[Blog Somos Nintendo] Adeus e obrigado por tudo Satoru Iwata

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

[Blog Somos Nintendo] Adeus e obrigado por tudo Satoru Iwata

Mensagem por Nan Gamer em Seg 13 Jul 2015, 12:51

Eu nunca fui muito fã de presidentes de empresas. A sensação de sempre pensar naquele cara que fica sentadinho só dizendo o que fazer enquanto outros dão sangue e suor pra realizar as mesmas tarefas é algo que de certa forma sempre me fez ter uma visão totalmente errada desses extremamente capacitados profissionais. Porém, quando Steve Jobs se foi eu meio que fiquei em choque, porque a impressão que me deu é que a Apple iria sumir e que todas aquelas ideias geniais que mudaram o mundo seriam apenas boas lembranças.
Por ser fã da Nintendo desde a minha infância, meu ídolo maior sempre foi o inigualável Shigeru Miyamoto, afinal de contas, como não amar alguém que criou obras inesquecíveis e insuperáveis como Super Mario, Zelda e Donkey Kong? Mas até mesmo Miyamoto  com toda sua genialidade, sempre teve que responder a um superior. Nos anos 80 e 90,Hiroshi Yamauchi é quem dava as ordens na Nintendo, era o cara da vez, EL CAPTAIN. Muitos funcionários reclamavam do jeito autoritário, arrogante e prepotente do ex-presidente que faleceu a dois anos atrás.

O autoritário Hiroshi Yamauchi

Yamauchi era o tipo de homem que não era muito de aparecer em público ou de dar entrevistas, era apenas o que eu sempre achava de um presidente de uma grande companhia: um cara sério, durão, que dá ordens e mais ordens enquanto seu pessoal está trabalhando arduamente. Depois de tantos anos na presidência da Nintendo, eis que em meados de 2001 Yamauchi indica a dedo o seu substituto, um ex-programador de pérolas como Earthbound, Kirby e Super Smash Bros. Na época o indicado por Yamauchi era diretor da Hal Laboratoty e comandava ações de gênios como nosso queriso Massahiro Sakurai, o pai de Super Smash Bros. Diante de muitas dúvidas eis que então a Nintendo conhece seu novo e carismático presidente, um tal de Satoru Iwata.
Iwata não era do tipo arrogante como Yamauchi, mas assim como o ex-presidente, seu foco era manter a Nintendo sempre em primeiro lugar independente de qualquer outra coisa. Iwata se beneficiava de conhecer as entranhas da programação de jogos para vídeo games, além de já ter sido presidente de uma outra pequena empresa, mas agora a conversa era outra já que ele seria presidente da maior empresa de games do planeta, a grandiosa Nintendo.

Iwata no início de sua presidência
 
O primeiro grande projeto que teve o dedo de Iwata foi o inesquecível Nintendo DS. Meu Deus…não consigo expressar em palavras o quanto amo esse console. Foi através dele que joguei o retorno do Super Mario que eu havia jogado a anos atrás no meu Super Nintendo, sim, estou falando de New Super Mario Bros. Além disso o protátil possuía duas telas, e uma delas era sensivel a toque, algo na época revolucionário e inesperado. Alguns jogos clássicos tiveram sua jogabilidade totalmente inovadora com a utilização da caneta stylus que comandava muitas ações, Phantom Hourglas que o diga. O Nintendo DS durante anos manteve a posição de console mais vendido de todos os tempos, sendo superado a pouco tempo por outro gigante do mundo dos vídeo games, o poderoso Playstation 2. Após grandes jogos como The Legend of Zelda: Phantom Hourglas e Spirits Track, Pokémon Black and White 1 e 2, o remake de Super Mario 64 e algumas outras pérolas foi a vez de Iwata surpreender o mundo e apresentar um novo conceito de jogabilidade, o inesquecível Wii.
Confesso que o Wii não é  meu console favorito da Nintendo, mas foi através dele que joguei o que pra mim é o melhor jogo de todos os tempos: Super Mario Galaxy. O Wii foi um console que revolucionou o mercado de vídeo games apresentando os controles por movimentos que fora projetado por Shigeru Miyamoto em pessoa com supervisão de Satoru Iwata. Graças a genialidade desses dois seres, muitas pessoas que sequer sabiam o que eram vídeo games puderam pela primeira vez se divertirem com algo distinto do seu cotidiano, não é verdade vó Luiza?
Falar de títulos inesquecíveis do Wii é algo difícil pois a quantidade é absurda, mas nele joguei obras eternas como: Super Mario Galaxy 1 e 2, The Legend of Zelda: Skyward Sword, Xenoblade Chronicles, New Super Mario Bros Wii, Donkey Kong Country: Returns, Punch Out, Super Smash Bros Brawl, Mario Kart Wii, Kirby: Return to Dream Land, além de claro, poder revisitar todos os clássicos da minha vida com a loja online do Wii e ter a oportunidade de jogar o jogo mais vendido de todos os tempos, o famoso Wii Sports. Com esse novo console, que pouca diferença tinha entre seu antecessor Gamecube em quesitos gráficos, Satoru Iwata fez o que almejava: colocou a Nitendo de volta ao topo do mundo e bateu a concorrência contra gigantes do mundo dos vídeo games, os incírveis Playstation 3 e X-Box 360.
O tempo não para, e os deveres de um presidente como Iwata também não, portanto, com o passar dos anos o DS já estava defasado e precisava de um substituto, e eis que novamente Iwata nos apresenta outra revolução no mundo dos vídeo games: um portátil que emite imagens em 3D sem o uso de óculos. Falar disso agora pros fãs que já possuem um Nintendo 3DS é algo que não tem tanto impacto, mas voltar no tempo onde a moda da vez era o 3D, e ver que a Nintendo sobre a presidência de Iwata apresentou um console tão inovador foi algo fantástico. O grande problema é que o lançamento do 3DS foi extremamente fraco e abaixo das expectativas de Iwata e sua trupe.
Porém chegou um momento que eu nunca havia visto no mundo dos vídeo games: um presidente vem publicamente a imprensa pra pedir desculpas aos seus fãs dizendo que reduzirá o próprio salário para conter os prejuízos do Nintendo 3DS. Além disso anunciou um corte de preço imediato no 3DS, o que de certa forma frustou os primeiros compradores do aparelho, mas Iwata não deixaria seus consumidores na mão. Os primeiros 3DS a serem vendidos pelo preço anunciado, receberam o titulo de embaixadores, e com isso Satoru Iwata ofereceu a esses donos frustados1 jogo de Nintendinho e 10 jogos de Gameboy Advance que puderam ser baixados no dia 16 de dezembro de 2011.
Esse estava sendo o presidente que eu aos poucos aprendia a admirar, um cara que vem a público, dar a cara a tapa, que corta os salários de seus funcionários além do seu próprio( até Miyamoto entrou na dança ), tudo para respeitar o consumidor e não deixá-lo na mão. Conheço outras empresas que apenas deixam uma mensagem no Twitter quando algo dá errado e dane-se o resto, já com a Nintendo de Iwata é diferente, pois o respeito aos fãs das antigas e recentes consumidores vai além do orgulho ou da humilhação, afinal de contas, nada era mais importante para Iwata do que o respeito aos personagens, aos jogos e aos consumidores Nintendo.

Iwata mostrando seu lado cômico no video de apresentação do 3DS.

Eis que então 2012 estava chegando e o já defasado Wii precisava urgente de um substituto, e esse substituto chegou fazendo barulho pelo suposto apoio third, o retorno dos jogos hardcores e a nova inovação de um console de mesa Nintendo, o famoso controle que possuía uma tela, obviamente que estou falando do Wii U.
O Wii U chegou ao mercado arrasando nas vendas, a chegar ao ponto de simplesmente não se ter consoles pra comprar, devido a fortíssima demanda. Eu que sou um proprietário de Wii U desde o lançamento posso falar isso com propriedade. Muitos jogos eram esperados para o Wii U, sobretudo a terceira parte do excelente Pikmin de Miyamoto que estava sendo prometido aos fãs desde os primórdios anos do Wii. O grande problema de Pikmin é que depois do lançamento do Wii U ele foi adiado mais uma vez, e a frustação chegou a níveis extremos pra quem esperava o jogo por tanto tempo, principalmente se levarmos em conta a inesquecível apresentação de Shigeru Miyamoto com seus Pikmins na E3 de 2012.

Porém, foi aí que mais uma vez Satoru Iwata com sua genialidade vem a público dizer: Nós preferimos adiar um jogo ao comprometer a rica história dos personagens icônicos da Nintendo. Isso pra mim foi simplesmente algo incrível vindo da parte do chefe da Big N, principalmente tendo em vista que anos atrás Hiroshi Yamauchi praticamente obrigou Miyamoto e sua equipe a fazerem uma continuação de Super Mario Bros, e o resultado foi o que conhecemos hoje como Super Mario Bros The Lost Levels, um dos jogos mais difíceis e esquecíveis do Super Mario. Outra experiência foi quando  Yamauchi queria lançar a todo custo o Super Nintendo com o game Super Mario World, e Miyamoto queria mais um ano apenas para polir a experiência. A queda de braços acabou sendo vencida por Miyamoto que tinha ( e tem ) muita moral na Nintendo, mas mesmo assim o próprio Miyamoto afirmava que convencer Hiroshi Yamauchi de algo que ele acreditava estar certo era malhar em ferro frio.
Mas aqui é diferente, estamos falando de Satoru Iwata e não de Hiroshi Yamauchi. Como Iwata havia sido programador antes de ser diretor ou presidente, ele possuía um feeling mais apurado para essa área, e mais do que ninguém sabia o quão trabalhoso e comprometedor era realizar um jogo tão aguardado pelos fãs, de modo que o mesmo fosse perfeito em todos os quesitos possíveis.

No começo de 2013 eis que Iwata lança de uma maneira muito mais grandiosa os super aguardados e amados Nintendo Directs. Anteriormente a Nintendo já havia lançado alguns vídeos como esse, mas foi em janeiro de 2013 que os fãs tiveram outros olhares pra essa iniciativa de Iwata. Ahh.. Como era divertido… Como era e é bom vermos a notícia de que um novo Nintendo Direct será apresentado. Além de usar esta ferramente para apresentar novos jogos e updates de jogos já lançados, essa foi a forma que Satoru Iwata encontrou para ficar mais próximo de seu público. Mesmo sendo presidente da maior empresa de games do planeta, Iwata não se preocupava em ser engraçado, icônico e divertido em suas apresentações. Vários bordões que nasceram dos Nintendo Directs viraram febre entre os fãs no mundo inteiro, desmistificando aquela imagem de chefe cruel e arrogante que Yamauchi tinha. Quem nunca zuou um amigo ou quem nunca ouviu o famoso:  DIRECT TO YOU.. ou então PLEASE TAKE A LOOK.. ou então o famoso e frustrante: PLEASE UNDERSTAND.

Direct to You

O sucesso dos Directs foi tão grande, que Iwata decidiu que as apresentações da Nintendo tinham que ser da mesma forma, pois assim, mais pessoas teriam acesso ao redor do mundo, além de que a Nintendo poderia continuar mantendo a sua essência vista em outros Directs, como a diversão e o carisma. Quem não se lembra da épica introdução na E3 de 2014 em que Satoru Iwata e Reggie Fils-Aime lutam entre si em uma batalha épicamente hilária?
Outra plataforma criada por Iwata e que de certa forma nos dava a oportunidade de entender as mentes criativas por trás dos épicos jogos da Nintendo foi o divertido Iwata’s Asks. Quantas e quantas vezes eu me peguei lendo entrevistas e depoimentos de lendas como Shigeru Miyamoto, Massahiro Sakurai e Eiji Aonuma falando sobre seus jogos. A maneira como Iwata tratava seus funcinários nessas entrevistas, era algo absolutamente respeitoso, honesto e engraçado. Foram diversas as vezes em que me peguei rindo das diversas situações que Iwata San colocava seus funcionários na parede, de forma engraçada e respeitosa.

Um dos melhores Iwata’s Asks

Obviamente que Satoru Iwata como presidente não foi só maravilhas, já que erros como o Wii U são extremamente evidentes para o mundo inteiro. Um console que possui um dos piores nomes que já vi na vida, junto ao péssimo apoio third e ao fraco uso do gamepad são as maiores provas de que o Wii U não está sendo e possívelmente não irá figurar entre os maiores sucessos da Nintendo. Além disso, os prejuízos do Wii U de Satoru Iwata levaram a Nintendo a última posição de vendas de hardwares além de pela primeira vez colocar em cheque a existência da Nintendo, já que o próprio Iwata ao lançar aos icônicos amiibos informou que: Se a Nintendo não tomar providências e não explorar outras vertentes do entretenimento, a mesma não sobreviveria por mais 5 anos.
É então que o gênio da admnistração entra em jogo. Mesmo com o visível fracasso do Wii U, e com a incômoda lanterna na briga por vendas de consoles, além de ter fechado dois anos no vermelho pela primeira vez em sua história, Satoru Iwata apresenta os salvadores da Nintendo: Os amiibos. Iwata disse em uma reunião com acionistas que Hiroshi Yamauchi sempre disse que a Nintendo era uma empresa de entretenimento acima de tudo, e que se limitar apenas aos games não seria uma escolha muito sábia. Mesmo deixando que o foco principal da Nintendo ainda são os consoles, a força com que os amiibos chegaram foi algo espetacular, afinal de contas, quem em sua sã consciência  não gostaria de ter os bonequinhos oficias vindos diretamente do forno da Nintendo? Pois é, além disso os amiibos apresentam um atributo no qual o jogador utiliza-os nos próprios games adicionando novas skins, itens e outros conceitos. Claro que para os críticos os amiibos foram apenas uma forma da Nintendo justificar a tecnologia NFC do gamepad, mas independente de qualquer coisa, os amiibos foram os principais responsáveis por levarem a Nintendo a fechar com lucro novamente depois de dois anos consecutivos no vermelho. Satoru Iwata conseguiu novamente recuperar a dignidade da empresa, assumindo seus erros, se desculpando dos mesmos e lançando novidades que atraiu e muito o paladar dos Nintendistas espalhados no mundo inteiro.
Além dos amiibos, Satoru Iwata queria mais, e no começo de 2015 anunciou a parceria com a empresa DeNA para o desenvolvimento de jogos e aplicativos para as plataformas mobiles. As ações da Nintendo dispararam em mais de 26% e trouxe esperança para os acionistas e para os fãs da Big N que sempre querem ver a empresa amada no topo das vendas.

Porém a genialidade de Iwata teve que ser interrompida nesse último sábado, dia 11 de julho de 2015. Iwata vinha sofrendo de um câncer raro nas vias biliares desde 2013,  o que o afastou das E3 de 2014 e 2015 para cuidar de sua saúde. Satoru Iwata faleceu aos 55 anos de idade devido a um crescimento nos dutos biliares causados pelo câncer que vinha enfrentando a dois anos. A notícia foi divulgada um dia depois de sua morte e honestamente me colocou em estado de choque. Eu não podia acreditar e de certa forma ainda não acredito que um cara tão especial, carismático, inteligente, integro e jovem pudesse morrer tão cedo. Sequer imaginava que ele sofria de um câncer raro, já que o que sempre era divulgado é que o presidente da Nintendo estava cuidando de sua saúde. Em algum momento até pensava que ele estava tratando de algum problema de seu sistema nervoso, pois o cara vivia sobre pressão constantemente.

Iwata saudável e Iwata debilitado pelo câncer
 
Mas não, quis o destino que Satoru Iwata nos deixasse tão prematuramente. E a parceria com a DeNA? E o novo console NX? E o falado projeto para tablets e celulares chamado de Quality of Life? Enfim, essas são perguntas que terão respostas em um futuro não tão distante. Ainda teremos o que desfrutar da genialidade de Satoru Iwata, como os já citados NX, a parceria com a DeNA e o novo sistema de recompensas que substituirá o já extinto Club Nintendo. Mas honestamente não sei se será tão divertido e icônico sem a presença de Satoru Iwata. O cara estava na Nintendo desde 1983, portanto conhecia as entranhas da Nintendo melhor do que ninguém. Nunca mais poderei ver um novo Nintendo Direct com Iwata dizendo: HELLO EVERYONE, THIS IS SATORU IWATA FROM NINTENDO.

Todos estamos assim Mario.
 
Enfim, de minha parte fica apenas a admiração e o agradecimento de um cara que renovou o fôlego da Nintendo, um líder que me mostrou que é possível mandar e ser educado, sendo respeitoso e até mesmo engraçado, ao invés de ser arrogante, prepotente e mandão. Agradeço pelas diversas experiências que esse gênio me proporcionou no passado e no presente, experiências estas, que estarão eternamente em meu coração e em minha mente. Sei que jamais verei o querido presidente Satoru Iwata comemorando e vendo a Nintendo no topo da liderança como havia acontecido com o Wii, mas uma coisa é certa: Onde quer que Satoru Iwata esteja nesse momento, que ele saiba que proporcionou mais alegrias e lágrimas de felicidade do que frustração e decepção. Que ele saiba que os fãs da Nintendo o admiravam por sua corajem em assumir erros e por sua capacidade de levantar a empresa novamente, e que sobretudo saiba que foi uma pessoa muito criticada, mas acima disso, muito, mas muito querido.
E é com uma lágrima caindo dos meus olhos que eu termino esse artigo dizendo do fundo do meu coração:
Adeus e obrigado por tudo Satoru Iwata.


Artigo postado pelo usuário Nan Gamer no Blog Somos Nintendo

Nan Gamer
Veterano Nv.MÁX
Veterano Nv.MÁX

Karma Karma : 1496
Posts Posts : 1830

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [Blog Somos Nintendo] Adeus e obrigado por tudo Satoru Iwata

Mensagem por Julio Cesar Madeira em Seg 13 Jul 2015, 18:54

Tenho tanto medo do que a Nintendo vai virar agora que ele se foi...apesar dos problemas do Wii U ele acertou mais que "errou" , ele vai fazer muita falta tanto como presidente e pessoa!


Tails

Julio Cesar Madeira
Veterano Nv.3
Veterano Nv.3

Karma Karma : 250
Posts Posts : 459

Ver perfil do usuário http://www.facebook.com/JulioCesarMadeira

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum