Splatoon

Mensagem por Galux em Dom 24 Jan 2016, 06:36

Gostei muito de sua análise, caso algum dia eu venha adquirir um Wii U provavelmente irei cogitar comprar Splatoon uma vez que eu gosto de jogos do estilo shooter Laughing .
avatar
Galux
Membro Nv.8
Membro Nv.8

Karma Karma : 37
Posts Posts : 101

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum